quarta-feira, 30 de maio de 2018

Justiça suspende licitação da iluminação pública realizada pela Prefeitura de Parnaíba

A juíza de Direito substituta da 4ª Vara da Comarca de Parnaíba, senhora Uismeire Ferreira Coelho deferiu mandado de segurança com pedido de liminar impetrado pela Citeluz Serviços de Iluminação Urbana S/A, que suspende o processo licitatório de iluminação pública da Prefeitura de Parnaíba. O mandado é contra ato do senhor Wellington Mariano Ost Lopes, presidente da Comissão Permanente de Licitação de Parnaíba. A decisão foi publicada na última terça-feira (29/05).
Imagem Ilustrativa
Conforme a liminar, o município de Parnaíba fez publicar no Diário Oficial do Município, aviso de Licitação na modalidade nº 08/2017, tipo menor Preço, tendo como objeto a contratação de empresa Concorrência Pública de especializada na prestação de serviços de melhorias, ampliação, eficientização energética do parque de iluminação pública e de prédios públicos, atualização de cadastro e reforma de rede de distribuição, com montagem de subestação para eventos em geral e ampliações da rede elétrica existente no município.

De acordo com a empresa, o instrumento convocatório possuía exigências à capacidade técnica das empresas licitantes, que prejudicam sobremaneira a participação desta no certame, consequentemente, a disputa direta com outras empresas, violando os princípios vetores da licitação, como legalidade, ampla competitividade, igualdade, maculando o processo licitatório e o tornando inviável ao alcance do interesse público.

A decisão informa que, a sessão pública estava prevista para o dia 29 de maio do corrente ano, às 9h, mas foi suspensa para que seja dada solução para os problemas apontados. Conforme a magistrada, a decisão foi tomada diante da possibilidade de ofensa a princípios da maior estatura, a exemplo, da legalidade, isonomia, imparcialidade, moralidade e eficiência, insculpidas na Constituição Federal.

Consta também que, na própria Constituição Federal, ao referir-se ao processo de licitação, em seu artigo 37, XXI, somente poderão ser exigidas qualificações técnica e econômica indispensáveis ao cumprimento das obrigações. Por essa razão, toda e qualquer exigência que venha a restringir a competição no certame licitatório, além de justificada e pertinente ao objeto, deve ater-se ao que permite a lei, face ao princípio da legalidade. Ademais, devem ser evitados formalismos e requisitos desnecessários, de modo a não ocasionar uma restrição ainda maior à competitividade.

Por Tacyane Machado - Blog Extra Parnaíba

terça-feira, 29 de maio de 2018

Governo traça ações para regularizar atividades após desabastecimento

Seduc mantém as aulas e faz monitoramento de escolas
O governador Wellington Dias reuniu-se, nesta terça-feira (29), no Palácio de Karnak, com os gestores de diversos órgãos estaduais para traçar um plano de ações que visa normalizar o abastecimento de combustível, alimentos e medicamentos no estado. A medida foi tomada após a redução do movimento de paralisação dos caminhoneiros e a desobstrução do Terminal de Petróleo, em Teresina.
Na capital, os manifestantes começaram a sair do terminal na segunda-feira (28) e os caminhões puderam seguir destino para abastecer postos, hospitais e escolas, no inteiror e em Teresina.
O abastecimento será feito aos poucos, com previsão de normalização em 10 dias. “É importante frisar que a desobstrução do Terminal de Petróleo foi feita de forma pacífica, sem uso de força policial. Agora temos que trabalhar para que as cidades sejam abastecidas o mais rápido possível, principalmente os hospitais e escolas. Mais de 200 carretas saíram rumo a todas as regiões do estado”, destacou Wellington Dias.
No Piauí, a crise de abastecimento afetou algumas áreas, principalmente por falta de combustível, o que dificultou o deslocamento de alunos e pacientes. No entanto, o estado foi um dos poucos que não teve restrições nos serviços de saúde, pois havia medicamento e insumos estocados que seriam suficientes para 7 a 15 dias.
Autoria: Redação CCom

Piauí possui a nona gasolina mais barata do Brasil, segundo Confaz

A crise de abastecimento de combustíveis que afeta o Brasil desde a semana passada, motivada pela paralisação e obstrução de vias deflagrada por caminhoneiros em todo o país, levantou questionamentos sobre as alíquotas de impostos que incidem sobre a gasolina e o óleo diesel no Piauí.
Segundo dados do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), instância responsável por fazer o levantamento do Preço Médio Ponderado ao Consumidor Final (PMPF), o Piauí possui a nona gasolina mais barata do país. Ainda de acordo com dados do Conselho, há 13 estados com PMPF maiores do que o do Piauí para o óleo diesel e outros 5 estados com PMPF maiores para o gás GLP, o gás de cozinha.

O valor de venda para fins de cobrança de ICMS tem como base o valor final repassado ao consumidor. No Piauí, em maio, o valor médio da gasolina é de R$ 4,40 por litro e R$ 3,53 para o óleo diesel.

Para manter o valor do preço médio final mais barato para o consumidor, a Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) envia a média ponderada considerando peso maior nos preços de Teresina, onde o valor do combustível é mais em conta em relação aos outros municípios piauienses. Desse modo, a Sefaz termina ajudando na redução dos preços.

De acordo com o superintendente da Receita da Secretaria de Estado da Fazenda, Antônio Luiz, o ICMS recolhido pelo Piauí por meio do consumo de combustível, representa 25% de todo o valor de arrecadação própria do Estado. Os valores arrecadados são fundamentais para o funcionamento de serviços básicos de educação e saúde. 

“No caso do ICMS, de tudo que chega para o Estado, 25% é repassado para as prefeituras. Além disso 20% é destinado para o Fundeb, o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação, outros 12% para a saúde e 25% para a educação”, explica.

Ainda segundo Antônio Luiz, a previsão de arrecadação para o ano vigente é realizada no ano anterior. A redução imediata destes valores e a manutenção das despesas gera um déficit fiscal.

“A redução da alíquota sobre o combustível não garante a redução do valor final para o consumidor, já que o valor do produto final é determinado pelos donos dos postos de combustíveis. O preço de venda é dado pelo mercado”, pontua Antônio Luiz.

Fonte: Ascom

segunda-feira, 28 de maio de 2018

URGÊNCIA: Criança internada na UTI do Heda precisa de doação de sangue

No último sábado (26), a menor Gabriele de Sales dos Santos, de 9 anos de idade, foi atropelada por um motoqueiro quando retornava para casa após o término de uma novena realizada na igreja. O acidente aconteceu na Comunidade Carpina. A criança foi levada para o Hospital Estadual Dirceu Arcoverde – HEDA, onde se encontra internada na Unidade de Terapia Intensiva da unidade de saúde.
Gabriele encontra-se em estado que aspira cuidados e precisa de doações de sangue para o seu tratamento. À quem possa colaborar, basta procurar o Hemocentro Regional de Parnaíba, localizado na Praça Antonio do Monte (Praça da Santa Casa) e realizar a doação em nome de Gabriele de Sales dos Santos.

Por Tacyane Machado – Blog Extra Parnaíba

Hospital de Floriano realiza encontros para falar sobre gestação e pós-parto

O complexo do Hospital Regional Tibério Nunes, em Floriano, conta com um Centro de Parto Normal – CPN, especializado no atendimento às gestações de risco habitual, onde o parto natural é incentivado e realizado com equipe multiprofissional. Em média, são realizados 60 partos normais por mês, de pacientes vindas de diversos municípios da região sul do Estado.
Uma das diretrizes do CPN é o acolhimento humanizado, desde a chegada ao ambiente até a alta. A coordenadora da unidade, a enfermeira obstetra Ana Márcia Miranda, explica que são usados métodos e práticas para incentivar o parto natural. “O uso de equipamentos, como bola suíça, a massagem relaxante, banho com água morna, exercício respiratório, ações que estimulam a evolução natural do parto, com menos dores e estresses”, afirma. 
Para reforçar os vínculos entre as pacientes e o ambiente da maternidade, agora foi adotada uma tradicional estratégia para acolhimento às mulheres: a conversa para falar sobre tudo que se relaciona a gestação. Em um momento em que as interações sociais são feitas mais em ambiente virtual, a proposta é aproximar-se mais das futuras mamães, conversando, tirando dúvidas e eliminando medos.
"Na roda de conversa falaremos sobre trabalho de parto, parto normal, humanizado, tiramos as dúvidas das gestantes em geral, além das intercorrência que podem ocorrer durante a gravidez e ainda no pós- parto. Também será falado sobre os direitos e deveres das gestantes, como ter acompanhante nesse momento tão especial”, diz a enfermeira.
Também serão apresentados os serviços na assistência às gestantes e aos bebês. “Vamos mostrar os alojamentos, o CPN, como é o atendimento. As equipes também vão mostrar o serviço de fisioterapia, nutrição, psicologia, fonoaudiologia, UTI Neonatal, caso o bebê precise”, conta Ana Márcia.
O Hospital de Floriano, além de ser uma referência na assistência em alta complexidade no interior do Estado, oferta também um serviço de excelência no atendimento materno-infantil. São dez leitos de UTI neonatal, o Centro de Parto Normal, com cinco leitos, a Casa da Gestante e ainda toda estrutura hospitalar para aqueles casos que demandem um atendimento especializado.
A primeira roda de conversa será realizada nesta segunda, 28, a partir das 8h, no Centro de Parto Normal, do Hospital Regional Tibério Nunes. A participação é livre, sem necessidade de inscrição, e é aberta a pacientes tanto do Hospital, como de unidades localizadas nos municípios vizinhos.
 
Autoria: Graciene Nazareno

Secretário da SeadPrev se reúne com o conselho da ZPE de Parnaíba

Pela primeira vez como presidente do Conselho de Administração da Zona de Processamento de Exportação (ZPE), o secretário de Administração e Previdência (SeadPrev), Ricardo Pontes, participou na sexta-feira (25) de reunião com a diretoria, em Parnaíba.
Na pauta, alteração e adequação do Estatuto Social e Regimento Interno nos termos da Lei Federal n° 13.303 de 30 de junho de 2016 (nova lei que regulamenta as sociedades de economia mista) e processo de alfandegamento do recinto aduaneiro em andamento.
Participaram da reunião o presidente da ZPE, Paulo Cardoso; diretor técnico, Dinarte Porto; diretor administrativo/financeiro, Carlos Teles; diretor comercial, Roger Jacob; e conselheiro Antônio de Pádua Brito.
ZPE
As ZPEs (Zonas de Processamento de Exportação) caracterizam-se como áreas de livre comércio com o exterior, destinadas à instalação de empresas voltadas para a produção de bens a serem comercializados fora do país, sendo consideradas zonas primárias para efeito de controle aduaneiro.
A Zona de Processamento de Exportação de Parnaíba está aberta a todos os empresários que tenham as condições exigidas e desejam aproveitar os incentivos para produzir bens para o comércio externo, notadamente naqueles setores mais ligados às nossas vocações econômicas, mas também em ramos inovadores que possam trazer tecnologia e desenvolvimento para o Piauí.
Agrocera
Na ocasião, o secretário Ricardo Pontes conheceu o depósito do empreendimento Agrocera - Indústria, Comércio e Exportação de Cera Vegetal, que atua no ramo de beneficiamento e exportação da cera da carnaúba, um dos principais produtos de exportações do estado. O empresário Marcelo Carvalho explicou como é feito o trabalho e fez sugestões ao governo para incrementar a ZPE de Parnaíba e transformá-la em celeiro de riquezas.
Ricardo Pontes afirmou que o governador Wellington Dias tem interesse em investir mais na ZPE. "Afinal, todos os envolvidos ganham com o progresso da ZPE de Parnaíba".
ccom

Agentes de endemias de Parnaíba sofrem perseguição e denunciam ameaças de cortes de salários

Desde março deste ano, agentes de endemias de Parnaíba, sob a gestão da Secretaria Municipal da Saúde estão sendo praticamente obrigados a trabalhar em longas distâncias de suas áreas de atuação habituais. A informação consta de que a estratégia está acontecendo sob pressão dos coordenadores da Prefeitura, inclusive com ameaças de cortes em seus salários, caso alguém se recuse a cumprir as ordens ou mesmo falte ao trabalho sem uma boa justificativa.
Imagem: Ilustrativa
O caso se dá devido à constatação da existência de muitos focos do mosquito Aedes Aegypti em bairros mais afastados para onde estão sendo destinados Agentes de Endemia que atuam em outras áreas, bem mais afastadas. A iniciativa de intensificar a atividade destes profissionais, com a finalidade de atender a comunidade em combate à Dengue e outras doenças é sã, não fosse o modo imposto pelas coordenações do setor, como relatam agentes que por cuidado em evitar represálias, preferem não se identificar.

E os agentes revelam ainda que por onde andam, a reclamação dos moradores quanto à atual gestão municipal de Parnaíba é espontaneamente generalizada. É o famoso ovo podre: por fora uma belezura, mas por dentro está apodrecido, fede.

Por Romualdo Neves

ABASTECIMENTO D’ÁGUA: Com mais uma máquina, Agespisa reforça obra da Baixa da Carnaúba

Com o objetivo de acelerar a execução da obra que levará água para a população da Baixa da Carnaúba e comunidades vizinhas, a Agespisa colocou mais uma retro escavadeira no local dos serviços.


As atividades estão sendo realizadas pelo Governo do Estado do Piauí através da Agespisa. A obra vai beneficiar cerca de 850 famílias e terá um investimento de mais de 2 milhões de reais. A adutora de água tratada atenderá as comunidades localizadas em torno da BR 343. São elas Km 08, Km 12, Km 16, Baixa da Carnaúba e Alto do São Cristóvão. A iniciativa faz parte do plano do governo de levar água potável a todos os municípios do Estado, garantindo qualidade de vida a toda a população.
Serão construídos 21 km de adutora de 150mm e 200mm de PVC defofo, uma estação elevatória de água tratada, a rede de distribuição, reservatórios e ligações domiciliares. Os recursos são oriundos do Governo do Estado e da Agespisa.

Por Tacyane Machado

sábado, 26 de maio de 2018

Secretário de Saúde faz plantão para monitorar problemas de abastecimento em hospitais

O Secretário da Saúde Florentino Neto passou a manhã deste sábado (26) monitorando os problemas de abastecimento de combustível.
Ele considera muito séria a questão do desabastecimento principalmente nos setores hospitalares.
A partir deste monitiranento a SESAPI já orientou aos Hospitais e Coordenaçôes Regionais a não utilização de veículos administrativos para priorizar ambulâncias.
A grande atenção é para com os medicamentos e oxigênio que estão em trânsito.
Az

quinta-feira, 24 de maio de 2018

A juventude parnaibana já teve esperança de um futuro melhor

Recentemente começou a circular nas redes sociais de forma viral, um vídeo com jovens de Parnaíba, em idade escolar, exibindo drogas e as colocando como referência do que esperam para seu futuro.  Este é o retrato do aparente não interesse de uma gestão pública municipal, sem espaço para o protagonismo juvenil em cenários favoráveis, vivenciando atividades saudáveis, que estimulem o desenvolvimento humano.

Florentino Neto, atual secretário de Estado da Saúde do Piauí, quando prefeito de Parnaíba criou e implementou o Programa Pró Estágio, iniciativa inovadora que contribuía com a inserção dos adolescentes e jovens de 14 a 24 anos, no mercado de trabalho.

Para ter acesso a uma vaga no programa, os estudantes deveriam estar devidamente matriculados em instituições públicas de ensino. Após uma seleção, eram encaminhados a espaços de estágios remunerados em empresas e órgãos públicos e/ou privados da cidade, com os quais a Prefeitura de Parnaíba firmava parceria. O poder público municipal era responsável pelo fardamento completo dos jovens, além de pagar a cada integrante do programa, metade do valor do estágio remunerado e a empresa ou órgão pagava a outra parte.

Mas diante de frequentes descasos explícitos com a educação municipal, por parte da atual gestão, testemunhando casos de falta merenda, de professoras que são destratadas pelo prefeito dentro das escolas municipais, diante de praças e outros equipamentos públicos como quadras poliesportivas abandonadas, principalmente na periferia da cidade, o que resta é o lamento pelo atual desmanche que a cidade amarga. Fica então a pergunta: o que mais podemos esperar?

Por Romualdo Neves

Governo investirá R$ 5 milhões para reforma e ampliação do Hospital de Luzilândia

O Hospital Estadual Gerson Castelo Branco, no município de Luzilândia, irá passar por reforma e ampliação em toda a estrutura. O investimento previsto é de aproximadamente R$ 5 milhões, recursos do Tesouro Estadual e do Ministério da Saúde.
Será reformada a área urgência, ambulatório, salas de observação, consultórios de suturas e consultas clínicas, o serviço social, toda a parte da acessibilidade, além da ampliação para 42 leitos.

Segundo o superintendente de Assistência à Saúde da Sesapi, Alderico Tavares, o grande objetivo da ampliação do Hospital Gerson Castelo Branco é a valorização do atendimento humanizado. “Será um novo hospital, totalmente reformado e ampliado, onde poderemos ofertar um melhor serviço à população”, comenta Tavares. 

Luzilândia já recebeu, este ano, investimentos na ordem de R$ 2 milhões pelo programa Renova Saúde, da Secretaria de Estado da Saúde. Foram entregues aparelho de anestesia, mesas cirúrgicas, poltronas, macas e aparelho de viodeolaparoscopia, que permitiu que o Gerson Castelo Branco se tornasse o primeiro hospital do interior do estado, da rede pública, a realizar esse tipo de procedimento menos invasivo, a viodeolaparoscopia. Alderico diz que já foram mais de 30 cirurgias videolaparoscópicas realizadas em Luzilândia.
Os projetos executivos da obra estão sendo finalizados e posteriormente será iniciado o processo de licitação. O primeiro depósito para o início da obra já está assegurado junto à Caixa Econômica Federal.

Fonte: Sesapi

Novo Data Center estadual vai hospedar sistema de investigação


Durante audiência na sede da Secretaria de Segurança Pública do Piauí nesta quarta-feira (23), o diretor geral da ATI-PI, Avelyno Medeiros e o diretor técnico David Amaral, trataram sobre a implantação do Sistema de Investigação de Registros Telefônicos e Telemáticos - SITTEL no estado com o secretário Rubens Pereira.

A parceria entre a Agência de Tecnologia da Informação (ATI) e a Secretaria de Segurança Pública será mais uma iniciativa do Governo do Piauí visando garantir mais segurança e modernização aos processos investigativos. A ATI deve hospedar o sistema em seu data center e adaptá-lo às necessidades das forças policiais do Estado. Com o sistema será possível ter mais celeridade nos processos de investigação criminal.

Participaram do encontro o Coronel Jorge Felipe, o escrivão Venceslau Felipe e o delegado Kleydson Ferreira.

ascom

Guardas patrimoniais de Parnaíba estão insatisfeitos com corte de horas extras

Mais um golpe contra os servidores! Dessa vez, os guardas patrimoniais de Parnaíba sentiram na pele o desrespeito contra o trabalhador. Tudo porque, o município “tesourou” cerca de 50% das horas extras da categoria.
Mas os guardas pretendem mandar o seu recado para gestão. Deverão sair das escolas municipais por volta das 5h. As unidades de educação ficarão sem vigilância até o início das atividades pela manhã.

Para o município, o corte é uma economia de R$ 125,00 (cento e vinte e cinco reais) por trabalhador. Para o servidor, faz muita falta, pois acrescenta na renda familiar. Para a comunidade, grandes prejuízos, pois sem vigilância, o número de arrombamentos tende aumentar.

Vale a pena economizar, Prefeitura de Parnaíba?

Por Tacyane Machado - Blog Extra Parnaíba

PT pode abrir mão da chapa pura por reeleição da senadora Regina Sousa


Senadora Regina Sousa (Foto: Cidadeverde.com)
A possibilidade da senadora Regina Sousa (PT) ser candidata à reeleição na chapa de Wellington Dias (PT) tem crescido. Essa mudança passa pelas negociações com relação à chapa pura.
A negociação seria que caso o PT desista da chapa pura, o caminho para Regina Sousa assumir a vaga estaria liberado. A mudança é discutida internamente no partido.
Apesar dessa possibilidade, a tese da chapa pura ainda tem o apoio da maioria dos petistas. 
Contrário a essa tese estão os petistas mais ligados ao presidente da Assembleia Legislativa, deputado Themístocles Filho (MDB).
O presidente estadual do MDB, Marcelo Castro, esteve reunido com Wellington Dias e levou reivindicações dos deputados. Sem o chapão, já tem deputado do MDB defendendo o apoio ao pré-candidato Luciano Nunes.
Para resolver esse impasse, Wellington coloca agora ao partido à possibilidade do nome de Regina. O objetivo do governador é evitar que a base se divida. 

Lídia Brito

quarta-feira, 23 de maio de 2018

Comissionados denunciam que Gracinha está obrigando-os a participar da visita dos ministros a Parnaíba

Servidores do município que possuem cargos comissionados entraram em contato com o Blog Extra Parnaíba para denunciar que foram “convocados” a participar da visita dos ministros da Casa Civil e Integração Nacional, Moreira Franco e Antônio de Pádua, respectivamente, que acontecerá nesta quinta-feira à cidade de Parnaíba.
“Mesmo sendo cargo de confiança, acho que a gente tem liberdade de escolher se quer ir ou não, mas foi uma ordem da secretária filha do prefeito”, relatou o servidor que não quis se identificar por medo de represálias. Quem não obedecer a ordem, poderá perder a portaria do município.

Por Tacyane Machado

Vereador Bernardo Lima amarga o "fogo amigo" da primeira- dama Adalgisa Moraes Souza

O vereador Bernardo Lima(PP), um dos maiores defensores da gestão do prefeito Mão Santa, está amargando o "Fogo Amigo" por parte  da primeira-dama Adalgisa Moraes Souza e seus assessores.
Segundo informações, uma advogada que presta serviço à Prefeitura de Parnaíba  foi orientada por Adalgisa a ingressar com uma Ação Judicial contra Bernardo Lima.

terça-feira, 22 de maio de 2018

Partidos políticos devem fazer convenções de 20 de julho a 5 de agosto

Medium votoyyyyyEm dois meses, partidos políticos poderão começar a realizar convenções para escolher oficialmente candidatos a presidente e vice-presidente da República, governador e vice-governador, senador e respectivos suplentes, deputado federal, deputado estadual ou distrital. De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), essas convenções devem ocorrer entre 20 de julho e 5 de agosto.
Depois, segundo o calendário eleitoral de 2018, eles têm até as 19h do dia 15 de agosto para apresentar ao TSE o requerimento de registro de candidatos a todos os cargos pleiteados. No dia 16 de agosto, ficará permitida a propaganda eleitoral.
Até lá, a partir do momento em que houver a deliberação da chapa na convenção e o registro dela, fica permitida a formalização de contratos que gerem despesas e gastos com a instalação física e virtual de comitês. O pagamento efetivo, contudo, só poderá ocorrer após a obtenção de registro de CNPJ do candidato e a abertura de conta bancária específica para a movimentação financeira de campanha e emissão de recibos eleitorais.
Pré-campanha
Antes da oficialização, há a possibilidade de efetivação da chamada pré-campanha. Essa etapa passou a ser legalizada pela minirreforma eleitoral de 2015, que reduziu o tempo oficial de campanha de 90 para 45 dias. A minirreforma introduziu, na Lei Geral das Eleições (Lei 9.504/97) a figura do pré-candidato, ao qual é permitido expor posições políticas e a menção à pretensa candidatura, mas não pedir votos.

O secretário judiciário do TSE, Fernando Maciel de Alencastro, explica que “está contemplada a divulgação de posicionamento pessoal sobre questões políticas, inclusive nas redes sociais”. A pré-campanha começou a valer nas eleições municipais em 2016, mas está mais difundida nesta, inclusive pela possibilidade de pré-candidatos arrecadarem recursos por meio de sites cadastrados pelo TSE.
A orientação geral para o período é de que nesta fase devem ser evitados gastos de campanhas. “Não se vê, nesse período da pré-campanha, previsão de prestação de contas. Se presume que não haverá gastos substanciais pelo menos”, explica Alencastro.
Limite de gastos
O dia 20 de julho é também o último dia para a Justiça Eleitoral divulgar os limites de gastos para cada cargo eletivo em disputa. Antes, no 31 de maio, o TSE divulgará, na internet, o quantitativo de eleitores por município, dado essencial para o cálculo do limite de gastos e do número de contratações diretas ou terceirizadas de pessoal para prestação de serviços referentes às atividades de militância e mobilização de rua nas campanhas eleitorais. Já no dia18 de junho será divulgado o montante de recursos disponíveis no Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC).

Agência Brasil

Secretaria de Estado da Saúde implanta Telemedicina no Hospital Dirceu Arcoverde em Parnaíba

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas em pé e área interna
O Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (HEDA) passa a contar a partir dessa segunda-feira (21/05), com a Telemedicina, um sistema de intermediação tecnológica, uma iniciativa do Governo do Piauí através da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), em parceria com a agência de Tecnologia da Informação (ATI), que contribui com mais melhorias para o atendimento aos pacientes que procuram o hospital, para tratamentos de saúde. A implantação do sistema no HEDA é a segunda etapa do Programa Telemedicina no Piauí.
A imagem pode conter: 1 pessoa, em pé e área interna
Na solenidade de implantação, o secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto destacou a capacidade do Piauí em modernizar os sistemas de atendimento em saúde, que desta vez por meio da internet e fibra ótica, juntamente com a atuação de profissionais da tecnologia e dos hospitais, por uma causa maior, que é a saúde pública. Florentino parabenizou as equipes dos dois hospitais, que passam contar com a possibilidade de otimizar e melhorar cada vez mais o atendimento à população piauiense.
Em seu pronunciamento, o Governador Wellington Dias destacou o esforço das equipes da Sesapi e da ATI, que apresentam resultados bastante satisfatórios a partir de uma tecnologia desenvolvida por agentes genuinamente piauiense, desta vez ligada a ações de saúde. Para o governador, este é um momento histórico para a Saúde do Piauí, que integra profissionais de dois grandes hospitais da rede pública Estadual, o Hospital Getúlio Vargas e Hospital Estadual Dirceu Arcoverde, na união e troca de experiências, que farão toda a diferença no atendimento das unidades e que atendem grade parte da população piauiense e também de outros Estados.
A imagem pode conter: 15 pessoas, incluindo Neris Junior e Pedro Pinto, pessoas sorrindo, pessoas sentadas
A nova ferramenta de trabalho, segundo Adrízia Fontenele, diretora do HEDA, descentraliza ainda mais o atendimento em saúde no Estado e além de dar ainda mais agilidade às constatações de diagnósticos, diminuirá também a freqüência de transferências de pacientes de Parnaíba, para a capital Teresina. 
Participaram da solenidade de lançamento do sistema de Telemedicina do HEDA, equipes do hospital compostas por médicos, residentes, administração e também convidados, que prestigiaram o evento que aconteceu simultaneamente em Teresina e em Parnaíba.

Romualdo Neves

BAIRRO SÃO VICENTE DE PAULA: Prefeitura abandona Praça dos Missionários Redentoristas


segunda-feira, 21 de maio de 2018

Caminhoneiros protestam contra alta do diesel em 10 estados

Caminhoneiros fazem protestos nesta segunda-feira (21) contra o aumento no valor do diesel. A última alta diária ocorreu na sexta (18), quando a Petrobras elevou os preços do diesel em 0,80% e os da gasolina em 1,34% nas refinarias. Foi o 5º reajuste diário seguido. A escalada nos preços acontece em meio à disparada nos preços internacionais do petróleo.
A Petrobras diz que as revisões podem ou não refletir para o consumidor final – isso depende dos postos. Segundo a Agência Nacional do Petróleo, do Gás Natural e dos Biocombustíveis (ANP), o preço médio do diesel nas bombas já acumula alta de 8% no ano. O valor está acima da inflação acumulada no ano, de 0,92%, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
No início da manhã havia atos em pelo menos 10 Estados: Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Paraíba, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo. Veja a seguir a situação em cada um deles:
Bahia
Manifestantes fecharam vias nas cidades de Amélia Rodrigues, Vitória da Conquista e Itatim. A concessionária ViaBahia informa que um trecho da BR-324, em Amélia Rodrigues, a cerca de 90 km de Salvador, foi interditado nos dois sentidos. Por volta das 8h, havia 12 km de congestionamento.
Interdições ocorrem também em dois pontos da BR-116: no km 814, em trecho da cidade de Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia, onde os dois sentidos da rodovia estão interditados; e no km 521, trecho de Itatim, também no sudeste do estado. Os manifestantes fecham os dois sentidos da rodovia no local.
Ceará
Um grupo de caminhoneiros bloqueou um trecho da rodovia BR-020 (Avenida Quarto Anel Viário), entre Fortaleza e a cidade de Maracanaú, na Região Metropolitana. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), caminhoneiros pararam os veículos no acostamento e queimaram pneus na pista. Foi formado um congestionamento de 5 km.
Espírito Santo
Manifestação deixou a BR-101 fechada por cerca de uma hora, no km 301, em Viana, na Grande Vitória. Equipes da PRF estiveram no local e fizeram acordo com os motoristas para que eles colocassem os veículos no acostamento e liberassem a pista. Houve lentidão no trânsito, por volta das 6h, mas a situação foi normalizada.
Protesto de caminhoneiros em Viana (Foto: Luciney Araújo/ TV Gazeta)
Goiás
Grupos de caminhoneiros fecharam várias distribuidoras de combustíveis em Goiânia e Senador Canedo, na Região Metropolitana. O protesto da categoria é em defesa da criação do piso para o frete pago pelas empresas, além de ser contra o aumento do preço do óleo diesel.
Caminhoneiros bloqueiam entrada de caminhões em distribuidora de Goiânia, Goiás (Foto: TV Anhanguera/Reprodução)
Minas Gerais
Uma faixa da Rodovia Fernão Dias no km 513, em Igarapé, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, foi fechada pelos manifestantes no sentido São Paulo.
Ainda na Grande BH, houve protesto no km 511 da BR-040, Ribeirão das Neves, na pista sentido capital mineira. No km 368 da BR-262, em Juatuba, também na Grande BH, a rodovia foi parcialmente fechada durante toda a madrugada.
A categoria se manifesta na Região da Zona da Mata, nos kms 699, em Barbacena, e 808 da BR-040, em Matias Barbosa.Em Oliveira, no Centro-Oeste, há protesto no km 617 da Rodovia Fernão Dias.
Protesto de caminhoneiros causa congestionamento em Minas (Foto: Reprodução/TV Globo)
Paraíba
Uma paralisação ocorre na Alça Sudoeste, em Campina Grande. Os manifestantes interditaram a BR-104, no sentido Campina Grande-Queimadas. A rodovia está sendo liberada apenas para os carros de passeio.
Paralisação bloqueou BR-104, em Campina Grande (Foto: Felipe Valentim/TV Paraíba)
Paraná
Na BR-116, em Quatro Barras, na Região Metropolitana de Curitiba, uma das duas faixas sentido São Paulo está interditada no km 67.
Manifestantes bloqueiam também uma faixa em cada sentido da BR-277 em Paranaguá, no litoral do Paraná, no quilômetro 6 da rodovia.
No norte do estado, na PR-090, na entrada para Assaí, caminhoneiros são proibidos de passar pela rodovia, apenas carros de passeio e ambulâncias têm liberação.
Rio de Janeiro
Os motoristas protestam no trevo da Rodovia Niterói-Manilha e também na altura de Campos dos Goytacazes, no acostamento da pista. Os protestos também acontecem na Via Dutra, altura de Seropédica, na Baixada Fluminense.
Às 6h26, o trânsito era intenso na Rodovia Washington Luís, altura de Duque de Caxias. Os caminhoneiros também fazem ato no acostamento do km 274, em Barra Mansa, acompanhados pela Polícia Rodoviária Federal.
Às 6h26, trânsito era intenso na Rodovia Washington Luís. (Foto: Reprodução/ TV Globo)
Rio Grande do Sul
Em São Sebastião do Caí, caminhoneiros chegaram a bloquear os dois sentidos da ERS-122, na altura do km 16, por duas vezes. Os bloqueios duraram 30 minutos. A PRF ainda não informou o tamanho do congestionamento nas ocasiões.
Em Taquara, manifestantes bloquearam o tráfego na ERS-020, queimando pneus às margens da rodovia. Na BR-290, a freeway, foi registrada queima de pneus embaixo do viaduto que dá acesso à fábrica da General Motors, em Gravataí, na Região Metropolitana de Porto Alegre. Por volta das 4h, o fogo havia sido controlado.
Outro ponto de protesto foi no trecho da BR-101, em Três Cachoeiras, próximo da divisa com Santa Catarina. Os manifestantes abordam caminhoneiros pedindo para aderirem à paralisação.
Caminhoneiros fazem protesto no RS (Foto: Polícia Rodoviária Federal/Divulgação)
São Paulo
Na Marginal Pinheiros, na capital paulista, quatro caminhões ocuparam as quatro faixas e seguiram bem lentamente para reduzir a velocidade dos veículos de trás. O protesto começou pouco antes da altura da Ponte Estaiada, no sentido Castelo Branco. Na Zona Leste, pelo menos 12 caminhões realiza um ato parecido na Avenida Jacu Pêssego. Uma ação semelhante também é realizada na AV. Escola Politécnica, no Jaguaré, Zona Oeste da cidade.
Um dos atos ocorre no km 160 da Dutra, em Jacareí, no Vale do Paraíba. Também há mobilização no km 101, em Pindamonhangaba. A passagem é bloqueada nestes dois pontos apenas a caminhoneiros e segue normal para os demais motoristas.
Caminhões fazem bloqueio nas faixas da pista expressa da Marginal Pinheiros, sentido Castelo Branco, em protesto contra preço dos combustíveis (Foto: Reprodução/TV Globo)
Fonte: G1

Wellington Dias vai a evento de partido que negocia com João Vicente

A agenda do governador Wellington Dias (PT) desta segunda-feira (21) se encerra com a participação em evento político que irá reunir lideranças do PRTB e PRP.  Apesar da base aliada já agregar um número significativos de partidos, para Wellington sempre haverá espaço para mais uma legenda.
 
É o caso do PRP. A direção do partido faz parte do grupo de 11 partidos que conversam com o ex-senador João Vicente Claudino (PTB). Porém, o presidente da legenda Laércio Borges, esteve recentemente no Palácio de Karnak, em reunião com Wellington, e agora o petista participa de evento da sigla.
 
Aliados afirma que a estratégia de Wellington é esvaziar o grupo de apoio a uma possível candidatura de João Vicente ao Governo do Estado. Em reunião realizada no mês passado, esses partidos chegaram a pedir que o petebista se lance candidato. 
 
A reposta de João Vicente deve ser dada hoje. Os partidos emergentes irão se reunir e discutir o número de pesquisa que foi encomendada pelo ex-senador. Com base nos dados do cenário político local, eles devem anunciar se apoio João Vicente ou se seguem outro caminho como o apoio ao governador Wellington Dias (PT). 

Lídia Brito- Foto:WilsonFilho/CidadeVerde.com

Sem ajuda da Prefeitura de Parnaíba, Fundação Ninho passa por dificuldades

Durante muito tempo a Fundação Ninho, em Parnaíba, ajudou muitas mães solo e adolescentes, contando também com a ajuda da Prefeitura, que destinava anualmente uma quantia em torno de 150 mil reais. Segundo criadora da Fundação, Zulmira Petronília Aguiar, 86 anos, havia um convênio que garantia um valor em dinheiro para a manutenção das atividades, mas foi cortada pela atual gestão.
“Falei com a Adalgisa de Moraes Souza, Secretária de Desenvolvimento Social e Cidadania e ela explicou que poderia ajudar com o valor de R$ 930,00 (novecentos e trinta reais), uma verba que vem através do Governo Federal. Voltei à fundação, reuni as mães com as crianças e expliquei a situação. E disse que no momento só poderia ajudar cada família com cestas básicas. E ficou acertado que sempre às sextas-feiras eu disponibilizaria uma cesta básica. E assim está sendo feito”, disse Zulmira Aguiar.
Com a voz emocionada e os olhos lacrimejantes, Dona Zulmira recebeu a reportagem do “Tribuna do Litoral” e relembrou com detalhes toda a história, desde o início da criação da Fundação Ninho, em 1983. A senhora de 86 anos é uma mulher que mudou a história de várias mulheres na cidade de Parnaíba.
Durante a entrevista, ela se emocionou ao falar da visão que teve, no início de tudo, com Nossa Senhora. “Nessa visão ela vinha ao meu encontro e eu pensava que era um retrato. Quando eu rodeei pela coluna, ela também veio pelo outro lado. Nesse momento eu falei pra ela: “minha mãe, enquanto vida eu tiver eu garanto que eu vou trabalhar pra você. Naquele mês de maio começamos o trabalho de evangelizar de casa em casa com um pequeno grupo, pregando a palavra de Deus”, relembra.
Foi na Rua Coronel Joaquim Antônio, que na época era local que possuía vários prostíbulos, que dona Zulmira focou em seu projeto de evangelização. “As minhas companheiras de grupo não passavam por essas ‘casas’ e então eu falei que aquelas pessoas eram as que mais precisavam ouvir a palavra. Foi quando as visitas começaram. Não foi um começo fácil, mas estava lançado o desafio”, relata.

Dona Zulmira viu que as prostitutas não tinham outra atividade além da vida noturna e resolveu ensiná-las atividades manuais como corte, costura, crochês e bordados. Todo material e máquinas eram da benfeitora. Para isso, alugou um bar que estava desativado próximo aos prostíbulos e então conseguia reunir no local, várias mulheres. Os cursos duraram dois anos até que o proprietário vendeu o antigo bar e ela teve que transferir a pequena escola para a garagem da sua casa.

“Foi uma briga com a minha família. Ninguém queria. Lá, além de catequizar as meninas, eu também recebia os filhos delas. Quando souberam que a escola ia fechar foi um “chororô”, mas não deixei isso acontecer. Eu queria que aquelas mulheres tivessem outra atividade, que aprendessem a fazer outra coisa porque aquela vida delas na noite não duraria por muito tempo”, conta a presidente da fundação.

Zulmira falou dos problemas que teve de enfrentar com as donas dos prostíbulos. Elas começaram a reclamar que as mulheres não estavam disponíveis aos clientes quando eles queriam.“Eu disse para as madames que as mulheres iriam ficar na escolinha, mas quando um parceiro chegasse elas iriam atendê-lo e eu me comprometi a dar até perfume. “Não estou aqui para acabar com o trabalho de vocês”, declarou.

A Fundação atendia até o ano de 2016, 30 mulheres e 30 adolescentes em dois períodos, manhã e tarde, no curso de corte e costura. Todas elas tinham direito a almoço, lanche e jantar, e ainda tinha um local adequado para seus filhos. Infelizmente, no ano de 2017 com a entrada do novo prefeito, não teve como manter o funcionamento da fundação.

Hoje a fundação só possui dois funcionários: Francinete Silva e um motorista que acompanha dona Zulmira. Atualmente, a instituição que chegou a atender cerca de 220 famílias, continua oferecendo café da manhã e uma sopa no final da noite para 30 moradores de rua. “Eu não poderia de deixar esses homens desamparados. Porque muitos não têm amor por eles e eu tenho. Quero dizer que esse local (a Fundação) não é de Zulmira, mas aqui é um lugar santo, do Senhor”, concluiu com sua bela lição.


Fonte: Camila Neto/ Blog do B.Silva

sábado, 19 de maio de 2018

Candidatos ao seletivo da Prefeitura Parnaíba estão preocupados com a falta de registro de pagamento de inscrição

Vários candidatos inscritos no processo seletivo da Prefeitura de Parnaíba entraram em contato com o Blog Extra Parnaíba para falar da preocupação quanto ao registro de pagamento da inscrição no site da organizadora do certame, o Instituto Legatus. De acordo com alguns inscritos, o pagamento foi realizado ainda no mês de abril, mas nada consta no site da empresa.
O seletivo visa o preenchimento de vagas no quadro de pessoal do município nos cargos de professor dos anos iniciais da Educação Básica, professor de Educação Física, professor de Inglês, professor de Ciências, professor de Artes, professor de História, professor de matemática, professor de Português e professor de Geografia.
O que mais tem preocupado os candidatos diz respeito à proximidade da data para realização das provas, pois deverá acontecer no dia 27 de maio do corrente ano. Um dos inscritos relata ainda, que o Instituto está descumprindo o item 5.7 do Edital, que dispõe, que em até 72 horas após o pagamento do boleto, a confirmação da inscrição pelo candidato estará disponível no endereço eletrônicowww.institutolegatus.com.br, no link “Confirmação de Inscrição”, disponível na página inicial do site.


Extraparnaiba

PARNAÍBA: Hospital Estadual Dirceu Arcoverde inicia Telemedicina segunda-feira


A Secretaria de Estado da Saúde, em parceria com a Fundação Estatal Piauiense de Serviços Hospitalares (Fepserh) e Agência de Tecnologia da Informação do Piauí (ATI), iniciam nesta segunda-feira (21) o Programa da Telemedicina no Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (HEDA), em Parnaíba. A teleconferência de abertura será realizada com o Hospital Getúlio Vargas (HGV) às 16h.
Imagem Ilustrativa
O programa tem a intenção de integrar os hospitais públicos do Piauí, por meio de mediação tecnológica e rede de fibra ótica, tendo como referência o Hospital Getúlio Vargas, referência em atendimentos de média e alta complexidade. “Um dos nossos objetivos é promover a atualização tecnológica dos nossos hospitais e a inserção de novas tecnologias, assim, teremos melhores condições de funcionamento nos hospitais, melhores condições de trabalho e consequentemente uma melhor oferta de serviços à população”, diz o secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto, explicando que o serviço será ampliado para Piripiri e Picos nas próximas etapas. 

Por meio de videoconferência e suporte de internet, os médicos e residentes do HEDA discutirão procedimentos, diagnósticos e prescrições com os profissionais do HGV.  A implantação da telemedicina em Parnaíba faz parte da segunda etapa do programa, o serviço já foi implantado em Floriano mostrou maior rotatividade de pacientes e redução da mortalidade. 

Será dado apoio a diversas especialidades médicas, dependendo da avaliação da gestão e locais dos hospitais, além de dar aos alunos das residências médicas do HEDA acesso à novas informações e contato com profissionais mais bem qualificados de todo Estado, tendo esse link direto com o hospital de referência de alta complexidade do Piauí,  que é o HGV, como explica Neris Júnior, diretor da Unidade de Descentralização e Organização Hospitalar. 

“Nesse primeiro momento a telemedicina vai atuar em diversas especialidades dentro do HEDA, como na neurologia, a parte de ortopedia, cirurgia geral e pediátrica e na parte de clínica médica. Com a telemedicina estaremos reforçando mais ainda a descentralização do conhecimento e das orientações técnicas da capital para os hospitais do interior”, completa o diretor.

Fonte: Sesapi