sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Clínica de Microcefalia do Ceir é a vencedora do Campeonato do Bem


O governador Wellington Dias participou, na noite dessa quinta-feira (26), da 12ª edição do Prêmio Piauí de Inclusão Social, promovido pela Rede Meio Norte e que divulga iniciativas que mudam a realidade de centenas de pessoas, com ações positivas, que estimulam o empreendedorismo, geração de emprego e renda, acesso à educação e ao mercado de trabalho e inclusão social.

Dentre os agraciados, a Clínica de Microcefalia do Ceir foi a campeã na categoria “governamental” e também a grande campeã da noite. Em 2013, o Ceir já havia recebido o prêmio principal, obtendo destaque com o projeto Reabilitação Desportiva. O projeto Pré-Enem Seduc, promovido pela Secretaria de Estado da Educação, recebeu menção honrosa pelo serviço prestado à comunidade.



Entre as 27 iniciativas que concorreram ao prêmio, foram escolhidas em cinco categorias empresas, organizações governamentais, organizações não governamentais, cooperativas/associações e empreendedores endividuais. Além dos prêmios conferidos às cinco categorias fixadas no regulamento, também foram agraciadas, com Menção Honrosa, pessoas e instituições que sejam reconhecidas como executores permanentes de inclusão e de promoção humana no estado do Piauí.

Governador na solenidade do Prêmio Piauí de Inclusão Social( Foto: Francisco Gilásio)A Clínica de Microcefalia do Ceir existe desde março de 2016, após o aumento de casos da doença no Brasil e também no Piauí para o tratamento da doença e apoiar os pacientes e familiares para a convivência com as limitações decorridas da má formação, com intervenções para aumentar os laços entre a família e paciente.  A clínica conta com profissionais capacitados e oferece serviços de fisioterapia, terapia ocupacional, fonoaudiologia, psicologia e serviço social e tem capacidade para atender até 200 crianças.

Para o diretor da Clínica de Microcefalia, médico Benjamim Vale, as famílias e, principalmente as mães, são os grandes vencedores e podem ser chamados de heróis. Na oportunidade, também agradeceu toda a equipe que soma esforços na tentativa de diminuir o sofrimento causado pela doença e usou as palavras de Platão para descrever todos que fazem este serviço com carinho. “O que faz andar o barco não é a vela enfunada, mas o vento que não se vê”, disse o médico.

Pré-Enem Seduc

Secretária Rejane Dias recebe prêmio pelo Pré-Enem Seduc( Foto: Francisco Gilásio)O Pré-Enem, realizado pela Seduc, também recebeu menção honrosa. “Quero dividir essa alegria com todos que fazem a Secretaria da Educação, com todos nossos professores, técnicos que fazem com muito amor. Por isso que os frutos aparecem e o Pré-Enem, na verdade, nasceu de experiências que nós fomos buscar em outros estados. Fomos inovando em algumas ações e, entre elas, podemos dizer o Passe Livre, onde possibilitamos que mais de 10 mil alunos pudessem fazer a prova no dia. E isso é muito importante porque os alunos deixavam de fazer a prova porque não tinham nem vale-transporte, tanto é que o Piauí foi o estado com maior presença de alunos no Enem do país. Tem destaque também com relação aos detentos. O Piauí, com relação ao número de detentos, comparado aos outros estados, é o que tem mais detentos estudando no país. Foi importante porque levamos revisões para lá, também", destacou o governador Wellington Dias.

O Governo do Estado é parceiro do evento desde a primeira edição. O governador  falou da importância de apoiar eventos como esse no Piauí. "A gente patrocina vários eventos, então, como não apoiar campeonatos do bem como esse? Nós temos intolerância, tantas coisas ruins que acontecem no dia a dia, acaba passando a impressão que não tem jeito, quando a gente abre os meios de comunicação e encontra coisas ruins. Mas naquilo que vocês fizeram e fazem, existe uma esperança. A gente tem que perceber que nem tudo está perdido, por isso que o Estado é parceiro do sistema nesse trabalho. Eu só tenho a agradecer e, como governador do Estado e em nome do povo do Piauí, agradeço a todos pela iniciativa e confesso que não queira estar no lugar de quem julgou, porque sei da dificuldade em escolher uma instituição ou empresa em meio a tanta coisa boa que temos no Piauí”, disse Wellington.