quinta-feira, 27 de julho de 2017

BURITI DOS LOPES: Ao som de Mastruz com Leite e Toca do Vale, público lota a primeira noite do ‘São João do Povo’

Uma multidão tomou conta da Avenida Lívio de Carvalho, na noite dessa quarta-feira (26), na primeira noite do XVII Encontro de Folguedos de Buriti dos Lopes, o “São João do Povo’. As bandas Toca do Vale e Mastruz com leite animaram o publico de mais de 8 mil pessoas, iniciando a primeira noite de uma das maiores festas culturais do Piaui.

As apresentações de quadrilhas regionais, bumba-meu-boi e danças culturais contagiaram a multidão que estava acomodada nas arquibancadas montadas na arena. A reapresentação da banda de musica do município também foi uma atração à parte. A quadrilha Rainha do Cangaço do povoado Estreito iniciou o concurso de quadrilhas, seguindo com balança Mais Não Cai e Lumiar de Parnaíba. O concurso ainda terá apresentações de outras quadrilhas na noite de hoje. As quatro melhores levarão uma premiação de R$ 8 mil reais.


O prefeito Junior Percy (PTB), prestigiou o evento do inicio ao fim, acompanhado da primeira dama e secretária de saúde Luda Percy, do prefeito de Caraúbas do Piauí, Caburé, vice-prefeito Jarbas Fortes, vereadores, secretários e demais autoridades politicas da região.


Junior Percy em seu discurso frisou que o “São João do Povo” já está marcado na historia do município, como uma das maiores festas culturais do Piaui. “Está sendo São João diferente e jamais visto aqui em Buriti dos Lopes, digo isto não somente pela estrutura ou pelos shows, mas pela valorização da nossa cultura. Está sendo muito bonito de se ver! Próximo ano faremos ainda melhor, este evento já está marcado no coração de cada buritiense”, destacou o prefeito.


Junior dedicou o sucesso do evento as equipes que trabalharam diuturnamente para a realização do evento. “Só temos a agradecer a Deus em primeiro lugar e a dedicação de toda uma equipe que está envolvida diretamente na realização deste evento” frisou o gestor. Hoje dia27, tem Cavalo de Pau e Brasas do Forró.


Fonte: Diário do Norte/Gil Rodrigues