quarta-feira, 23 de maio de 2012

Seca: metade dos municípios do Piauí já estão em situação de emergência

Cento e vinte e dois municípios, exatamente a metade dos municípios do Estado, estão em situação de emergência devido a seca que assola o Piauí desde o final do primeiro semestre do ano passado. Os novos números foram divulgados na manhã desta segunda-feira (21), pela Secretaria Estadual da Defesa Civil.
A maioria dos municípios fica no Semiárido, a região de menor índice pluviométrico do Estado e onde a água para abastecimento humano já começa a ser distribuída através de carros-pipa. A tendência é de que o número de municípios em situação de emergência cresça ainda mais.
De quinta-feira passada até esta manhã, protocolaram decretos de emergência na Secretaria Estadual da Defesa Civil os municípios de Acauã, Assunção do Piauí, Canto do Buriti, Cocal dos Alves, Cajueiro da Praia, Eliseu Martins, Nazaré do Piauí e Riacho Frio. Até o momento, o governo federal reconheceu os decretos de 93 municípios.
Para o técnico Expedito Soares, o número vai aumentar, porque ainda existem municípios da região do Semiárido, onde a seca é mais forte, que ainda não encaminharam os decretos. "Sem o decreto e o reconhecimento da emergência pelo governo federal, não podemos agir", explica ele.

Por determinação do governador Wilson Martins, a Secretaria Estadual da Defesa Civil iniciou a contratação de carros-pipa nos municípios onde a situação de emergência já foi reconhecida. Na primeira etapa, serão contratados 300 caminhões-pipa, que vão garantir o abastecimento d'água das comunidades mais afetadas pela seca.
Do programa de assistência do governo também fazem parte a distribuição de cesta básica, a compra de ração animal e a bolsa estiagem, que vai garantir R$ 400 aos agricultores que estão fora do Garantia Safra. Além disso, o governo liberou crédito para pequenos, médios e grandes comerciantes e criadores.