quarta-feira, 29 de junho de 2011

CONTOS , FÁBULAS E LENDAS: ALGUÉM ACREDITA?

As lendas, os contos e as fábulas estão classificadas por Regiões da provável Origem. São narrativas de natureza simbólica, inverossímel , imaginária (mentira, ilusão) de uma situação vivida por personagens(  animais), que alude a uma situação humana e tem por objetivo transmitir certa moralidade, como , por exemplo, a LENDA DO PAPAI NOEL,  A LENDA DO SACI PERERÊ, A LENDA DO BOTO ROSA. 



Informamos que algumas lendas, têm seu conteúdo forte, maléfico , algumas tem com personagens animais corruptos, mentirosos e gananciosos , como, por exemplo, A LENDA DO PORTO DE LUIS CORREIA, A LENDA DA  ZPE DE PARNAÍBA, A LENDA DOS TABULEIROS LITORÂNEOS.

                                    A LENDA DO PAPAI NOEL

 Conforme a lenda, Papai Noel mora no Extremo Norte, numa terra de neve eterna.  Papai Noel vive com sua esposa Mamãe Noel, incontáveis elfos mágicos e oito renas voadoras. A lenda popular diz que ele faz uma lista de crianças ao redor do mundo, classificando-as de acordo com seu comportamento, e que entrega presentes a todos os garotos e garotas bem-comportados no mundo na noite da véspera de Natal. Papai Noel consegue esse feito anual com o auxílio de elfos, que fazem os brinquedos na oficina, e das renas que puxam o trenó. A LENDA DO PAPAI NOEL EXISTE DESDE O SECULO XVII
                            A LENDA DO PORTO DE LUIS CORREIA

A obra foi iniciada  1976, ainda no regime militar, 1982 a obra foi paralisada  sem que se tivesse nenhuma expectativa de retomada . Em 1986, o então Governador do Estado Alberto Silva, conseguiu junto ao Presidente José Sarney a estadualização da obra. 
Em 1991, a apenas alguns dias de deixar a gestão do estado, Alberto Silva assinou um contrato de comodato com a empresa Inace – Indústria Naval do Ceará, que ao longo de 16 anos não fez absolutamente nada pela continuação da obra, embora tenha se comprometido em concluí-la e operá-la por um prazo de trinta anos.
Em 2007,o contrato foi rescindido unilateral , através de ação judicial. passado 4 anos da rescisão do contrato, o Porto de Luis Correia continua o mesmo amontoado de pedras de 1976, e que vem servindo no decorres dos anos como objeto de discurso politico- eleitoreiro. Já foram aplicados ali nada menos que 60 milhões de reais ao longo do tempo. A LENDA DO PORTO DE LUIS CORREIA EXISTE DESDE 1976
                                      A LENDA DO SACI PERERÊ
O Saci é um negro jovem de uma só perna, portador de uma carapuça sobre a cabeça que lhe confere poderes mágicos. 
Considerado uma figura brincalhona, que se diverte com os animais e pessoas, fazendo pequenas travessuras que criam dificuldades domésticas, ou assustando viajantes noturnos com seus assobios - bastante agudos e impossíveis de serem localizados. Assim é que faz tranças nos cabelos dos animais, depois de deixá-los cansados com correrias; faz as cozinheiras queimarem as comidas; ou aos viajantes se perderem nas estradas. A LENDA DO SACI EXISTE DESDE O SECULO XVIII.
                                  A LENDA DA ZPE DE PARNAÍBA

Zonas de Processamentos de Exportação – ZPE – são distritos industriais instalados com incentivos do Governo Federal em que as empresas neles localizadas operam com suspensão de impostos, liberdade cambial (não são obrigadas a converter em reais as divisas obtidas nas exportações) e procedimentos administrativos simplificados – com a condição de destinarem pelo menos 80% de sua produção ao mercado exterior.

A parcela de até 20% da produção pode ser vendida no mercado doméstico e pagará integralmente os impostos normalmente cobrados sobre as importações.
As ZPEs são o instrumento mais utilizado no mundo para atrair investimentos estrangeiros voltados para as exportações; colocar as empresas nacionais em igualdade de condições com seus concorrentes localizados em outros países; criar empregos; aumentar o valor agregado das exportações e fortalecer o balanço de pagamentos; difundir novas tecnologias e práticas mais modernas de gestão; e corrigir desequilíbrios regionais.
A instalação da ZPE de Parnaíba, no Estado do Piauí, foi confirmada em 1988. Em 30 de junho de 2010, foi assinado o Decreto autorizando sua criação. Em outubro, a Assembléia Legislativa autorizou o Poder Executivo a criar a empresa administradora da ZPE de Parnaíba. Desde o dia 20 de dezembro, está em atividade a Companhia Administradora da Zona de Processamento de Exportação de Parnaíba-PI S/A (ZPE Parnaíba). 
A ZPE será instalada em 313 hectares de terra, onde as indústrias irão produzir e exportar por 20 anos, prorrogáveis por mais 20, com 100% de isenção da cobrança de impostos.
A cidade de Parnaíba recebeu, nos últimos anos, mais R$ 44 milhões de reais em investimentos em abastecimento de água e saneamento básico. A LENDA DA ZPE EXISTE DESDE 1988
                           A LENDA DOS TABULEIROS LITORÂNEOS

Criado em 1988, o Distrito de Irrigação Tabuleiros Litorâneos do Piauí, Ditalpi, foi destinado à fruticultura por ter sua vegetação semelhante ao cerrado e por possuir uma temperatura de 27º, ideal para o cultivo de frutas e grãos.


O Ditalpi possui uma área de dez mil hectares encravados entre os municípios de Parnaíba e Buriti dos Lopes.
Quando(?) estiver totalmente implantado, o projeto terá uma área irrigada de 8,4 mil hectares. Na sua primeira etapa, já em funcionamento, foram implantados 2,5 mil hectares e agora estão sendo concluídas as obras da segunda parte, com 5,9 mil hectares. O investimento no local chega a R$ 227 milhões, recursos do PAC. A LENDA DOS TABULEIROS LITORANEOS EXISTE DESDE 1988.