Funeral Prev

Funeral Prev

sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Governo do Estado usa R$ 2,3 milhões do fundo de saúde para capina e dedetização

O governo do Piauí usou mais de R$ 2,3 milhões do Fundo de Saúde do Estado em serviços de dedetização, desratificação, poda, roço e capina. Diante disso o juiz da Comarca de Campo Maior, Júlio César Garcez, bloqueou mais de R$ 6,3 milhões das contas do governo. O magistrado deferiu liminar impetrada pelo Ministério Público Estadual em razão do uso de recursos originários do Fundo de Saúde do Estado para pagamento de serviços alheios à saúde pública.
Ação pedindo bloqueio de R$ 6,3 milhões das contas do governo do estado (Foto: Arte: Adelmo Paixão)
Para juiz, valor pago retira argumento de incapacidade financeira de liquidar débitos (Arte: Adelmo Paixão)
Com os serviços de poda de árvores, roço e capina o valor pago pelo governo foi de R$ 1.242,643,80. Com descupinização, dedetização e desratificação o valor foi de mais de R$ 1,1 milhão. Para o juiz, o valor pago por estes serviços retira do estado qualquer argumento de sua incapacidade financeira de liquidar débitos existentes com fornecedores de medicamentos e prestadores de serviços médicos do Hospital Regional de Campo Maior. Alguns estão desde agosto sem receber os pagamentos.
O promotor de Justiça Maurício Gomes de Souza, autor da ação civil pública, ressaltou que, diante do quadro de abandono em que se encontra o Hospital Regional de Campo Maior, o governo optou pelo uso de recursos do Fundo de Saúde do Estado do Piauí para pagar fornecedores que não estão ligados à saúde pública.


“Enquanto fornecedores de insumos hospitalares essenciais ao eficiente funcionamento do Hospital Regional de Campo Maior estão sem o devido pagamento desde agosto, e, com isso, prestes ao colapso e paralisação, o estado opta por usar recursos públicos do Fundo de Saúde do Estado para adimplir obrigações junto a outros fornecedores denotando extremado descaso com seu dever legal de prestar serviço público de saúde em Campo Maior e região”, disse o promotor Maurício Gomes.

Atualmente, o Ministério Público Estadual, através do promotor Fernando Santos, está coordenando uma investigação de gastos irregulares do estado, inclusive através de contratos feitos pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesapi).

Até a publicação da reportagem a Sesapi não havia se pronunciado sobre o assunto.
O bloqueio dos R$ 6,3 milhões é mais uma polêmica envolvendo as contas públicas do estado. Na quarta-feira (26), um relatório elaborado pela divisão de fiscalização do Tribunal de Contas do Estado (TCE) conseguido com exclusividade pelo PI TV 1ª Edição, expôs a atual realidade financeira do estado e prova que o governador Zé Filho (PMDB), vem descumprindo a lei de responsabilidade fiscal desde abril, início da sua gestão. O relatório, que contém 20 páginas, denuncia a nomeação de 1.275 novos servidores no período de 1º de janeiro a 30 de setembro.

O TCE já havia recomendado em outubro a demissão de servidores em cargos comissionados, mas segundo o órgão, a recomendação não foi cumprida a contento.

Patricia Andrade /G1

Zé Hamilton deverá assumir vaga na Assembléia Legislativa

A formação da equipe de secretários do governador eleito Wellington Dias (PT) terá como base critérios políticos em razão da intenção dele permitir que suplentes de deputados possam exercer o mandato por convocação na Assembléia.

O que o blog apurou é que Wellington Dias revelou a interlocutores que pretende colocar na Assembléia o suplente de deputado e ex-prefeito de Parnaíba José Hamilton Castelo Branco.

Com isso, ele pretende abrir vagas colocando em pastas pouco estratégicas candidatos não eleitos como João de Deus e Souza (PT) e o cantor Francis Lopes, além do suplente de deputado Ziza Carvalho, que já confirmou o convite para a Secretaria de Defesa Civil.

Outro suplente que pode ser convocado e deixar a Assembléia é Aluízio Martins, que está sendo cotado para ocupar a Secretaria de Justiça.

Com informações Paulo Fontenele/Portalaz

OPINIÃO: Governo do estado entrou numa espiral


Dizem que quando um barco está afundando os primeiros a abandonar a embarcação são os ratos, pelo fato de serem os primeiros a ver a entrada da água.

Pois bem, no barco do governo do estado parece que já deu água na canela, até o Miroquinha, homem de confiança, literalmente lavou (com álcool) suas mãos do governo e pediu exoneração da Secretaria de Saúde,no minimo vai querer estar longe na hora do estampido do bomba.

Daqui por diante, não será surpresa vermos uma chuva de pedidos de exoneração no primeiro escalão. O governo não tem mesmo previsibilidade de efetuar o pagamento dos salários do mês de dezembro e muito menos do 13° dos servidores. 

Na situação parecida estão os coitados dos fornedores e os 15 mil empregados terceirizados, esses já estão desenganados e despachados de receber algum dinheiro.

No meio do caos, temos um governador que há muito tempo não anda no Karnak, secretários já limpando as gavetas( com o pedido de exoneração entalado na garganta) e secretarias a " Deus dará ".
O governo entrou numa espiral, isso é fato, boa parte dos serviços estão parados ou funcionando a "passos de tartaruga ", um caos que só tende a piorar.

Não é quererendo ser pessimista , mas não podemos esperar encontrar algum órgão do governo aberto a partir da primeira quinzena de dezembro. 

Eu não tenho bola de cristal, falo isso porque já vi essa historia e conheço muito bem seus personagens.

Contas do governo não batem e o clima tende a esquentar mais ainda

deputado_fabio_novo_02
O cenário do político do Piauí vai ferver e vai tremer. Dezembro vem aí, e já na primeira semana começando os dados dos relatórios das equipes de transição, do atual e do futuro Governo, já estarão na praça. Os números não batem. Nas entrevistas que são dadas,tanto por um lado como pelo outro, os dados não se encontram. Os montantes de dívidas declarados não conferem.
Hoje, o deputado Fábio Novo (PT), autor da Lei que regulamenta no Estado, a legislação federal aprovada ainda no Governo de Fernando Henrinque Cardoso, que trata da transparência nos processos de transição, disse que pretende aperfeiçoar a lei, pois não está havendo transparência no repasse dos dados por parte da equipe do Governador Zé Filho.
Nesse caso os órgãos de controle e fiscalização das leis, se não foram , já deveriam ter sido acionados. Pelo menos o TCE tem trabalhado intensamente no processo. Resta saber se o Ministério Público será acionado.
Wellington Dias (PT) também começa a semana se pronunciando  sobre os dados que deve passar o final de semana analisando. Já Zé Filho (PMDB) remarcou para terça-feira a (2) a sua coletiva de imprensa para falar sobre o mesmo tema.
Quem tem coragem de apostar que este assunto não renderá até o Natal e o Reveillon?
Elisabeth Sá

Jantar Show

A comunidade católica shalom estará realizando mais uma edição do "Jantar Show" que acontecerá no hotel delta no 5º andar, com as seguintes apresentações: música ao vivo com a contara Leozany Oliveira (Sobral/CE) e o espetáculo de natal - Filho de Deus menino meu.

O ingresso custa 10,00 reais e estar sendo vendido no centro de evangelização Shalom.


quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Wellington Dias define os nomes dos principais secretários; veja a lista




O governador eleito Wellington Dias (PT) já definiu boa parte dos nomes dos principais secretários que vão tomar posse dia 1º de janeiro de 2015, tão logo ele assuma o Palácio de Karnak pela terceira vez como governador do Piauí. Segundo informações obtidas nesta quinta-feira (27.11) pelo portal www.piauihoje.com todos os secretários deverão ser anunciados pelo governador no dia 15 de dezembro.

Ainda faltam alguns nomes do primeiro escalão. É que o governador estaria ouvido os partidos e alguns nomes estão sendo negociados com o PT, PTB, PP e os outros aliados de primeira hora, bem como os “novos aliados”.

O governador tem demonstrado que, pelo menos neste primeiro momento, vai deixar o PMDB, um ex-aliado, bem distante do governo. Se é que isso é possível. O mesmo serve para os partidos já declarados de oposição, como o PSDB.

De acordo com fonte do portal junto à equipe de transição do governo, a lista dos secretários definidos até agora são:

1 – Rafael Fonteles (Fazenda)
2 - Merlong Solano (Educac?a?o)
3 - Francisco José de Lima – Franzé (Administração)
4 - Antônio Neto (Planejamento)
5 - Margarete Coelho (Justiça)
6 - Capitão Fábio Abreu (Segurança)
7 – Tatiana Chaves (Saúde)
8 - Pastor Gessivaldo Isaias (Trabalho)
9 – Gilvana Gayoso (Sasc)
10 – Defesa Civil – José Maia Filho (Mainha)
11- Procuradoria Geral do Estado - Germano Silva
12 - Coronel Carlos Augusto (Comando da PM)

Tatiana Chaves, que já foi secretária de Saúde no governo de Wellington Dias, vai ficar como uma espécie de secretária interina da Saúde. Ela ficará no cargo por um ano, quando a deputada federal Rejane Dias assume como titular da pasta da saúde. Rejane diz que quer ter a experiência de ser deputada federal, até porque “fui eleita para isso”, diz Rejane.

O secretário de governo seria o ex-secretário da Fazenda, Antônio Neto, mas ele acabou indo para p Planejamento, porque o governador resolveu colocar como secretário de Governo um nome que seja apoiado pelos senadores João Vicente (PTB), Ciro Nogueira (PP), Elmano Férrer (PTB) e claro, que seja de extrema confiança do governador.

Piauihoje

Wellington Dias será empossado na manhã de primeiro de janeiro

Na Assembleia Legislativa, a posse do governador eleito Wellington Dias (PT) será às 08:30 do dia primeiro de janeiro. Em seguida, ocorrerá a transmissão do cargo no Palácio de Karnak. No final da manhã, o governador, já empossado, viaja para Brasília e acompanha as cerimônias de posse da Presidente Dilma Rousseff (PT). 

Tempo real

Prefeitura de Parnaíba reinicia a demolição e retirada dos escombros na Praça da Santa Casa

A manhã desta quarta-feira, (26) foi marcada por mais uma etapa da demolição e retirada das barracas da Praça da Santa Casa no centro da cidade. A ação representa a continuidade dos serviços iniciados no último dia 22, onde parte dos ambulantes do local tiveram seus pertences removidos por conta da inauguração do novo espaço construído pelo prefeito Florentino Neto.
 
troca_8
 
A operação que deve permanecer por toda semana até que sejam iniciadas as obras de revitalização do espaço público está acontecendo com a participação de profissionais de vários setores da Prefeitura, incluindo procedimentos de segurança, bem como o bloqueio de vias e reordenamento do tráfego. A retirada é assistida por populares que passam pelo local e presenciam esse momento histórico para cidade de Parnaíba.
 
troca_11
 
troca_12
 
Com a demolição e a retirada dos escombros se concretiza o sonho da população parnaibana de ver novamente a Praça da Santa Casa com o seu paisagismo urbano original, que será transformado em um local de circulação de pessoas e utilidade pública.
 
troca_12
 
troca_10
 
troca_9

Governo e Poderes não chegam a consenso sobre orçamento de 2015

A proposta orçamentária do Estado para 2015 foi tema de reunião realizada ontem entre os deputados que integram a Comissão de Orçamento da Assembleia Legislativa do Piauí e os líderes de todos os Poderes na esfera estadual. A primeira proposta encaminhada pelo Governo do Estado, que previa um aumento linear de 8,11% para todos, foi rejeitada e gerou protestos entre os líderes que pediam nova proposta.
A polêmica se deve à disparidade entre a proposta de aumento encaminhada pelo Executivo e o valor pedido pelo Tribunal de Justiça do Piauí – TJ, Ministério Público Estadual – MPE, Defensoria Pública do Piauí e Tribunal de Contas do Estado – TCE. O Governo afirma que para respeitar a Lei de Responsabilidade Fiscal esse valor não poderá superar 14%.

A discussão sobre o orçamento, ontem na Assembleia, não chegou a um consenso
De acordo com dados do relatório, a proposta solicitada pelos Poderes era de 18,09% para Assembleia, 19,78% para o Tribunal de Contas, 27,36% para o Tribunal de Justiça e 30,58% para o Ministério Público Estadual. Mas a proposta de aumento apresentada pela Secretaria de Planejamento foi de 11%, 15%, 15% e 16% respectivamente. A média é de aumento de 14% em relação à primeira proposta de Lei Orçamentária.
Segundo a nova proposta apresentada pelo Governo do Estado, a Assembleia terá direito a um orçamento de R$ 278.659.950,00 o TCE-PI receberá R$ 97.725.330,00, o Tribunal de Justiça do Estado receberá R$ 465.960.922,00 e o Ministério Público terá orçamento de R$ 180.083.843. O orçamento geral previsto, incluído o valor do Executivo, é de R$ 10 bilhões.
Os demais Poderes protestaram contra a proposta apresentada pelo Governo do Estado e um novo encontro deverá ser realizado em busca do consenso. O presidente do TJ-PI, desembargador Raimundo Eufrásio, afirmou que o orçamento é insuficiente e o Tribunal sofre com a falta de estrutura e pessoal. “O aumento pedido não é para pagar luxos e nem a construção de prédios luxuosos, mas apenas para contratar pessoal. Nós precisaríamos realizar um concurso para contratar 2 mil servidores, mas teremos que nos contentar com 400”, declarou.
O Dia

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Secretário de Fazenda admite que governo do estado pode atrasar salário de dezembro e 13° dos servidores

O secretário estadual de Fazenda, Raimundo Neto, confirmou ao Cidadeverde.com que o bloqueio nas contas da Eletrobras Piauí para pagamento de indenização judicial a uma empresa agrícola poderá comprometer diretamente os pagamentos dos servidores estaduais, tanto em relação ao 13° salário, como parte do salário de dezembro.
O problema acontece porque a Eletrobras é o maior contribuinte de ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) do Estado. "Isso tudo é uma bomba. Se a Eletrobras não fizer os repasses, parte do salário de dezembro e do Décimo Terceiro está comprometida, porque já estamos no fio da navalha", esclareceu o gestor.
Segundo Raimundo Neto, os valores da Eletrobras deveriam ser repassados até o dia 30 de novembro e são superiores a R$ 20 milhões, aproximadamente o valor que a Eletrobras Piauí terá de pagar pela decisão judicial. "Com as contas já fragilizadas, este problema se agrava", completou o secretário.
Entenda o caso
O desembargador Luiz Gonzaga Brandão de Carvalho decidiu a favor do bloqueio de R$ 19 milhões da Eletrobras, por conta de uma ação impetrada na década de 90, por uma empresa agrícola. O processo foi motivado por problemas na qualidade do abastecimento de energia elétrica. Segundo o magistrado, a Eletrobras não cumpriu os prazos para recursos e a sentença foi transitada em julgado. 
O assistente da presidência da Eletrobras Piauí, José Salan, informou que o bloqueio desse valor trará grande impacto financeiro e operacional, provocando atraso no pagamento dos salários da empresa e prejudicando os repasses de ICMS ao Estado. Ele disse ainda que irá recorrer da decisão na Justiça e junto ao Conselho Nacional de Justiça, contra o desembargador, que reagiu afirmando ter tomado sua decisão de forma legal.

Cidade verde

APAE realiza Show Humor Solidário com Dirceu Andrade


Estudantes participam de atividades da Semana do Patrimônio Cultural

Estudantes do 8º e 9º ano da Escola Municipal Roland Jacob, participaram de atividades organizadas pela Secretaria Municipal de Infraestrutura em parceria com a Secretaria Municipal de Educação. A realização de palestra, apresentação do documentário e visita campo são referentes à Semana do Patrimônio Cultural. Na ocasião, os alunos foram acompanhados por professores.
 
1
 
A primeira atividade foi realizada no Casarão de Simplício Dias, localizado na Avenida Presidente Getúlio Vargas, onde os alunos participaram de uma palestra proferida pela arquiteta, Andrea Cruz e assistiram um documentário produzido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN intitulado, “Piauí: história, memória e patrimônio cultural”.
 
2
 
Logo depois, houve a visitação ao Sobrado Dona Auta, localizado na Rua Duque de Caxias, centro da cidade. O local foi escolhido tanto pelo valor histórico e cultural, como também, por ser um prédio que está incluso entre os imóveis que fazem parte do Programa de Aceleração do Crescimento das Cidades Históricas. O Sobrado da Dona Auta será restaurado com recursos do Governo Federal por meio do IPHAN-PI.
 
3
 
A programação vem sendo executada há uma semana com a participação de 16 escolas e envolvimento de aproximadamente 800 alunos da rede pública municipal. A culminância das atividades acontecerá com a entrega simbólica de diplomas aos alunos nesta quinta-feira (27), pela manhã na Escola Municipal Albertina Furtado Castelo Branco – CAIC.
 Comunicação Parnaíba

Evento que divulga cultura japonesa será realizado no início de dezembro em Parnaíba

A Prefeitura de Parnaíba, através da Superintendência de Cultura está apoiando a oitava edição do Banzai Animes, evento realizado pelo Grupo Khronus que trata da divulgação da cultura japonesa na cidade de Parnaíba através de animês, mangás e músicas. O homenageado nesse ano será um dos animês mais famosos no Brasil e no mundo, Pokémon de Tajiri Satoshi, muito forte nas lembranças de adultos e crianças.
 
banzai2
 
O evento é realizado no final de cada ano, e atrai centenas de admiradores à Escola Municipal Rolland Jacob. Nesta edição haverá sala de exibição de animês e tokusatsus, concurso de cosplay, concurso lolita, concurso de desenhos, campeonato de vídeo games, incluindo o nostálgico de Bomberman, torneios de TCG(Magic The Gathering e YuGiOh!), Workshops variados, além de stands de várias cidades como Parnaíba, São Luis e Teresina, vendendo mangás, camisetas e acessórios para o público.
 
banzai3
 
Paralelamente também ocorrem palestras como e-sports e Aprendendo com os Animês, com Josenildo Campos Brussio, Doutor em Psicologia Social e professor adjunto da UFMA – São Bernardo. Também fazem parte da programação brincadeiras e gincanas, e para finalizar o evento, no domingo, shows das bandas Seek in Sky, de Teresina, e Hattori Hanzo, de Fortaleza reconhecida nacional e internacionalmente, tocando o melhor J-Music e músicas de animês.
 
banzai1
 
Além do aspecto cultural deste festival destaca-se também o caráter social. Além da taxa de R$10 para entrada, é arrecadado um 1 kg de alimento não perecível que é destinado à campanha do Natal sem Fome da Diocese de Parnaíba. Todos os anos o evento consegue mais de meia tonelada de alimentos não perecíveis.
 
A entrada para apenas um dia: R$ 10,00 + 1 Kg de alimento não perecível; para os dois dias custa: R$ 15,00 + 1 Kg de alimento não perecível. (Meia-entrada). Ingressos antecipados (Livraria Umbra, Nershop e com os organizadores do evento): apenas para os 2 dias R$ 12,00 + 1 Kg de alimento não perecível, a ser entregue no dia do evento. (Meia-entrada)
 
Realização: Grupo Khronus
Local: Escola Municipal Rolland Jacob
Data: 06 e 07 de Dezembro.
Grupo no facebook:https://www.facebo

Zé Filho é multado pela Justiça em 45 mil reais; Sílvio inocentado

Em votação unânime, ocorrida no ultimo dia (24), o Tribunal Regional Eleitoral decidiu aplicar multa no valor de R$45 mil ao atual governador Zé Filho (PMDB) e inocentar o ex-candidato a vice-governador Silvio Mendes (PSDB) das acusações da ação judicial ajuizada pelos advogados da coligação ‘A vitória com a força do povo’.
A ação da coligação do então candidato ao governo do Estado, Wellington Dias (PT),  foi realizada no início da campanha eleitoral de 2014 e denuncia que eles fizeram propaganda institucional irregular, conduta vedada a agente público e abuso de poder político durante o pleito.
De acordo com o advogado responsável pela acusação, Daniel Oliveira, a corte decidiu não aplicar a inelegibilidade nos ex-candidatos porque entendeu que as irregularidades cometidas por eles não são consideradas graves. “Apesar de respeitar a decisão do TRE, nós vamos recorrer à Brasília para que Silvio Mendes também pague multa e os dois sejam declarados inelegíveis nas próximas eleições”, afirmou Oliveira.
O PortalODIA.com tentou contato com os advogados de defesa os ex-candidatos Zé Filho e Silvio Mendes, mas  as ligações da reportagem não foram atendidas.

Polícia acredita que tragédia em Parnaíba pode ter sido premeditada

Segundo a Polícia Civil o crime cometido pelo empresário Edilson Morais Brito, conhecido como "Rei do Delta", pode ter sido premeditado. Na realidade, o alvo seria o pai de Matheus Portela, Genilson Veras, proprietário da empresa "Clip Turismo". De acordo com o delegado Arthur Barros Leal, que preside o inquérito, Genilson só não foi morto porque se atrasou para o encontro marcado por Edilson. 

Edilson Morais Brito, conhecido como Rei do Delta, e o empresário Mateus Portela

Segundo o delegado, uma reunião foi marcada por Edilson e deveria ter a presença de Genilson, Matheus e o gerente da empresa "Clip", com o pretexto de propor um acordo com a empresa. No local marcado, o empresário matou Matheus Portela com cinco tiros, sua própria esposa Socorro Brito com outros dois tiros e em seguida praticou suicídio.

"Eu ouvi o depoimento do gerente e ele descreveu que o relacionamento entre eles era cordial. Edilson havia marcado uma reunião para fechar um acordo com a empresa. No horário marcado, por algum motivo Genilson se atrasou e não foi. Edilson foi lá, chamou o Mateus e levou ele para a Morais Brito, enquanto o gerente e sua esposa acompanhavam atrás. Ao entrar na loja Edilson imediatamente puxou o revólver e deu dois tiros nas costas de Matheus, nesse momento ele virou e tentou atirar contra o gerente da "Clip", mas sua esposa se jogou na frente do gerente que fugiu e ela acabou atingida com dois tiros. Em seguida ele teria saído tranquilamente da loja e se dirigiu a Casa dos Turistas. Lá ele procurou o gerente e chegou a apontar a arma para ele, mas quando apertou o gatilho não tinha mais munição. Ao sair de lá foi que ele foi até o local onde foi abordado por dois policiais, recarregou a arma no caminho e acabou cometendo suicídio", descreveu o policial.

No total foram contabilizados 11 disparos feitos por Edilson no momento do crime.

Socorro Brito

Relacionamento entre as famílias

O delegado descreveu ao Cidadeverde.com que o relacionamento entre as famílias aparentemente era cordial, mas segundo ele, membros das duas partes serão ouvidos ao longo da semana para dar mais detalhes sobre essa relação.

"Até agora nos depoimentos que colhi, afirmaram que nos últimos seis meses não houve nenhuma briga entre eles e inclusive falaram que a relação era de respeito. Estou aguardando a poeira baixar para poder colher os depoimentos dos familiares, que irão descrever melhor essa relação", explicou o delegado.

Distúrbio psicológico

Arthur Barros acrescenta que existe a possibilidade de um distúrbio psicológico ter levado o empresário Edilson Morais a cometer o crime. Segundo ele, a empresa de Morais passava por um período de crise, enquanto a empresa "Clip" de Genilson e do filho está em plena atividade na exploração do Turismo da região.

"A empresa 'Clip' do Mateus estava em ascensão e estava crescendo bastante no mercado. Já a empresa Morais Brito estava na situação contrária, em decadência. O pessoal que procurava os passeios pelo Delta procurava a empresa 'Clip' e não a empresa do Morais, tanto que ele marcou uma reunião com o Matheus, o pai e o gerente para tentar um acordo. O gerente descreveu que ele saiu da empresa sorrindo e tranquilo após o crime. Ele talvez tivesse algum distúrbio psicológico que talvez até pudesse ser tratado e curado. Ele tinha família, mulher e um filho pequeno e foi pioneiro nessa prática, talvez ver a situação em que estava, o tenha levado a isso. Foi relatado também que nos últimos dias ele parecia abatido, mas nunca proferiu nada contra ninguém", completou o delegado.

Arma

Foi descartada pela Polícia a possibilidade da arma do crime ter sido levada até Edilson por outra pessoa, já que o revólver de calibre 38 de cano curto, usado na prática do crime estava registrado no nome do empresário desde 1988. Segundo Arthur Barros, o registro da arma já estava vencido, pois foi feito há 26 anos, mas não há dúvidas que o revólver era de Edilson.

O prazo para a conclusão do inquérito é de 30 dias e após a apresentação pela Polícia o documento deve ser arquivado pois não há outros suspeitos de envolvimento.

Redes Sociais

O caso chocou e provocou comoção em Parnaíba, pois Matheus era bastante querido pelos colegas da região. O Facebook do jovem recebeu durante todo o dia, centenas de homenagens. Matheus praticava Kitesurf e um evento do esporte que aconteceria na região foi cancelado após o crime.



Cidade verde