sexta-feira, 16 de março de 2018

Pesquisa Data AZ: Lula lidera com folga eleição para presidente e mesmo se não disputar seu candidato vence no Piauí

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) segue tendo um caso de amor muito correspondido com o eleitor do Piauí, segundo apurou a pesquisa doInstituto Data AZ realizada entre os dias  05 e 08 de março, sob encomenda do diretório regional do Partido da República (PR). 
Lula e Jair Bolsonaro lidera pesquisa para presidência (Fotos: reprodução internet)
Lula e Jair Bolsonaro lidera pesquisa para presidência (Fotos: reprodução internet)
Lula tem 46,5% das intenções de voto em sondagem espontânea. Mais que isso, tem capacidade de transferir seus votos: 61,25% dos entrevistados dizem votariam num candidato apoiado por ele.
O segundo colocado na pesquisa, Jair Bolsonaro tem 8,25% das intenções de votos – 5,6 vezes menos que o ex-presidente.
Marina Silva (Foto: Fabio Motta/Estadão
Marina Silva (Foto: Fabio Motta/Estadão
A ex-ministra Marina Silva aparece em terceiro, com 1,75%, meio ponto percentual acima do ex-ministro Ciro Gomes, que obteve de 1,25% das intenções de voto, percentual um pouco acima àquele conferido à ex-presidente Dilma Roussef (1,17%), que não será candidata.
O presidente Michel Temer foi lembrado por 0,75% dos entrevistados, enquanto nenhum outro candidato passou de meio ponto percentual.
A pesquisa Data AZ foi espontânea, quando o eleitor é quem sugere o nome do candidato de sua preferência. Não se aplicou a modalidade Estimulada porque os partidos ainda não registraram os candidatos na Justiça Eleitoral.
Se seis em dez eleitores (61,25%) do Piauí dizem que votam em um candidato apoiado por Lula, os que não votam em um nome apoiado por ele chegam a 23,83%, ou seja, perto de um quarto, ou um em quatro votantes.
Os que talvez votem em um nome apoiado pelo ex-presidente somam 11,75% e os que não sabem ou não opinam são 3,17%.

Menos de 3% dos piauienses acham Temer bom e ótimo

O índice dos conceitos positivos bom e ótimo do presidente Michel Temer entre os eleitores piauienses é de somente 2,83%, menos que o percentual dos que não sabem ou não opinam sobre o assunto, que somaram 3,42%, de acordo com o que apurou a Pesquisa Data AZ.
Michel Temer (Foto: reprodução facebook)
Michel Temer (Foto: reprodução facebook)
Os conceitos ruim e péssimo atribuídos à gestão do presidente somam 77,5%, enquanto 16,25% consideram-no regular.
Se Temer não consegue 3% de bom e ótimo, o governador Wellington Dias obtém um percentual 10 vezes maior na soma destes dois conceitos positivos. Para 29,92% dos entrevistados ele faz um bom (23,25%) ou ótimo trabalho (6,67%).
O conceito regular – que tanto pode ser aprovação quanto indiferença – soma 43,92%, enquanto os negativos péssimo (11,25%) e ruim (9,83%) somam 21,08%.
Os que não sabem ou não opinam sobre a qualidade do trabalho do governador somam 5,08%.
Se na soma dos conceitos positivos o governador atinge menos de 30%, na aprovação ao seu trabalho, a resposta é mais positiva: 53,33% dos entrevistados dizem aprovar a administração, contra 25,08%, enquanto 12,83% são indiferentes. 8,75% não sabem ou não opinam.

Confira os gráficos da pesquisa abaixo:

Ficha técnica da pesquisa

Número de entrevistas – 1.200.
Área pesquisa: 55 municípios em 12 territórios de desenvolvimento.
Nível de confiança: 95%.
Margem de erro: 2,8% para mais ou para menos.
Registro na Justiça Eleitoral: Nº BR-04620/2018,
Contratante: Diretorio Regional do Partido da Republica (PR) do Piauí
Estatístico Responsável: Laércio de Souza Araújo
Pesquisa liberada para divulgação a partir de 09.03.18
portalaz