Funeral Prev

Funeral Prev

sexta-feira, 1 de agosto de 2014

Zé Filho é condenado a pagar R$ 252 mil por propaganda

A Corte do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE) condenou o governador Zé Filho (PMDB) ao pagamento de multa no valor de R$ 252 mil por propaganda irregular. O governador é acusado pela propaganda institucional com o cantor Chambinho do Acordeon. A Justiça entendeu que a propaganda institucional foi usada de forma a favorecer o governador que é candidato à reeleição.
A lei eleitoral diz que a multa varia de R$ 5 mil a R$ 25 mil e em exceções à regra o limite é colocado sobre o teto do valor pago na propaganda, que foi esse valor. No mesmo processo o Estado foi inocentado do pagamento de multa. 
Em outro processo, o Partido dos Trabalhadores pede a punição do governador por ter realizado propaganda extemporânea. Zé Filho poderá ser multado em até R$ 15 mil reais por propaganda realizada em outdoor colocado no Departamento de Estradas e Rodagens (DER), quando ele era pré-candidato. A Justiça entendeu que a frase “O desafio não nos amedronta ele nos move”, induzia o eleitor a votar em Zé Filho.
 Jornal O Dia

Lançamento da candidatura de Zé Hamilton será hoje(01)

Nesta sexta-feira, dia 01 de agosto, será realizado o lançamento oficial da candidatura de José  Hamilton Castello Branco (Zé Hamilton) a Deputado Estadual em 2014, pelo Partido Trabalhista Brasileiro (PTB). 
O encontro será às 19 horas, no Buffet do D’Granjas.
O ato irá reunir lideranças políticas de todo o Piaui, representantes do partido, colaboradores de campanha e, principalmente, amigos de Zé Hamilton.

Wellington quer seu governo integrado com a esfera federal

Em visita ao município de Piripiri, na manhã desta quinta (31), Wellington Dias (PT) afirmou que seu mandato está sendo planejado e pensado para o longo prazo, sem esquecer que ações emergenciais precisarão ser feitas. Ele participou de caminhada com a candidata a vice Margarete Coelho (PP) e Elmano Férrer (PTB), que concorre a uma vaga no Senado. 
Ele disse ainda que junto com a presidente Dilma Rousseff (PT), que concorre a reeleição, terá como meta fazer um governo de integração com a esfera Federal, os municípios, as entidades socias, os trabalhadores e empreendedores, buscando a eficiência na gestão e na qualidade dos serviços públicos. "Já fizemos isso com Lula e faremos com Dilma". 
Wellington lembrou dos investimentos feitos na área da saúde, especificamente no hospital de Piripiri, na sua gestão, e enfatizou que a ideia é consolidar o hospital para atendimentos de média e alguns serviços de alta complexidade evitando os deslocamentos para a capital.  
 
O candidato ao governo também citou outros investimentos feitos em parceria com o governo federal no município de Piripiri como o Programa Luz Para Todos, projetos de irrigação na Barragem/Açude Caldeirão e na área de habitação com investimentos do Programa Minha Casa Minha Vida. 
 
"Devemos trabalhar para que o Piauí alcance as condições plenas de desenvolvimento. O ponto principal é ter uma equipe competente, que possa fazer um Estado moderno para que os piauienses tenham serviços adequados e ao mesmo tempo um Estado com impulsão para a economia".
cidadeverde.com 

quinta-feira, 31 de julho de 2014

Enquanto Governo do Estado atrasa salários, Prefeitura de Parnaíba paga servidores municipais em dias e dentro do mês

Zé Filho, responsável pelo caos financeiro do Piaui
Mais uma vez, o Governo do Piauí anuncia calendário de pagamento de seus servidores, sem conseguir pagar a todos dentro do mesmo mês. Mesmo tendo uma das maiores arrecadações com impostos e recuperação de passivos (impostos atrasados), o governador Zé Filho  contradiz seu discurso político e não equilibra o inchaço nas finanças do estado.
Até  depois da recomendação do TCE-PI de demitir mais de 600 servidores em cargo de comissão, Zé Filho insiste em manter os potenciais cabos eleitorais com portarias, desobedecendo o Tribunal de Contas e a  Lei de Responsabilidade Fiscal que proíbe que os gastos em folha do Governo do Estado ultrapasse 49% da receita corrente líquida.

Enquanto isso, a folha de pagamento fica comprometida e servidores efetivos que ganham acima de R$ 1.100,00 líquido só receberão salários  no dia 06 de agosto.
Infelizmente, depois de muitos anos de equilíbrio financeiro, vejo que fomos devolvidos ao passado de atraso e caos financeiro, tamanha a mediocridade e incompetência do atual governador.

TABELA DE PAGAMENTO DO GOVERNO DO ESTADO- JULHO DE 2014

PREFEITURA DE PARNAÍBA PAGA SERVIDORES DENTRO DO MÊS


Por determinação do prefeito Florentino Neto(PT), a Prefeitura de Parnaíba pagará os vencimentos do mês de julho na quinta-feira(31). Legalmente, o  pagamento dos servidores do município pode ser feito até o 5° dia útil do mês subseqüente.


PESQUISA AMOSTRAGEM: Wellington Dias se mantem na liderança na disputa pelo governo do estado

O candidato do PT ao Governo do Estado, senador Wellington Dias, se mantem na liderança na disputa pelo Governo do Estado com uma pequena variação negativa, na nova pesquisa do Instituto Piauiense de Opinião Pública (Amostragem), realizada entre os dias 23 a 26 de julho, em relação à pesquisa anterior realizada pelo instituto para o Sistema Integrado de Comunicação Meio Norte, realizada entre os dias 17 a 20 de julho.
A nova pesquisa, feita com 800 eleitores em 35 municípios de todas as microrregiões piauenses, aponta que Wellington Dias tem 53,12% das intenções de voto estimuladas; o governador Zé Filho, candidato do PMDB à reeleição, tem 14,75% das intenções de voto estimuladas, empatado tecnicamente com o candidato do PSC ao Governo do Estado, Francisco de Assis de Moraes Souza, o Mão Santa, que obteve 12,38% das intenções de voto estimuladas.
O candidato do PSTU ao Governo do Estado, Daniel Solon, tem 0,75% das intenções de voto estimuladas; a candidata do PCO a governador, Lourdes Melo, tem 0,12% das intenções de voto estimuladas; o candidato do PSOL, Maklandel Aquino, tem 1% das intenções de voto; e o candidato do PPL ao Governo do Estado, Neto Sambaíba, obteve 0,25% das intenções de voto estimuladas.
Os eleitores que não sabem e não opinam representam 11,62% e os que querem votar branco e nulo são 6% do total.
Na pesquisa do período de 17 a 20 de julho, Wellington Dias tinha 53,65% das intenções de voto e comparado com a nova pesquisa tem uma oscilação negativa de 0,53 pontos percentuais.
Mão Santa que tinha 12,40% na pesquisa anterior sofreu uma variação negativa de 0,2 pontos percentuais.
Zé Filho tinha 17,06% das intenções de voto estimuladas na última pesquisa e sofreu uma variação negativa de 2,31 pontos percentuais.
Daniel Solon tinha 1,14% das intenções de voto na pesquisa feita pelo Instituto Amostragem nos dias 17 a 20 de julho e sofreu uma variação de 0,39 pontos percentuais.
Lourdes Melo tinha 0,70% das intenções de voto na pesquisa anterior e sofreu uma variação negativa de 0,58 pontos percentuais.
Maklandel Aquino tinha 0,26% das intenções de voto no levantamento eleitoral anterior e teve uma variação positiva de 0,74 pontos percentuais.
Neto Sambaíba tinha 0,44% na pesquisa feita uma semana antes e teve uma variação negativa de 0,44%.
Todas as variações dos candidatos, positivas ou negativas, estão dentro da margem de erro da pesquisa do Instituto Amostragem, que é de 3,39% para mais e para menos.
Os eleitores que querem votar nulo e branco eram 5,28% na pesquisa anterior, e teve uma variação positiva de 0,72 pontos percentuais.
Os eleitores que não sabem ou não opinam somavam na pesquisa anterior 9,06%, com uma variação positiva de 2,56 pontos percentuais.
A pesquisa do Instituto Amostragem foi registrada no dia 22 de julho de 2014, no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Piauí com o Protocolo de número PI 00075/2014.
Wellington Dias lidera em todas as microrregiões do Piauí e Zé Filho tem melhor situação no litoral piauiense
O candidato do PT ao Governo do Estado, Wellington Dias, lidera nas intenções de voto estimuladas para governador em todas as microrregiões do Piauí, aponta nova pesquisa do Instituto Amostragem.
O candidato do PMDB à reeleição ao Governo do Estado, Zé Filho, tem sua melhor performance no Litoral Piauiense.
Na microrregião de Teresina, Wellington Dias tem 51,48% das intenções de voto estimuladas; Zé Filho tem 13,92% e Mão Santa, 14,77% das manifestações de voto estimuladas.
Na microrregião Litoral Piauiense, Zé Filho tem 28,21% das intenções de voto estimuladas; Wellington Dias tem 29,49% e Mão Santa, 16,67%.
Na microrregião de São Raimundo Nonato, Wellington Dias tem 63,89% das intenções de voto estimuladas; Zé Filho tem 11,11% e Mão Santa, 8,33% das manifestações de voto estimuladas.
Na microrregião de Picos, Wellington Dias tem 54,90% das intenções de voto estimuladas; Zé Filho tem 11,76% e Mão Santa, 12,50% das manifestações de voto estimuladas.
Na microrregião de Floriano, Wellington Dias tem 54,84% das intenções de voto estimuladas; Zé Filho tem 9,68% e Mão Santa, 9,68% das manifestações de voto estimuladas.
Na microrregião do Baixo Parnaíba Piauiense, Wellington Dias tem 54,29% das intenções de voto estimuladas; Zé Filho tem 12,94% e Mão Santa, 11,76% das manifestações de voto estimuladas.
Na microrregião de Campo Maior, Wellington Dias tem 58,06% das intenções de voto estimuladas; Zé Filho tem 16,13% e Mão Santa, 14,52% das manifestações de voto estimuladas.
Na microrregião do Médio Parnaíba Piauiense, Wellington Dias tem 67,57% das intenções de voto estimuladas; Zé Filho tem 13,51% e Mão Santa, 10,81% das manifestações de voto estimuladas.
Na microrregião de Valença do Piauí, Wellington Dias tem 53,33% das intenções de voto estimuladas; Zé Filho tem 23,33% e Mão Santa, 13,33% das manifestações de voto estimuladas.
Na microrregião do Alto Parnaíba Piauiense, Wellington Dias tem 45,45% das intenções de voto estimuladas; Zé Filho tem 27,27% e Mão Santa, 18,18% das manifestações de voto estimuladas.
Na microrregião de Bertolínia, Wellington Dias tem 36,36% das intenções de voto estimuladas; Zé Filho tem 9,09% e Mão Santa, 18,18% das manifestações de voto estimuladas.
Na microrregião de Alto Médio Gurgueia, Wellington Dias tem 77,27% das intenções de voto estimuladas; Zé Filho tem 4,45%; Mão Santa, 9,09% das manifestações de voto estimuladas; e Maklandel Aquino tem 4,55% das intenções de voto estimuladas.
Na microrregião de Chapadas do Extremo Sul, Wellington Dias tem 66,67% das intenções de voto estimuladas; Zé Filho tem 19,05% e Mão Santa, não pontua.
Na microrregião de Pio IX, Wellington Dias tem 68,75% das intenções de voto estimuladas; Zé Filho não pontua e Mão Santa, 6,94% das manifestações de voto estimuladas.

Meio norte.com

Relatório aponta que 92% dos assassinatos de homossexuais estão impunes

A Delegacia Geral da Polícia Civil divulgou nesta quarta-feira (30) umPortal levantamento com a relação de todos os assassinatos de homossexuais/bissexuais ocorridos em Teresina desde maio de 2013. O relatório aponta que ocorreram dez crimes desta natureza nos últimos quinze meses na capital. 
Em apenas um dos dez crimes listados na capital, a situação do inquérito informa que o réu foi indiciado ou preso. Nos demais, a investigação ainda está em andamento ou o pedido de prisão foi encaminhado para a Justiça. Isso corresponde a um percentual de resolutividade de apenas 10%.
Outro  levantamento feito pelo PortalODIA.com revela mais três casos no interior do Piauí apenas no primeiro semestre deste ano, mortos supostamente com motivação homofóbica - o professor José Wellington Gomes, em José de Freitas; o cabeleireiro José Raimundo da Silva, em Bocaina; e o estudante José dos Santos Pereira Viana, em São Raimundo Nonato. 
Consideradas mais essas três ocorrências, que totalizam 13 no Piauí em 15 meses, o percentual de impunidade dos crimes contra homossexuais sobe para 92%.


Amigos da travesti Makelly Castro, assassinada este mês, durante manifestação contra a homofobia (Foto: Jailson Soares / O DIA)
O delegado geral James Guerra afirma que, a partir das informações coletadas por meio dos inquéritos policiais nos dez crimes ocorridos na capital, não é possível confirmar a existência de um serial killer de homossexuais. Isto porque, por enquanto, não foi constatada a coincidência entre os autores de quaisquer dos homicídios. "Na maioria dos crimes não foi confirmada motivação homofóbica, mas sim latrocínio ou crime passional", alega James Guerra.
  • Homossexuais/bissexuais mortos em Teresina em 2013
- Francisco de Cabral Neto - MAIO
Autoria: Fabrício Barros Castelo Branco, vulga Luana
Motivação: Rixa por disputa de ponto
Situação: Concluído pela Delegacia de Homicídios com pedido de prisão
- Arnaldo Teles dos Santos - MAIO
Autoria: Jaison da Silva Sousa, Nanã
Motivação: Latrocínio praticado pelo parceiro sexual
Situação do inquérito: Concluído pela Delegacia de Homicídios, aguardando devolução da Justiça
- Esequias Oliveira do Carmo - AGOSTO
Autoria: Joel Luis da Silva
Motivação: Latrocínio praticado pelo parceiro sexual
Situação do inquérito: Concluído pela Delegacia de Homicídios com pedido de prisão
- Denildson Alves Rocha, vulgo Rômulo - DEZEMBRO
Autoria: Indefinida
Causa mortis: ferimento por arma branca
Situação do inquérito: Em tramitação
  • Homossexuais/bissexuais mortos em Teresina em 2014
- Valdinei Martins dos Santos - ENTRE 31/12/2013 E 1º/1/2014
Autoria: Indefinida
Causa Mortis: Asfixia por estrangulamento
Situação do inquérito: em investigação
- Elizaberto Oliveira de Mesquita, vulgo Fernandinha - JANEIRO
Autoria: Francisco Fábio Rodrigues dos Santos, vulgo Nego Fábio
Motivação: Tentativa de assalto
Causa Mortis: ferimento por pedra
Situação inquérito: réu indiciado/preso.
- Paulo Roberto Lima dos Santos - MARÇO
Autoria: Indefinida
Causa mortis: ferimento por arma de fogo
Situação inquérito: Sob investigação na Delegacia de Homicídios
- Gerciane Pereira de Araújo - ABRIL
Autoria: Cleilson da Conceição Mendes
Motivação: Crime passional
Causa mortis: ferimento por arma branca
Situação do inquérito: Concluído, pedido de prisão preventiva, réu foragido.
- Antonio Gomes de Sousa Filho - JUNHO
Autoria: Alexandro Ribeiro Pereira
Motivação: sob investigação
Causa mortis: Ferimento por faca, tijolo e pedaços de madeira
Situação do inquérito: pedido de prisão preventiva
- Maciel Castro (Makelly Castro) - JULHO
Causa Mortis: asfixia mecânica
Situação do inquérito: em investigação
  • Homossexuais/bissexuais mortos no interior do Estado em 2014
 - José Wellington Gomes (José de Freitas) - MAIO
Autoria: adolescente é suspeito
Causa Mortis: traumatismo crânio encefálico
Motivação: em investigação
Situação do inquérito: em investigação. Suspeito está em liberdade
 - José Raimundo da Silva (Bocaina) - ABRIL
Autoria: não identificada
Causa Mortis: espancamento
Situação do inquérito: em investigação
 - José dos Santos Pereira Viana (São Raimundo Nonato) - JUNHO
Autoria - em investigação
Causa Mortis: arma branca
Situação do inquérito: aguardando resultado da perícia feita no local do crime.

Portal o Dia



Wellington Dias realizará caminhada em Parnaíba neste sábado (02)

 
O candidato pelo Partido dos Trabalhadores ao Governo do Estado do Piauí, Wellington Dias, representante da Coligação “A Vitória com a Força do Povo”, realizará sua primeira caminhada em Parnaíba, no dia 02 de agosto pela manhã, onde estará acompanhado por sua companheira de chapa, a candidata a vice-governadora, Margarete Coelho e lideranças que compõe o seu grupo político.

A caminhada será a oportunidade que o petista terá para o contato com a população parnaibana, onde defenderá, além do seu nome para o governo e de sua vice, o candidato ao senado da coligação, o ex-prefeito de Teresina, Elmano Ferrer e Dilma presidente, além dos candidatos federais e estaduais.

Fonte: Tacyane Machado / Proparnaiba

Zé Filho Moraes Sousa perde apoio de partidos de sua aliança em Parnaíba

Zé Filho Moraes Sousa só tem ao seu lado as embalagens porque o conteúdo tá todo indo para Wellington Dias.
É o que percebe-se em Parnaíba e região, pelo menos 04 partidos que oficializaram em coligação aliança com o “ZÉ” e o PSDB, nos municípios não seguem a cartilha da direção de seu partido, Vejamos o exemplo de Parnaíba, onde os partidos: PTC, PRB, PPS e PT do B seguem animadíssimos com o apoio dado a Wellington Dias e nesses ai tem até candidato a deputado estadual. 

É Mole !!!!!

Chamada Geral

terça-feira, 29 de julho de 2014

Deu no Facebook



Foto: Fan page Acorda Parnaiba 

Governo do estado abandona obra de duplicação da BR 316 e motoristas reclamam do descaso

Em setembro do ano passado, foi iniciada a primeira etapa das obras de duplicação da BR 316, com a terraplanagem indo desde a rotatória do bairro Esplanada até o posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF), na zona Sul de Teresina. Contudo, até o presente momento, a obra obteve poucos avanços, persistindo os congestionamentos na rodovia.
O agente de portaria João Lira Filho trabalha numa empresa localizada às margens da rodovia e acompanha a inércia da obra. Ele relata que a suspensão dos serviços se arrasta desde o início do período chuvoso deste ano, quando poucos trabalhadores estiveram realizando as etapas regularmente.
“Só foi feita essa raspagem na beira do asfalto. É uma obra válida para esse trecho, que está totalmente parada. Até às 9h da manhã, por exemplo, é grande o engarrafamento na BR”, descreve João Filho.
As intervenções, que estão paralisadas na saída Sul de Teresina, preveem a duplicação de um trecho que compreende 8,42 quilômetros, com investimentos do Governo do Estado na ordem de R$ 64.772.071,34. O prazo de execução da obra seria para 540 dias, a contar da assinatura da ordem de serviço, assinada ainda no mês de agosto do ano passado. Em meio ao período de campanha eleitoral, João Filho acredita que a obra continuará estagnada.
“Vai continuar tudo do mesmo jeito até o final dessa campanha. Moro próximo ao local e ainda estão sendo feitas as obras do rodoanel, que também estão paradas”, acredita. Durante a visita da equipe de reportagem de ODIA, nenhuma máquina ou trabalhador foram vistos no trecho.
Além da pavimentação, as obras de duplicação incluem as alças laterais e três viadutos, após a chamada “Rodoviária dos Pobres”, na saída do Residencial Esplanada, além de duas passarelas para pedestres. As obras serão realizadas em três etapas e estão orçadas num valor total, incluindo a duplicação, de R$ 71,8 milhões. A execução prevê ainda os serviços de drenagem, pavimentação, sinalização, paisagismo, remanejamento de serviços de utilidade pública, iluminação pública e proteção ambiental.
 Beto Marques

PARNAIBA: Encontro de formação continuada reunirá professores da Rede Municipal de Ensino

DSC02489A Secretaria Municipal de Educação realizará entre os dias 31 de julho e 02 de agosto o II Encontro de Formação Continuada, com o tema: “Na trilha do ensino de qualidade.” O evento acontecerá na quadra da Escola Municipal Roland Jacob.
O evento irá reunir os professores da Educação Infantil, Ensino Fundamental, Educação de Jovens e Adultos (EJA) e Educação Especial com objetivo de promover a formação dos docentes da rede municipal de ensino, contribuindo no aprimoramento profissional de forma democrática, reflexiva e compartilhada, conforme prevê o programa de formação continuada.
A Programação prevê palestras expondo temas motivadores, para conhecimento de novas perspectivas no ensino, reflexões sobre o Projeto Político Pedagógico (PPP), socialização das experiências vivenciadas pelo profissional da área e os desafios para o ensino aprendizagem. Também haverá momentos para as discussões. Confira a Programação abaixo:
Cronograma
31/07 (Quinta-feira)
1ª Palestra (18:00 às 22:00h):
Escola que Protege e Educa.
Palestrante: Prof. Dr. Francisco das Chagas Nascimento
Após a palestra daremos 20 minutos para discussões abertas ao público.
Intervalo (de 20:00 às 20:20);
2ª Palestra (20:20 às 22:00h)
Palestra: A Importância do Planejamento e Avaliação.
Palestrante: Profª. Dra. Ivana Ibiapina.

01/08 (Sexta-feira)
1ª Palestra:
Novos Comportamentos Geram Novas Posturas? Nós Professores Estamos Preparados?
Palestrante: Narjara Benício
Após a palestra Intervalo
2ª Palestra: (20:20 às 22:00)
Palestra: Cultivando Vínculos; Escola-Família-Comunidade
Palestrante: Ruthnéia Vieira Lima Costa

02/07 (Sábado)
1ª Palestra (18:00 às 20:00)
Palestra: Educação Especial: Diálogo e Suas Especificidades em Sala de Aula.
Palestrante: Viviane Fernandes Faria
Após a palestra teremos 20 minutos para discussão abertas ao público.
Conferencia – Fernanda Lima
Show de vitalidade – Pastoral do Idoso da Igreja Nossa Senhora de Fátima.

Comunicação Parnaiba

Senadores piauienses estão entre os mais influentes do país

Pesquisa: senadores piauienses estão entre os mais influentes do paísO Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap) do Congresso Nacional divulgou a lista dos deputados federais e senadores que possuem maior poder de influência no país. Desses, dois senadores são representantes do Piauí: o senador Ciro Nogueira (PP) e o senador Wellington Dias (PT).
O parlamentar progressista é apontado como sendo um bom articulador dentro do Congresso. O Diap considera articulador o parlamentar “com excelente trânsito nas diversas correntes políticas, cuja facilidade de interpretar o pensamento da maioria os credencia a ordenar e criar as condições para o consenso. Muitos deles exercem um poder invisível entre seus colegas de bancada, sem aparecer na imprensa ou nos debates de plenários e comissões”. Já o senador Wellington Dias (PT) é citado na pesquisa pela capacidade de formulação de propostas.
De acordo com o Diap, os chamados ‘cabeças’ são aqueles parlamentares que conseguem se diferenciar dos demais por se destacarem no exercício de habilidades como a condução de debates, negociações, votações, articulações e formulações. O órgão também qualifica os cabeças como sendo os parlamentares com maior senso de oportunidade, facilidade para conceber ideias, constituir posições, elaborar propostas e projetá- las para o centro do debate, liderando sua repercussão e tomada de decisão.
Entre os 100 parlamentares que comandam o processo decisório no Congresso, 63 são deputados e 37 são senadores. Ainda de acordo com a pesquisa, os partidos da base de sustentação do Governo (PT, PMDB, PCdoB, PDT, PR, PSB, PP, PSD e PROS) reúnem 69% dos mais influentes do Congresso. Destes, o PT lidera com 27 nomes, seguido do PMDB, com 15. Em seguida vem o PCdoB, com seis, o PDT e o PR, com cinco cada, o PSB e o PP, com quatro cada, o PSD com dois, e o PROS com um parlamentar.
Karliete Nunes - Jornal O Dia

INSEGURANÇA:Dez mil alunos estão sem aula em Luzilândia por conta de ameaça de chacina por foragido

As 26 escolas do município de Luzilândia estão com aulas paralisadas por conta de boatos de que um homem, identificado como Giovani Bento da Silva, estaria ameçando promover uma chacina. As aulas deveriam ter iniciado há duas semanas, mas os pais se negam a enviar os filhos às escolas por medo. 
O boato se espalhou depois de uma das prisões do suspeito, onde ele teria feito a ameaça a um dos policiais. Giovane disse que entraria na escola em que trabalha a filha do policial e a mataria. Após os boatos ganharem corpo, Giovane teria feito uma nova ameaça: entraria em uma das escolas para promover a chacina. O clima de insegurança e medo se instalou na cidade. 
Segundo o tenente Edson Neves, da Polícia Militar, até agora não existe nada de concreto, apenas os boatos que se espalharam pela cidade e tem deixado a população em estado de alerta. "Existe um mandado de prisão expedido contra ele por assalto. Estamos realizando diligências e buscas em parceria com a Polícia Militar do Maranhão e a Polícia Civil para tentar prendê-lo". O oficial conta ainda que Giovane já cumpriu pena por homicídio e estava em liberdade condicional. Seu primeiro homicídio teria sido praticado quando ele ainda era menor, aos 16 anos. 
A polícia já  procurou familiares de Giovane que dizem que ele fez contato por telefone, mas não sabem onde ele está. "Eles estão com receio de que ele seja linchado", afirmou Edson Neves.
Tanto as escolas públicas quanto particulares estão com as atividades paralisadas. O município não tem como repor as aulas perdidas por conta da reformulação do calendário letivo, devido as jogos da Copa do Mundo e a participação dos professores no Plano nacional de Formação de Professores (Parfor). 
cidadeverde

Regina rebateu Madison e falou que ele é uma indicação de Mão Santa

Regina rebateu Madison e falou que ele é uma indicação de Mão Santa
“A porta da frente sempre foi minha entrada em tudo o que trabalhei”, diz Regina Sousa (PT) em relação a agressões que João Madison (PMDB) disparou contra ela.
A suplente de senadora, Regina Sousa, do Partido dos Trabalhadores, considerando-se duramente atacada pelo deputado João Madson, do PMDB, na última sexta-feira (25) em razão de ter manifestado preocupação com a situação financeira do Estado e consequentes prejuízos para servidores públicos, rebateu a altura.
O parlamentar, que é líder do Governo na Assembleia Legislativa, rebateu as ponderações de Regina com “baixo calão”, na opinião da líder petista que, para responder, enviou nota ao 180graus com o seguinte teor: “Gostaria de comparar minha Carteira de Trabalho (aquela azulzinha) com a do deputado João Madison. Trabalho desde menina. Fui quebradeira de coco, plantava feijão e milho com meu pai para sustentarmos nossa família. Aos 15 anos, já dava aula particular (ensinava dever de casa) e, aos 16, trabalhava à noite na biblioteca da União Caixeiral, em Parnaíba, onde de minha mãe era zeladora. Em 1973, passei no vestibular para o curso de Letras, na Universidade Federal do Piauí. No ano seguinte, fui aprovada em concurso público para ser professora. Lecionei durante 15 anos para o Estado, começando como educadora do ensino primário e, depois, ensinando as línguas portuguesa e francesa. Durante oito anos, fui professora do Centro de Cultura Francesa".
E segue afirmando: "Em 1983, entrei para os quadros do Banco do Brasil através de concurso público. Cumpri tempo de serviço como bancária até me aposentar nessa instituição. Durante todo esse tempo de BB, consegui conciliar minha militância sindical. Fazia hora extra para ganhar folga, além de fazer serviços noturnos no banco para conseguir o tempo necessária à atividade de defensora da categoria. Por apenas três anos, fui liberada do Banco do Brasil em razão de ter sido eleita presidente do Sindicato dos Bancários do Piauí. Não fui assessora do mandato de vereador de Wellington Dias. Fui auxiliar dele quando assumiu o Parlamento Estadual, mesmo assim, dando meu expediente no Banco do Brasil. Minha aposentadoria do BB veio quando Wellington se elegeu deputado federal, ocasião em que fui assessorá-lo na Câmara Federal".
Regina disse hoje relembra do período em que fui escolhida por méritos para ser Secretária de Administração no governo Wellington Dias. "Época em que o deputado João Madson vivia a me elogiar", comenta, acrescentando: "Hoje, por circunstâncias eleitorais, ele desdiz as lisonjas mas, modéstia à parte, se ele conversasse com os servidores públicos do Piauí, iria perceber que eles não veem em mim o que ele disse na última semana. Foi nessa época, no governo do PT, que fizemos todos os planos de carreira. Outros podem até estar aperfeiçoando, mas a coragem de fazer foi minha, argumentando os benefícios com o então governador Wellington Dias e discutindo com os servidores a melhor metodologia".
Quanto ao fato de ser suplente do senador Wellington Dias, onde Madison disse que Regina quer ser senadora sem ter tido votos, ela também rebate: "Faz parte das regras eleitorais que o PT sempre tentou mudar, mas nunca alcançou a maioria para fazê-lo. Somente uma Constituinte exclusiva fará a reforma política necessária. A vulnerabilidade dos servidores atuais, ao contrário do que disse o deputado João Madison, é uma preocupação nossa e, por essa razão, a gente vem alertando desde abril, porque a Lei é clara e o que víamos era algo que iria complicar a vida dessas pessoas. Não queremos demissão de ninguém e gostaria de lembrar que admitimos 17 mil quadros através de concurso público ao longo de sete anos".
Por fim ela diz que gostaria de ouvir João Madison contar a sua trajetória de vida pública. "Até onde conheço – desculpem-me a falta de maior informação sobre o assunto, teve início no governo Mão Santa, quando ele foi agraciado com uma indicação. Hoje estou com 64 anos de idade e, pelo exposto, não hesito em me orgulhar de minha humilde, mas, determinada história onde a porta de frente sempre foi minha entrada em tudo que trabalhei".
180graus/Com informações da assessoria