quinta-feira, 17 de maio de 2018

REGREDIU: A Parnaíba voltou 20 anos em 2

Recentemente, o Presidente da República, Michel Temer lançou em comemoração aos seus dois anos de desgoverno, o slogan “O Brasil voltou 20 anos em 2”. A frase caiu como “uma luva” para a desastrosa administração do interventor, que tem menos de 5% de aprovação, conforme recente pesquisa do CNT/MDA. O slogan também pode ser atribuído ao prefeito Mão Santa, pois “A Parnaíba voltou 20 anos em 2”.
Mão Santa trouxe de volta a velha política, que faz mal, adoece e destrói. A política do medo, do assistencialismo, da perseguição, da incompetência, da bajulação, da acomodação. São quase dois anos, dois longos anos para os parnaibanos que vem sofrendo as consequências da escolha de um ex-governador do Piauí, o primeiro do Brasil cassado por corrupção.

Escolas depredadas, servidores vítimas de assédio moral, falta de merenda escolar, escolas sem materiais básicos, escolas sem auxiliar de educação especial, professores contratados com salários atrasados, educadores ofendidos com nomes de baixo calão como “vagabundos e ladrões”, crianças tendo que comer alimentação estragada.

Ruas esburacadas, praças com verdadeiro matagal, prédios públicos abandonados, asfalto “estilo americano sonrisal”, pontes de acesso a comunidades caindo aos pedaços. Postos de saúde sem médicos, postos sem medicamentos e materiais básicos para o atendimento em saúde. Pronto Socorro Municipal sem a estrutura necessária para prestação de serviço a população. Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU com apenas uma ambulância e também, sem a estrutura devida para o atendimento aos parnaibanos. Os pacientes com câncer também tem sofrido com a redução de investimentos para dar o suporte necessário a eles na capital, Teresina.

O prefeito também disparou algumas “pérolas”, entre elas, que a cidade de Parnaíba não precisa do tratamento de câncer, pois não tem tradição para realizá-la. O gestor foi alvo de críticas até mesmo do ex-ministro da saúde, Ricardo Barros.

A desorganização da estrutura administrativa, com saída de inúmeros secretários. Na maioria dos casos, exoneração regada a muitas brigas e total descontrole emocional por parte de alguns que compõe o governo municipal. Filha e esposa do prefeito a frente de vários cargos. Um prefeito sem autonomia, que não atende e nem tem direito de ocupar o seu gabinete na Prefeitura. Uma total desmoralização para a cidade, desrespeito pela coisa pública!

Parnaíba regrediu! Voltou à época, da pintura de meio fio, foguetaria acompanhada pela Banda Municipal e distribuição de medalhas. Parnaíba realmente voltou 20 anos em 2!

Extra Parnaiba