domingo, 12 de fevereiro de 2017

Governo garante início das aulas e pagamento acima do piso


Todos os alunos devem comparecer à escola em que está matriculado nesta segunda-feira.  A determinação é do governador Wellington Dias, que convida a todos os pais a levarem os filhos para escola e convoca os diretores e profissionais a receberem os estudantes.
Wellington afirma que o Governo atendeu as solicitações feitas pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sinte), pois o Piauí é o único estado do Brasil que já vem pagando acima do piso nacional.  A Lei federal estabeleceu regra para pagamento do piso nacional para professores, com reajuste de 7,64%. Então, o piso nacional foi 2.135 para 2.298. O Piauí já pagava acima do piso, o valor de R$ 2.634,65. Com o reajuste de 7,64%, o salário dos professores estaduais vai para R$ 2.836,93. “Esse valor está acima do piso nacional e também respeitamos a data-base, janeiro, concedendo a primeira parcela de aumento”, diz o governador.
Segundo o governador, o Governo paga acima do piso nacional e mesmo assim aplicou o reajuste de 7,64%, respeitou a data-base. Então, não há razão legítima para greve. “O movimento de greve é ilegal e descabido”, diz, afirmando que o Governo já atendeu as demandas pretendidas pelo Sinte.  No ano passado, segundo o governador, a Justiça considerou a greve dos professores ilegal, pois o piso nacional foi honrado.
O Governo já acionou a Procuradoria Geral do Estado para entrar com pedido de ilegalidade da greve. “Nossa prioridade é a educação, aplicamos o reajuste, honramos a tabela de pagamento e já tínhamos agendado com o Sinte uma reunião para abril para ver a possibilidade de antecipar a segunda parcela do reajuste, conforme o comportamento positivo das receitas e contas do Estado”, explica o governador, declarando que vem fazendo todo o esforço para conceder esse aumento.
Além da questão do pagamento do piso, o governador citou programas de valorização do profissional de educação, como  o programa de habitação e de premiação a escolas e profissionais por resultados alcançados.
O governador esclarece que o importante é chegar 2017 com o piso atualizado e o Piauí paga até mais, pagando a média das melhores escolas particulares.
Ccom