quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

W. Dias anuncia emergência em cinco áreas e corte de 50% em DAS



Em sua primeira coletiva, após o anuncio do secretariado, o governador eleito Wellington Dias (PT) confirmou nesta terça-feira (23) que decretará emergência em cinco áreas, que fará reforma administrativa e será obrigado a fazer cortes de 50% nos cargos comissionados. 
Ele decretará emergência na área da Segurança, Abastecimento de Água (Agespisa), Saúde, Assistência Rural e Instituto de Previdência.   
Segundo o governador, o secretário de Segurança, Capitão Fábio Abreu, já está preparando as condições técnicas para que ainda na primeira de semana de Janeiro, ele possa assinar o decreto de emergência na segurança.
“Queremos colocar toda a tropa da Polícia Militar existente na rua, integrada com a Polícia Civil e mais a Força Nacional que pediremos a presidenta Dilma ou se por ela autorizada o próprio Exército pelo menos para as fronteiras”, destacou Wellington Dias. 
Ele disse ainda que num primeiro momento irá chamar policiais inativos para dar conta da violência e depois chamar e qualificar concursados, além de integrar forças com a Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal para reduzir a criminalidade. 
O governador também vai decretar emergência na Previdência Social que, segundo ele, tem um débito de R$ 600 milhões. A vice-governadora Margarete Coelho (PP), juntamente com o presidente do Iapep, Marcus Stainer e outros secretários vão integrar um grupo de trabalho que tentará reverter essa situação.
Cidadeverde