terça-feira, 10 de março de 2015

População da Pedra do Sal não quer outro parque eólico


Diante da possiblidade da instalação de um novo parque eólico na praia da Pedra do Sal, a Prefeitura de Parnaíba encomendou uma pesquisa ao Data AZ por conta da insatisfação dos moradores daquela comunidade. Através da pesquisa realizada em fevereiro deste ano foi possível constar que os moradores reprovam as usinas eólicas pela falta de compromisso com aquela população.
As principais queixam estão relacionadas aos prejuízos na criação de animais, a mudança da vegetação, a poeira e a lama, o ruído, danos as moradias, a coleta de frutas para o comércio comprometida, o desmatamento da vegetação, o acesso restrito as áreas das torres, a falta de indenização, o desemprego, entre outros problemas. Diante da insatisfação da comunidade da Pedra do Sal, comprovada pela pesquisa, o prefeito Florentino Neto se reuniu na noite de segunda-feira (09/03) no colégio João Silva com os cidadãos para ouvir suas insatisfações.
Os representantes de associações expressaram a constrangimento com o desacordo e a falta de compromisso dos empresários dos parques que tem produzido a energia e o município, mais precisamente a comunidade, não tem recebido retorno, somente prejuízos. Segundo as associações, a comunidade da Pedra do Sal reprovou a postura dos empresários que instalaram as usinas, com compromisso quase nulo com a cidade.
O prefeito se posicionou a favor da população; falou do processo de regularização fundiária, das propriedades, que está em andamento; da futura transformação da comunidade da Pedra do Sal em um distrito e da exigência do que foi prometido e não foi cumprido. A intervenção será feita através do Ministério Público.
Proparnaiba