sexta-feira, 11 de maio de 2018

Secretário de Parnaíba admite uso de 'din din' em merenda escolar

O secretário de Educação de Parnaíba, Carlos Eduardo, admitiu a distribuição de din din como merenda escolar na cidade. Ele afirmou ontem (09) que já foram resolvidos alguns problemas e afirmou que os lanches oferecidos aos estudantes são de qualidade.
“Servimos din din, sim, mas de polpa de frutas e com leite pasteurizado. O prefeito me chamou há 3 meses atrás e determinou que nós conseguíssemos implementar o leite pasteurizado das indústrias daqui, e assim foi feito. E é esse leite, produzido em Parnaíba, que está sendo servido nas escolas”, relatou.
  • Carlos Eduardo também falou da demora na entrega da merenda nas instituições de ensino. Ele explicou que tal fato decorre de nova licitação feita, há cerca de 15 dias, e que os fornecedores precisaram se adaptar às novas rotas. “Devido a essa nova adequação eles se atrapalharam um pouco na entrega, mas o serviço já está sendo feito a contento”, frisou.
O secretário de educação de Parnaíba também reconheceu a diminuição com os gastos para esses fins, mas garante que a qualidade da alimentação dos alunos está mantida. Também admitiu demora na entrega dos lanches, no entanto, segundo ele, a situação está mudando.
“Agora nós temos prazo para a entrega da merenda na escola. Antes não tinha e os fornecedores podiam entregar com uma semana, 10 dias. Agora não. Eles têm 48 horas, a partir do empenho e do pedido feito, isso vai dar celeridade.”, disse Carlos Eduardo.
Por fim, o representante da educação municipal disse que as informações sobre má qualidade na merenda escolar eram “boatos” e propagadas por “pessoas sem compromisso com a cidade”. “É gente com um pouco de dor de cotovelo”, atacou.
Victor Fernandes/viagora