sexta-feira, 1 de junho de 2018

Servidores da Seduc de Parnaíba realizam protesto em frente à Prefeitura de Parnaíba

Insatisfeitos e com denúncias de perseguições, servidores da Secretaria Municipal de Educação de Parnaíba, realizaram nesta sexta-feira (01/06) pela manhã, um ato de manifestação em frente à Prefeitura. No movimento apoiado pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (Sindserm), os participantes usaram de tribuna livre para relatarem fatos abusivos.


Um deles aconteceu com a zeladora Socorro Silva, que compartilhou a experiência de quando trabalhava na Creche Municipal Tia Mirtes, já na gestão atual do município onde sofreu claras perseguições inclusive com fraudes de provas contra ela, segundo conta, articuladas pela diretora da creche, que foi escolhida pela atual gestão municipal para ocupar o cargo.

Dona Socorro afirmou que não bastassem as perseguições e acusações levianas contra sua pessoa, e contra a profissional e servidora pública que é há aproximadamente 30 anos, ela precisou passar por diversos constrangimentos em reuniões na Secretaria Municipal de Educação, junto ao secretário da pasta.

O presidente do Sindserm, Leandro Lopes, reforçou publicamente o apoio irrestrito do sindicato ao caso da senhora Socorro Silva, como também a todos os casos relatados por servidores da Seduc, e a tantos outros em setores distintos da administração pública municipal, de responsabilidade da Prefeitura de Parnaíba. Leandro informou ainda, que o órgão gestor até agora só marcou reuniões para a próxima semana.

As manifestações tiveram início com um ato público quinta-feira (30/05) na Praça da Graça, quando reivindicaram o cumprimento da atualização do plano de carreiras, cargos e salários dos servidores administrativos da Seduc, cujo prazo dado pelo Ministério Público à Prefeitura de Parnaíba já esgotou e a gestão ainda não informou quais providências serão tomadas.

Por Romualdo Neves