segunda-feira, 1 de maio de 2017

OPINIÃO: O aniversário do Parnahyba e o presente de grego do prefeito Mão Santa

Não tem jeito mesmo..!! Essa administração municipal realmente não tem compromisso com o esporte parnaibano. Alias, não tem compromisso com outros setores também, mas vamos ao que importa do momento que é o nosso glorioso e querido Tubarão do Litoral. Clube centenário, paixão do povo de Parnaíba, que hoje dia 01 de maio completa históricos 104 anos de existência e ganha como presente o desprezo e a falta de compromisso da Prefeitura Municipal de Parnaíba e seu Gestor, Mão Santa . Um verdadeiro presente de grego..!!
Quem pesquisa na internet e em outros meios de comunicação pensa que Mão Santa é um daqueles torcedores apaixonados pelo nosso clube do coração, que ajuda o time sem nenhum interesse. Como é de seu feitio, a mídia local ou chapa branca estampa em vários blogs e sites fotografias dele vestindo o manto sagrado, numa atitude demagógica, passando a ideia ao parnaibano desavisado que ele seria um fervoroso torcedor e que gosta do nosso time. Engano, quem torce e gosta não faz o que ele vem fazendo. Quem torce e gosta não age de forma omissa como ele está agindo. Quem torce e gosta não deixa que o time passe a pior situação financeira que já enfrentou.
Para se ter uma idéia, ano passado, sob a administração de Florentino Neto, nos quatro primeiros meses de 2016, o Parnahyba já tinha recebido 120.000,00, vindos de um programa fiscal criado para incentivar o esporte local em sua gestão. Pouco, é bem verdade, diante das ajudas que outras prefeituras ofertam a seus times que representam as suas cidades,  mas pelo menos o time podia contar com a ajuda do municipio. Hoje nao vemos interesse do prefeito Mão Santa em ajudar nosso time.
A Prefeitura de Picos, segundo consta, já repassou esse ano cerca de R$ 300.000,00 para a Sociedade Esportiva de Picos que caiu para a segunda divisão. A Prefeitura de Piripiri repassa mensalmente, a quantia aproximada de R$ 120.000,00 ao IV de Julho. O bom time de Altos recebe da Prefeitura R$ 200.000,00 (mensal) tendo destinado até agora quase R$ 500.000,00 ao clube. E nós..?? quanto recebemos da Prefeitura..??
Míseros R$ 60.000,00 deixados e empenhados pela administração passada. Ou seja, em quatro meses de campeonato Mão Santa destinou apenas R$ 60.000,00, liberados em janeiro e março. A metade do que repassou Florentino Neto no mesmo período no ano passado e muito menos que outros Gestores destinam aos clubes que representam as suas cidades. E olhe que o Parnahyba foi campeão do primeiro turno de 2017, título almejado por todos que participam do campeonato piauiense.
Ainda bem que temos um Presidente abnegado, que vive em função do nosso Parnahyba, que não mede esforço para levar adiante o sonho de sermos mais uma vez campeão piauiense de futebol profissional de 2017. Graças a sua equipe, conselheiros, jogadores, comissão técnica, colaboradores e uma torcida fiel e apaixonada, que comparecem a todos os jogos, o Parnahyba ainda respira - com ajuda de aparelhos é bem verdade - e com pouquíssima ajuda.
O Governo do Estado já sinalizou ajuda ao time quando de sua participação no campeonato brasileiro da série “D”, que se inicia em maio, onde o Parnahyba, juntamente com Altos e River são os representantes do Estado na competição que objetiva o acesso para uma vaga na série “C”.
Enquanto isso, segue o nosso Tubarão do Litoral, completando  mais um aniversário, trôpego, sem fôlego financeiro, vivendo de empréstimos para quitar suas dívidas que crescem a cada dia. Do frigorífico, passando pela luz do centro de treinamento, transporte, supermercado, até os salários dos jogadores (em atraso) tudo está pendente e não se vislumbra nenhuma solução. Mas infelizmente tudo isso acontece sob os olhares complacentes, impiedosos e omissos de quem poderia e deveria ajudar, mas prefere a demagogia e as promessas não cumpridas.
Feliz aniversário, Parnahyba Sport Clube. Esse ano não vai ter presente, ou melhor, vai ter um “presente de grego”. Obrigado Prefeitura Municipal pelo descaso com o nosso Tubarão .