domingo, 12 de março de 2017

Assessor de Mão Santa se refere ao Parnahyba como “sanguessuga”. Diretoria do time responde com nota de repúdio

O assessor executivo da Prefeitura de Parnaíba, Gláucio Rezende Júnior, que até o ano passado era “defensor” do Parnahyba Sport Club, fez declarações ofensivas contra a equipe azulina. Os áudios de whatsapp chegaram ao conhecimento da diretoria e da torcida, que revoltados se pronunciaram sobre a fala do assessor.
Em um dos áudios, Glaucio Júnior diz que não vai mais incomodar o prefeito Mão Santa, Adalgisa e Gracinha por causa da “porra do Parnahyba”. Referiu-se também aos que compõe a direção, enfatizando que precisam “levantar a bunda da cadeira”, pois segundo ele, a prefeitura tem coisa mais importante para se preocupar.

Após repercussão, a diretoria do Parnahyba Esport Club lançou uma nota de repúdio. Veja!

NOTA DE REPÚDIO

A Diretoria do Parnahyba Sport Club em uso de suas atribuições, torna público a proibição da entrada no CT Petrônio Portela do Sr. Glaucio Rezende Júnior, também foi repassado aos nossos atletas e funcionários sobre a índole deste sujeito e os malefícios deste com a instituição Parnahyba.

O Parnahyba Sport Club é uma agremiação esportiva com mais de 100 anos de história e atitudes como a desse rapaz é digna de punição e repúdio.

Enquanto aos denegrimentos, o setor jurídico do clube já está em ação, tanto na esfera civil como na esfera administrativa perante a classe que o representa.
O Parnahyba é gigante e não é qualquer um que manchará a nossa história!

Parnaíba, 12 de março de 2017
João Batista dos Santos Filho
Presidente do Parnahyba Sport Club

Recentemente, o assessor se envolveu em outra polêmica, ao ser expulso do campo durante o jogo na partida do Parnahyba contra o Piauí pelo campeonato piauiense. O caso foi registrado na súmula da partida. 
O árbitro Lindomar de Araújo Oliveira relatou que expulsou de campo o repórter da Rádio Alvorada FM, Gláucio Júnior, após o profissional, na descrição do juiz, ter xingado o goleiro do time visitante logo depois do segundo gol do time azulino. 


Por Tacyane Machado