quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Onda de invasões à terrenos públicos em Parnaíba cresce desenfreadamente após gestão de Mão Santa


O aumento de invasões à terrenos públicos  em Parnaíba tem sido uma tendência notável e crescente desde o inicio da gestão do prefeito Mão santa.
Neste momento, estão em execução 3 invasões de terrenos públicos no bairro são Vicente de Paula
A mais nova invasão iniciou na madrugada desta quinta-feira (19), no terreno onde será construído o Centro de Reabilitação do governo do estado, na Avenida Rosapolis.

Segundo alguns invasores, a orientação para as invasões está partindo de pessoas ligadas ao atual prefeito Mão Santa. 
Até o momento, a prefeitura de Parnaíba não se pronunciou e nem tomou nenhuma atitude para coibir as invasões.



Piauí recebe quase R$ 2 milhões em recursos para Saúde Mental

A Rede de Atenção Psicossocial do Piauí (RAPS) recebeu recursos no valor de R$ 1.742.675,28, provenientes do Ministério da Saúde, para ampliação dos serviços prestados pelas ações da área de Saúde Mental do Estado. Os recursos são de solicitação, em 2016, do secretário Francisco Costa, junto ao Ministério da Saúde, para a expansão da Rede de Atenção à Saúde Mental do estado e serão incorporados no bloco financeiro de Média e Alta Complexidade (MAC).
Para a utilização desses recursos, cinco serviços na área da saúde mental receberam habilitação por meio de portarias ministeriais publicadas no dia 17, no Diário Oficial da União (DOU). Trata-se de serviços de implantação de Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) e leitos de atenção psicossocial.
Foram contemplados os municípios de Picos (CAPS II), Cocal de Telha (CAPS I), zona Sudeste de Teresina (CAPS II), Simões (CAPS I) e Paulistana, com quatro leitos de atenção psicossocial no Hospital Regional Mariana Pires Ferreira.
A gerente de Atenção à Saúde Mental, Gisele Martins, enfatiza a expansão da Rede no Sul do estado, “garantindo, na região, o atendimento das pessoas com transtorno mental e implementando o cuidado no território de origem do paciente”.
De acordo com Gisele, os CAPS fazem parte da estratégia da reforma psiquiátrica que vem sendo implementada no país com a Lei Antimanicomial que dispõe sobre o redirecionamento da atenção à saúde mental “que antes era hospitalar para uma rede comunitária territorial e multidisciplinar, oferecendo um atendimento de acolhimento das pessoas em sofrimento psíquico”.
ccom

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

A "sinuca de bico" de Mão Santa

Resultado de imagem para mão santa

O prefeito Mão Santa  está numa “sinuca de bico” após ter decretado emergência no  município alegando uma situação inexistente. A questão é que os argumentos do atual prefeito geraram a desconfiança do Tribunal de Contas, que enviou auditores para Parnaíba para investigar o tal Decreto de Emergência  declarado por Mão Santa.

Agora , Mão Santa tem que se ”virar nos 30” para provar o que disse, ou ficará subentendido que a intenção era burlar a Lei e contratar sem licitação.

Emergência em Parnaíba causa desconfiança no Tribunal de Contas. Auditores chegam a qualquer momento

Conselheiro do TCE Jailson Campelo: "“Se houver essa comprovação  o Tribunal de Contas irá negar validade a esses decretos".
Auditores do Tribunal de Contas do Estado (TCE) deverão chegar a Parnaíba a qualquer momento para investigar os motivos que levaram o prefeito Mão Santa a decretar estado de calamidade, medida que autoriza o município a fazer grandes contratações sem licitação. O novo prefeito alegou que foi obrigado a decretar emergência devido à falta de suprimentos nas áreas da educação e da saúde, e problemas na limpeza pública. Mas, omitem que foi própria equipe de transição do atual prefeito que impediu a administração anterior de realizar as licitações necessidades ao funcionamento dos órgãos municipais no início deste ano, como pode ser comprovado pela memória do noticiário local dos meses de novembro e dezembro.
As desconfianças relacionadas à lisura do decreto de emergência em Parnaíba já chegaram ao Tribunal de Contas do Estado. O conselheiro Jailson Campelo falou à TV Clube de Teresina, em reportagem veiculada na noite desta terça-feira (17) das medidas cabíveis no caso de comprovação das suspeitas. “Se houver essa comprovação (de que o decreto é casuísta) o Tribunal de Contas irá negar validade a esses decretos, portanto as despesas terão que ser realizadas de acordo com o processo licitatório”, disse o conselheiro Jailson Campelo.
A reportagem da TV Clube adianta os motivos que fizeram o TCE-PI anunciar auditorias em diversas cidades. Sobre Parnaíba a reportagem foi clara: “Parnaíba chama a atenção do TCE por ser o segundo maior município e por não ter apresentado, segundo o acompanhamento feito pelo tribunal, uma situação tão crítica nas contas”, contextualizou a reportagem.
E POR QUE NÃO TEM LICITAÇÃO PARNAÍBA?
Embora aponte o dedo para a administração passada pela falta de contratos em vigor para a aquisição de produtos e contratação de serviços, foi a própria equipe de Mão Santa que impediu o prefeito anterior, Florentino Neto, de realizar processos licitatórios em várias áreas, como vinha sendo feito todos os anos, na última década em Parnaíba, para garantir o funcionamento dos órgãos públicos nos primeiros meses do ano seguinte.
Apoiado no seu Decreto de Emergência Mão Santa tem pesado a mão nas contratações, especialmente de equipamentos pesados para a limpeza pública quando, neste caso, ainda existia o contrato vigente da Empresa Santos e Nery. Familiares próximos do próprio Mão Santa estariam lucrando alto com as contrações sem licitação, por serem privilegiados prestadores de serviços.
Fonte TV Clube/a24horas
CLIQUE AQUI para ver a reportagem da TV Clube

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Tropa de Choque e Grupo de Intervenção Prisional montam base em presídios


O Governo do Estado do Piauí, por meio da Secretaria de Justiça e do Comando Geral da Polícia Militar, autorizou o deslocamento da Tropa de Choque da PM para a Casa de Custódia de Teresina. O objetivo é garantir, de forma preventiva, a segurança e ordem na unidade.
A Secretaria de Justiça também instalou base do Grupo de Intervenção Prisional na Penitenciária Regional Irmão Guido. Na Custódia, a Tropa de Choque conta com efetivo de 19 policiais militares. Já o Grupo de Intervenção, na Guido, tem apoio de 12 agentes penitenciários.
De acordo com o secretário de Justiça do Piauí, Daniel Oliveira, a medida está dentro do protocolo de segurança prisional adotado pelo Governo do Estado para evitar a ocorrência de distúrbios nas duas maiores unidades prisionais da Grande Teresina.
“Temos trabalhado, fundamentalmente, com ações preventivas, de modo a, estrategicamente, evitar e eliminar qualquer possibilidade de foco de distúrbios nessas duas unidades. Dessa forma, ao garantir a ordem nas unidades, garantimos a segurança da população”, pontua.
Ainda segundo o secretário, os demais presídios do Piauí também estão sendo reforçados na parte de segurança e inteligência. “Estabelecemos reforço para todas as unidades, intensificando os procedimentos protocolares de segurança”, ressalta.
ccom

Wellington Dias trata de investimentos com Embaixada do Brasil em Portugal

Em agenda na Europa, o govenador Wellington Dias visitou, nesta segunda-feira (16), o embaixador do Brasil em Portugal, Luiz Alberto Figueiredo Machado. Ele recebeu o governador acompanhado do conselheiro Pedro Paulo D’escragnolle-Taunay. Na ocasião, Dias dialogou sobre demandas na área cultural e na intermediação de negócios e investimentos empresariais piauienses e portugueses.
Para o embaixador brasileiro em Portugal, a visita do governador do Piauí amplia negociações e possibilidades de novos negócios internacionais. “É importantíssimo trazer a Portugal oportunidades de negócio e de investimentos. A embaixada sempre busca atrair investimentos portugueses para o Brasil. A vinda do governador com uma visão estruturada de oportunidades que se abrem para que capitais da Europa possam ir para o Brasil nos é vista sempre com muita disposição para dar todo o apoio”, afirma. 

Na agenda oficial a Portugal, Wellington Dias buscou novos investimentos internacionais para o Piauí. O intuito do governo piauiense é, por meio da Embaixada do Brasil em Portugal, mediar as negociações estabelecidas, fomentando novos intercâmbios econômicos e culturais. “Poder estar aqui tendo esse assessoramento da embaixada brasileira nos dá muita segurança nos entendimentos, principalmente com o setor privado e o governo português. Eles estão nos acompanhando nesses investimentos nessa área de parceria público-privada (PPP). Há um desejo natural dos portugueses em investir no Brasil”, destacou Dias.

Em Lisboa, Portugal, o Governo estadual esteve em reunião de negócios com a diretoria do Grupo Barraqueiro, um dos mais tradicionais em transportes de passageiros, mercadorias e logística da Europa. A intenção do governador do Piauí é atrair investimentos em mobilidade urbana em Teresina e a viabilização de rotas ferroviárias no Estado.

Durante o encontro, Dias destacou o interesse em desenvolver uma Parceria Público Privada (PPP) para viabilizar o Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) na capital piauiense e a conclusão da ferrovia que liga São Luís, Teresina e Fortaleza, além de um trecho de 300 km até Parnaíba.

Intercâmbio cultural e histórico
A embaixada brasileira propôs organizar um momento Piauí em Lisboa, em Portugal, em áreas em que os portugueses manifestam interesse, trazendo também investidores do Brasil que queiram tratar com investidores portugueses. “Também tratamos sobre a programação dos 300 anos de Oeiras, e a embaixada propôs de fazermos uma agenda que possa ter a cidade irmã de Oeiras em Portugal com a câmara de Oeiras. Da mesma forma um momento de Portugal tratado com o embaixador de Portugal no Brasil, com o governo do Brasil e do Piauí e com o próprio setor privado e nesse sentido”, adiantou o governador. A ideia é reunir investimentos públicos e privados também na área do turismo histórico, fator que unifica piauiense e portugueses.   
ccom

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

ZPE Parnaíba e Porto Seco podem ser beneficiados com mudança em lei

nova leiO secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e Tecnológico, Nerinho, reuniu-se com os representantes da Zona de Processamento de Exportação – ZPE Parnaíba e da Companhia de Terminais Alfandegados do Piauí (Porto PI), responsável pela instalação do Porto Seco em Teresina, para tratar sobre o projeto de lei 5.957/2013.
Esse projeto, que altera a lei nº 11.508/2007, será votado na Câmara Federal.  A lei 11.508 dispõe sobre o regime tributário, cambial e administrativo das Zonas de Processamento de Exportação. Caso aprovado o novo código, haverá a redução do percentual exigido da produção destinada à exportação, de 80% para 60%.
Uma empresa, para ter acesso às zonas de processamento e às isenções fiscais tributárias, administrativas, fiscais e cambiais, precisa ter 80% de sua produção destinada para a exportação. De acordo com o gestor da Sedet, a proposta que altera os percentuais será votada após o recesso parlamentar.
“A aprovação do projeto deve acontecer agora, com o fim do recesso, e estamos buscando o apoio da nossa bancada federal piauiense para que haja a aprovação, uma vez que as alterações na lei vão possibilitar a inserção daquelas empresas que não conseguiam fazer parte de uma ZPE, por não alcançar os 80% da sua produção para exportação, além de dar um aspecto mais competitivo ao mercado”, explica Nerinho.
Participaram da discussão, o presidente da Porto PI, Ted Wlson, e o diretor do órgão, Raimundo Castro; o presidente da ZPE Parnaíba, Paulo Roberto Cardoso;  o diretor da ZPE, Dinarte Porto; além do presidente da Associação Brasileira de ZPEs (ABRAZPE), Helson Braga.

a24horas

Vereadora Fátima Carmino destina emendas que garantem recursos para castração de cães e gatos em Parnaíba

Autora da Lei de Castração de caninos e felinos, a vereadora Fátima Carmino (PT), destinou o valor de 12.500,00 (doze mil e quinhentos reais) para a Ong Corrente do Bem e 12.500,00 (doze mil e quinhentos reais) para a Ong 7 Vidas. As duas organizações realizam trabalho voltado para a defesa e proteção da causa animal no município de Parnaíba.
O valor destinado tem como finalidade a celebração de convênio ou termo de parceria para a castração de caninos e felinos em Parnaíba, já que há grandes dificuldades por parte das duas Ong’s em executar as ações por não receber nenhuma ajuda do poder público e pelo fato da sala de castração ainda não ter sido implantada no município. 
De acordo com a parlamentar, a castração é uma importante prevenção, além de um ato de amor ao animal que vive mais tempo, evita ninhadas cujo futuro é incerto e ainda diminui a proliferação de tantas outras doenças por zoonoses.

Tacyane Machado - Ascom
Jornalista - DRT 2112/PI

Governador busca investimentos em Lisboa para transporte aéreo e ferrovias no Piaui

O governador Wellington Dias (PT) está em Lisboa nesta segunda-feira (16), onde tem uma agenda com o Grupo Barraqueiro. Ele se reúne com o empresário Humberto Pedrosa, presidente-executivo do Grupo e com o grupo Transportes Aéreos Portugueses (TAP). 
A intenção é buscar investimentos das empresas no Estado, na área de transporte aéreo, de ferrovias e metrôs. Um dos principais pontos que serão propostos pelo governador é a implantação de voos charter para Parnaíba, ligando a cidade do litoral piauiense a outras metrópoles regionais por meio de linhas aéreas alternativas.
Para o governador, a viagem a Portugal é uma oportunidade de atrair investimentos arrojados na área de transporte de cargas e passageiros para o Estado do Piauí. “Também vamos apresentar o nosso projeto de mobilidade urbana. Nós temos alguns eixos de mobilidade urbana, como é o caso da ferrovia de Teresina em direção a Luís Correia. Queremos encontrar um parceiro para investir no sistema metroviário de Teresina, por exemplo. Ou seja, a ideia de fazer uma apresentação para um grupo que tem bastante experiência nesta área e que já investe no Brasil”, completa Dias.

Detran realiza leilão de veículos com 3 carros e 151 motocicletas;detalhes

O Departamento Estadual de Trânsito do Piauí (Detran-PI) realiza, nesta terça-feira (17/01), a partir das 9h30, o 1º leilão 2017 de veículos em Teresina. Os arremates serão no auditório da Vip Leilões, localizado na avenida Dr. Josué de Moura Santos, 1111, bairro Pedra Mole, zona Leste da capital. São 151 motocicletas e três automóveis, todos aptos à circulação.
Qualquer pessoa, física ou jurídica, portadora de documento de identidade, CPF ou CNPJ e que não possua restrição judicial, está apta a participar do leilão. Os documentos deverão ser apresentados em cópia e original ao leiloeiro para confronto e autenticação.
Interessados em participar da modalidade online do leilão deverão se cadastrar previamente no site www.vipleiloes.com.br. Nas modalidades presencial e online é necessário o pagamento de caução no valor de R$ 1.000, por meio de cheque ou depósito bancário. Se houver arremate, o valor será descontado e não havendo, o valor será restituído ao participante.
Os bens arrematados podem ser retirados até 30 dias após a data de emissão do Termo de Quitação e Liberação de Lote, fornecido pelo leiloeiro.
leilão 17.01 interna.jpg
Com valores abaixo do mercado, os veículos leiloados pelo departamento chegam a ter preço, em média, 30% menor que o de tabela. Em 2016, o órgão realizou 14 leilões em todo do estado. Ao todo, 2.093 lotes foram disponibilizados para arremate somente neste ano.
Fonte: Com informações da Ccom

Governo vai implantar sistema de controle para diárias e passagens

A Secretaria de Estado da Administração e Previdência (SeadPrev) vai implantar o Sistema de Controle de Diárias e Passagens (SCDP), a partir do dia 1º de fevereiro. A princípio, quatro órgãos pilotos estarão envolvidos: SeadPrev, Secretaria da Fazenda (Sefaz), Controladoria Geral do Estado (CGE) e Agência de Tecnologia da Informação (ATI).
De acordo com o secretário da Administração, Franzé Silva, o sistema ainda está em fase de análise e testes até ser regulamentado, ainda este mês, pelo governador Wellington Dias, por meio de decreto. “Antes do sistema ser implantado, servidores indicados pelos gestores dos quatro órgãos vão participar de dois dias de treinamento”, comenta Franzé.
O sistema será gerenciado pela Secretaria da Administração e Previdência.  Servidores designados pelos órgãos participantes vão ter senha para acessar o sistema e fazer a operacionalização do pedido de aquisição das passagens aéreas e diárias.
Pelo processo, o órgão interessado faz o pedido de aquisição das passagens aéreas e das diárias, apresentando as justificativas e finalidades. Em seguida, a solicitação é lançada no sistema onde vão ser feitas três cotações. “Vai ser priorizada a que tiver menor preço”, explicou Franzé Silva.
Segundo o secretário, a solicitação de diárias também vai ser feita pelo sistema e independe do pedido de passagens aéreas. A tramitação de aquisição de passagens aéreas e diárias é tanto para servidores do Executivo estadual como para não servidores. 
“Além de sistematizar a aquisição de passagens aéreas, o governo vai poder monitorar e fazer com que as compras tenham qualidade e economia”, destacou o secretário Franzé Silva ao ressaltar que todos os órgãos estaduais devem implantar o SCDP até o fim de 2017, conforme estará determinado no decreto.
ccom

domingo, 15 de janeiro de 2017

Coordenador da Prefeitura de Parnaíba reclama de escuridão e lixo no bairro onde reside

O coordenador de relações com usuário lotado na Agência de Regulação de Serviços Públicos – ASERPA da Prefeitura de Parnaíba, o também líder comunitário José Estevam Correia Filho, utilizou o seu perfil pessoal na rede social Facebook para fazer duras críticas a gestão do prefeito Mão Santa.



Nomeado no dia 03 de janeiro por Mão Santa, José Estevam relata que o Parque José Estevão, comunidade onde reside, ainda não foi contemplado com nenhuma ação da atual gestão municipal. Insatisfeito, o líder comunitário faz vários desabafos como também atualizou postagens com fotografias que mostra o acúmulo de lixo.

Tacyane Machado/extraparnaiba 

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Dois membros da equipe de Mão Santa estão em rota de colisão


Escolhas pessoais da família Moraes Souza, o secretário de transportes, Mauricio Machado, indicação do ex-governador Zé Filho, e o coordenador de transportes,  Alan Pé de Pano, indicação do prefeito Mão Santa, estão em rota de colisão.
A divergência entre Mauricio e Pé de Pano tem criado um clima que está inviabilizando a convivência entres os mesmos devido as contantes discussões e disputa de poder no ambiente de trabalho. A "queda de braço" dos membros da equipe de Mão Santa dentro da Secretaria de Transportes  já está afetando os  serviços da pasta junto à Coopertramp e à população. Uma situação complicada pra uma gestão que se iniciou há pouco tempo.
A qualquer momento estourará uma bomba. 

Governo e comunidades planejam criar força-tarefa para combater crimes

Em breve a população piauiense poderá contribuir na elaboração do Plano Estadual de Segurança. O planejamento será construído através de colaboração entre órgãos de segurança pública, de justiça, universidades e sociedade civil. Uma dos encaminhamentos para a execução do plano estadual foi a primeira reunião do Gabinete de Gestão Integrada do Piauí (GGI-PI), que envolveu dezenas de instituições estatais e civis. O objetivo é criar uma força-tarefa estadual para o combate a crimes que vitimizam e afetam o desenvolvimento social.
Na reunião do gabinete integrado foram apresentados pela Polícia Civil os gráficos e mapas que apontaram um diagnóstico da criminalidade na capital e no interior. Os dados indicam uma concentração de ocorrências criminais em regiões determinadas. Sobre crimes de homicídios em Teresina, por exemplo, 50% dos casos incidem em 14 bairros dos 123 bairros da capital. Em nível estadual, 19 dos 224 municípios abrigam 50% dos crimes de homicídio. Parnaíba, Floriano, Picos e José de Freitas são, nessa ordem, os locais de maior número de assassinatos em 2016.

Mesmo com o crescimento geral no número de homicídios na capital e no interior, um diagnóstico positivo levantado pela Polícia foi o aumento do número de municípios sem registro de homicídios. Em 2015, 109 municípios não registraram esse tipo de ocorrência. Em 2016, 123 municípios não registraram casos de assassinato. No mesmo ano, o Piauí diminuiu a taxa de homicídios por 100 mil habitantes, se comparado ao ano de 2014, de 23,01 para 21,85.
A taxa de restituição de veículos roubados em 2016, em Teresina, também aumentou, chegando a 70% o percentual de automóveis recuperados.

Como os órgãos de polícia do Estado já podem acompanhar os crimes por georreferenciamento, os dados criminais podem ser conciliados a outras informações de diferentes instituições governamentais. O intuito é convergir as políticas públicas de segurança, fortalecendo sua execução e propiciando resultados mais eficientes.

“Diante desses dados podemos verificar o que está acontecendo, como é que anda a criminalidade, quais são os crimes mais frequentes, onde eles ocorrem e como são executados. A partir daí colocar isso em debate com a sociedade e a partir para tirar as propostas, as políticas públicas que serão realizadas. Queremos possibilitar que a sociedade acompanhe essas política pública nos 12 territórios de desenvolvimento e particularizar que tipo de evento acontece em cada um deles, que estrutura temos e o que precisamos”, reforçou a governadora em exercício, Margarethe Coelho, sobre a atividade.
Para as demais autoridades, o objetivo é democratizar a gestão em segurança pública no Estado e compartilhar decisões institucionais do governo e dos órgãos de segurança e justiça. Para os representantes do governo membros do gabinete, através de mecanismos públicos de tomada de decisões, comunidades podem auxiliar na resolução de problemas de segurança. Um exemplo de parceria são os conselhos comunitários de segurança, que já começam a atuar em parceria com órgãos institucionais.

De acordo com Teresinha Gomes, representante do Conselho Comunitário de Segurança Pública da Zona Norte de Teresina, o GGI surge como uma ferramenta de diálogo para gerar resultados práticos de prevenção e punição que vêm sendo debatidos pela população. “Para nós, o gabinete é justamente o resultado de muitas discussões que tivemos nessa gestão, entre os organismos da sociedade civil e o Estado. Isso é o resultado de muitas reuniões que tivemos nos bairros. Hoje ele se concretiza, o que vai possibilitar o desenvolvimento de várias ações que estamos discutindo nas comunidades”, pontuou.

O GGI-PI é coordenado pelo secretário de Segurança Pública, Fábio Abreu e tem como secretário executivo o delegado geral da Polícia Civil João Marcelo de Aguiar. A Secretaria de Segurança Pública garante que a ideia é ouvir cada vez mais as comunidades. “Essas reuniões serão cada vez mais periódicas. Queremos, primeiro, para traçar as metas e depois uma avaliação do que realmente conseguimos avançar nesse sentido. Vamos realizar plenárias no interior e em Teresina para elaborarmos um plano que atenda as necessidades da população”, afirmou o secretário Fábrio Abreu.

Para o subcomandante-geral da Polícia Militar, coronel Lindomar Castilho, o GGB-Pi também é importante por ligar os diferentes órgãos de policiamento, conciliando as polícias Civil, Militar, Rodoviária Federal, além das Forças Armadas. “Imagino que a partir das ideias apresentadas e das medidas que vamos tomar, iremos aperfeiçoar nosso sistema de segurança para o estado do Piauí”, detacou.

A elaboração do Plano Estadual de Segurança Pública é balizada na perspectiva de que a visão policial não é suficiente para traçar um plano de segurança. A iniciativa conta também com apoio de instituições acadêmicas como a Universidade Federal do Piauí, o Instituto Federal (IFPI) e a Universidade do Estado. “Podemos olhar o problema da criminalidade e da criminologia sobre várias perspectivas multi e interdisciplinares porque temos cursos nas diversas áreas do conhecimento. Estamos muito felizes em poder colaborar nessa discussão e em especial poder colabora com o Plano Estadual de Segurança”, agradeceu a vice-reitora da Uespi, Bárbara Melo.

O plano estadual também vai estreitar as políticas públicas de segurança com as políticas gerais de planejamento, através da Secretaria de Planejamento (Seplan), em consonância com o Fórum de Brasileiro de Segurança Pública e com parâmetros internacionais como o protocolo de Bogotá.

Estiveram presentes na primeira reunião do GGI-PI, além da governadora em exercício e da SSP, representantes da Polícia Civil, Sejus, Tribunal de Justiça, Defensoria Pública, Polícia Rodoviária Federal, Forças Armadas, Uespi, Ufpi, IFPI, APPM, Fundação Cepro, Seplan, OAB e Ministério Público, além de representantes dos conselhos comunitários de segurança pública.
ccom

CADÊ O PREFEITO? Motoristas denunciam semáforos com defeito em Parnaíba

Há quase quinze dias a frente da gestão, o prefeito Mão Santa e sua equipe ainda não conseguiram resolver problemas simples como a manutenção semafórica da cidade. Entre os locais afetados, o cruzamento da Avenida Pinheiro Machado com a Rua Samuel Santos, um dos trechos mais movimentados da cidade.
O cruzamento que tem um grande fluxo de veículos tem um semáforo com defeito há quase dez dias. A Secretaria de Trânsito ainda não mostrou serviço no município, já que nos últimos dias, houve denúncias de outros semáforos com defeitos como o que fica localizado no Balão do Mirante.

Por Tacyane Machado/ extraparnaiba