segunda-feira, 5 de junho de 2017

TSE inicia nesta terça-feira (06) julgamento da chapa Dilma-Temer


Resultado de imagem para michel temerO presidente Michel Temer vai ser submetido a uma nova prova de fogo a partir de amanhã, com a retomada do julgamento do processo que pede a cassação da chapa presidencial eleita em 2014. Os olhos da nação se voltam para o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
Os adversários do presidente não têm dúvida quanto à sua condenação. Já os aliados se dividem quanto às suas chances de sobrevivência no julgamento da Justiça Eleitoral. O que é certo, mesmo, é que o TSE estará diante de um dos casos mais complexos de sua história.
A cassação da chapa foi pedida pelo PSDB, alegado abuso de poder econômico.  O julgamento foi interrompido no início de abril, após uma queixa dos advogados do PMDB e do PT em relação a um suposto cerceamento de defesa. O Ministério Público Eleitoral também pediu para colher os depoimentos dos marqueteiros João Santana e Mônica Moura, presos pela Lava-Jato.
Novo cenário
O julgamento será retomado em um cenário completamente diferente. O TSE, composto de sete membros, passou a contar com dois novos ministros, nomeados pelo presidente. Além disso, as respectivas defesas ressuscitaram a pressão para que o processo retomasse o escopo original — a campanha de 2014, desprezando delações que surgiram depois.
O complicador maior, porém, foi justamente a delação do grupo JBS, que levou o governo Temer ao chão.
coluna do zózimo