sábado, 7 de abril de 2018

Realizada em Parnaíba, a primeira cirurgia por videolaparoscopia no Hospital Estadual Dirceu Arcoverde

Neste sábado (07/04), o Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (HEDA), dá um novo passo na história do atendimento em saúde pública. De acordo com a diretora do hospital, Adrízia Fontenele, a modalidade de cirurgia por videolaparoscopia, até então era oferecida em Parnaíba, somente por sistemas particulares ou por convênios, mas que a partir de agora a população poderá contar com este atendimento gratuitamente, pelo Sistema Único de Saúde (SUS).
Por meio do Programa Renova Saúde, do Governo do Piauí, o governador Wellington Dias e o secretário de Estado da Saúde Florentino Neto, entregaram equipamentos ao HEDA, que possibilitaram o início das cirurgias por videolaparoscopia, começando pelo procedimento cirúrgico de Colecistectomia, que é a retirada cirúrgica da vesícula biliar, realizado pela equipe composta pelos médicos Dr. Ângelo Reis e Dr. Paulo Augusto, o anestesista Dr. Antonio Filho, juntamente com a equipe de enfermagem do HEDA.
Segundo Neris Júnior, diretor da Unidade de Descentralização e Organização Hospitalar da Sesapi, o Estado está ampliando a disponibilidade desta tecnologia, para os principais hospitais do Piauí. Ainda segundo Neris Junior, essa é uma modalidade que muda para melhor a forma do procedimento cirúrgico, e o HEDA poderá aumentar a capacidade de atendimento em 20%, para esse tipo de cirurgia.

Outra vantagem destacada pelo diretor, é a redução do tempo de recuperação dos pacientes, que passam menos tempo internados em pós-operatório, reduzindo também riscos de infecções hospitalares, recebendo alta logo e retornando mais cedo para suas atividades normais em menor prazo de tempo.

Por Romualdo Neves
Imagens cedidas pelo HEDA