quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Conheça os deputados piauienses que livraram Temer de investigação por corrupção passiva

Ontem, o parlamento brasileiro deu mais uma demonstração de vergonha perante a população. A base aliada do governo na Câmara dos Deputados decidiu não acolher a denúncia da Procuradoria-Geral da República, que pede a investigação do presidente Michel Temer por corrupção passiva.
A votação do relatório do deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG) terminou na última quarta-feira (02/08) com 263 votos a favor do arquivamento do pedido da PGR. A oposição obteve 227 votos, mas eram necessários 342 para que a denúncia fosse encaminhada ao STF. A votação teve ainda duas abstenções e 19 ausências.

Orientaram pelo voto contrário ao relatório, e a favor da investigação de Temer: PT, PDT, PCdoB, Psol, Rede, PSB, PMB, PHS, além, curiosamente, do PSDB – já que o autor do relatório é um tucano.

Favoravelmente ao relatório pró-Temer, indicaram: PMDB, DEM, SD, PSD, PR, PSC, PEN, PP, Podemos e PTdoB. 

Os deputados piauienses que votaram SIM pelo arquivamento do pedido da PGR foram: Iracema Portella (PP), Heráclito Fortes (PSB), Átila Lira (PSB), Paes Landim (PTB), Maia Filho (PSD) e Júlio César (PSD).