terça-feira, 22 de maio de 2018

Secretaria de Estado da Saúde implanta Telemedicina no Hospital Dirceu Arcoverde em Parnaíba

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas em pé e área interna
O Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (HEDA) passa a contar a partir dessa segunda-feira (21/05), com a Telemedicina, um sistema de intermediação tecnológica, uma iniciativa do Governo do Piauí através da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), em parceria com a agência de Tecnologia da Informação (ATI), que contribui com mais melhorias para o atendimento aos pacientes que procuram o hospital, para tratamentos de saúde. A implantação do sistema no HEDA é a segunda etapa do Programa Telemedicina no Piauí.
A imagem pode conter: 1 pessoa, em pé e área interna
Na solenidade de implantação, o secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto destacou a capacidade do Piauí em modernizar os sistemas de atendimento em saúde, que desta vez por meio da internet e fibra ótica, juntamente com a atuação de profissionais da tecnologia e dos hospitais, por uma causa maior, que é a saúde pública. Florentino parabenizou as equipes dos dois hospitais, que passam contar com a possibilidade de otimizar e melhorar cada vez mais o atendimento à população piauiense.
Em seu pronunciamento, o Governador Wellington Dias destacou o esforço das equipes da Sesapi e da ATI, que apresentam resultados bastante satisfatórios a partir de uma tecnologia desenvolvida por agentes genuinamente piauiense, desta vez ligada a ações de saúde. Para o governador, este é um momento histórico para a Saúde do Piauí, que integra profissionais de dois grandes hospitais da rede pública Estadual, o Hospital Getúlio Vargas e Hospital Estadual Dirceu Arcoverde, na união e troca de experiências, que farão toda a diferença no atendimento das unidades e que atendem grade parte da população piauiense e também de outros Estados.
A imagem pode conter: 15 pessoas, incluindo Neris Junior e Pedro Pinto, pessoas sorrindo, pessoas sentadas
A nova ferramenta de trabalho, segundo Adrízia Fontenele, diretora do HEDA, descentraliza ainda mais o atendimento em saúde no Estado e além de dar ainda mais agilidade às constatações de diagnósticos, diminuirá também a freqüência de transferências de pacientes de Parnaíba, para a capital Teresina. 
Participaram da solenidade de lançamento do sistema de Telemedicina do HEDA, equipes do hospital compostas por médicos, residentes, administração e também convidados, que prestigiaram o evento que aconteceu simultaneamente em Teresina e em Parnaíba.

Romualdo Neves