terça-feira, 31 de julho de 2018

Coren-PI interdita unidade de saúde de Parnaíba por péssimas condições de trabalho

Em decisão publicada nesta terça-feira (31), no Diário Oficial da União, o Conselho Regional de Enfermagem do Piauí (Coren-PI) decidiu pela interdição ética das atividade do serviço de Enfermagem do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) AD III 24 horas. 


Resultado de imagem para mão santaA interdição iniciará nesta quarta-feira (01), a partir das 8 horas. Segundo a decisão, as atuais condições de trabalho do CAPS em Parnaíba colocam em risco a segurança e a saúde tanto dos profissionais de Enfermagem que ali atuam, bem como da população. A interdição deve seguir até que sejam atendidos todos os preceitos e requisitos legais inerentes ao serviço de Enfermagem. 


No entanto, a decisão também garante a continuidade da assistência em Enfermagem aos pacientes já internados na unidade de saúde.




Douglas Ribeiro

O encontro dos impopulares

Resultado de imagem para mao santa e temer

A noticia  da visita do presidente Temer ao prefeito Mão Santa surpreendeu  a cidade, foi a noticia da semana. Aliás, tomou todo mundo de surpresa. Ora, não é todo dia que se presencia um encontro desses, o presidente mais impopular do Brasil, que tem apenas 4% de aprovação, se encontrando com Mão Santa, que também amarga um alto índice de reprovação do parnaibano.
Mas, não é só a impopularidade que Temer e Mão Santa têm em comum, o governo de ambos são marcados por escândalos e coisas que até o capeta duvida.

Obra da ponte de Simplício Dias é retomada e será entregue neste semestre

Obra na ponte Simplício Dias é retomada


Os serviços estão orçados em R$4.841.224,24 e os valores são oriundos de recurso ordinário e operação de crédito. 

As obras de recuperação e reforço estrutural da ponte Simplício Dias foram retomadas pelo Departamento de Estradas de Rodagem do Piauí (DER). Os serviços estão orçados em R$ 4.841.224,24 e os valores são oriundos de recurso ordinário e operação de crédito.
A ponte possui 300 metros de extensão e está situada na rodovia PI 210 com a PI 116. No trecho que liga os municípios de Parnaíba e Ilha Grande. O melhoramento desta ponte, que foi inaugurada na década de 70, irá proporcionar mais segurança e conforto para os turistas e moradores destas cidades.

De acordo com o diretor de Engenharia do DER, Severo Eulálio, esta ação é de suma importância para a região. "Essa obra é de muita importância tanto do ponto de vista social, porque ela é responsável pela interligação com município de Ilha Grande, no litoral piauiense. A obra contribui para o deslocamento dos moradores da região, mas tem as duas grandes localidades que também são afetadas: o Porto dos Tatus, local de onde saem todas as embarcações para o Delta do Parnaíba; e a praia da Pedra do Sal, que tem grande produção de energia. Esses dois pontos são muito relevantes para o turismo do Piauí, pois recebem visitantes não só do Brasil, mas de todo o mundo", disse.

A obra faz parte do cronograma de ações de mobilidade urbana realizado pelo Governo do Estado do Piauí. A previsão de conclusão das obras recuperação da ponte Simplício Dias é de 120 dias.

GP1

Marcelo Castro diz que é "Fake News" boatos que irá trocar MDB pelo PT

O pré-candidato ao Senado, Marcelo Castro (MDB), afirmou nesta segunda-feira (30), em entrevista no Jornal do Piauí, que se trata de 'fake news' (notícia falsa) a informação de que trocaria de partido e poderia se filiar ao PT. O parlamentar também garantiu ser uma inverdades a informação de que líderes de seu partido estariam trabalhando para 'minar' sua candidatura e a do governador Wellington Dias (PT).
A informação chegou a circular nos bastidores da política nos últimos dias se baseia na proximidade de Marcelo Castro com a sigla, desde a época do governo Dilma.
"Eu tenho 68 anos, você acha que eu teria condição nessa altura da vida de sair do MDB? Jamais! Isso é fake news", garantiu. 
Sobre a possível divergência com líderes de seu partido, Marcelo disse que os líderes do partido seguirão os trabalhos de forma unida. A informação se deu após Themístocles Filho ter a vaga de vice negada pelo governador Wellington Dias.
"Usando uma linguagem moderna, muito atual, isso é 'fake news'. Evidente se perguntar: o Themístocles ficou satisfeito? Claro que não. Isso é normal de acontecer em política. Mas, ele é um político tem responsabilidade com seu partido, tem compromisso com seu estado, e todos nós vamos trabalhar juntos para dar continuidade a esse projeto que está dando certo para o Piauí", disse Marcelo.
 O pré-candidato elogiou a escolha de Regina Sousa, que disse ser uma pessoa capacitada e com experiência administrativa. Para o deputado, as críticas ao nome da senadora é preconceito pelo fato de ser mulher, negra e origem humilde.
"Essa reações são, em sua imensa maioria, preconceituosas, porque a Regina já foi testada e aprovada em sua competência", afirma.
Marcelo minimizou possíveis divergências com o grupo do senador Ciro Nogueira (Progressistas) e disse que irá trabalhar por ele na eleição.

Rodrigo Antunes/Foto: Catarina Malheiros

Contas públicas ficam negativas em R$ 13,491 bilhões em junho

dinheiroO setor público consolidado, formado pela União, os estados e municípios, registrou saldo negativo nas contas públicas em junho, de acordo com dados do Banco Central (BC), divulgados hoje (30), em Brasília.
O déficit primário, receitas menos despesas, sem considerar os gastos com juros, ficou em R$ 13,491 bilhões, resultado menor do que de igual período de 2017, quando chegou a R$ 19,552 bilhões.
O déficit primário de junho foi o menor resultado para o mês desde 2016, quando ficou em R$ 10,1 bilhões.
De acordo com o chefe adjunto do Departamento de Estatísticas do BC, Fernando Lemos, “a evolução das contas do setor público vem sendo bem positiva”. “A principal razão dessa melhora, em junho, foi o incremento de 2% nas receitas e retratação de 1,1 nas despesas”, disse Lemos.
Em junho, o resultado negativo veio do Governo Central (Previdência, Banco Central e Tesouro Nacional), que apresentou déficit primário de R$ 14,951 bilhões.
Desse resultado, a maior parte veio da Previdência, com déficit de R$ 14,513 bilhões. Por outro lado, os governos estaduais e municipais anotaram saldo positivo.
Empresas têm superávit
Os governos estaduais tiveram superávit primário de R$ 6 milhões, e os municipais, de R$ 347 milhões. As empresas estatais federais, estaduais e municipais, excluídas as dos grupos Petrobras e Eletrobras, registraram superávit primário de R$ 1,107 bilhão no mês passado.
No primeiro semestre, houve déficit primário de R$ 14,424 bilhões, contra resultado também negativo de R$ 35,183 bilhões em igual período de 2017.
Em 12 meses encerrados em junho, as contas públicas ficaram com saldo negativo de R$ 89,823 bilhões, o que corresponde a 1,34% do Produto Interno Bruto (PIB), a soma de todos os bens e serviços produzidos no país.
A meta para o setor público consolidado é de um déficit de R$ 161,3 bilhões neste ano. Os gastos com juros ficaram em R$ 44,450 bilhões em junho, contra R$ 31,511 bilhões no mesmo mês de 2017.
De janeiro a junho, essas despesas chegaram a R$ 202,976 bilhões, contra R$ 206,584 bilhões em igual período de 2017. Em 12 meses encerrados em junho, os gastos com juros somaram R$ 397,217 bilhões, o que corresponde a 5,94% do PIB.
O déficit nominal, formado pelo resultado primário e os resultados dos juros, atingiu R$ 57,941 bilhões no mês passado ante R$ 51,063 bilhões de junho de 2017.
No primeiro semestre, o resultado negativo ficou em R$ 217,4 bilhões, ante R$ 241,767 bilhões em igual período do ano passado. Em 12 meses, o déficit nominal ficou em R$ 487,041 bilhões, o que corresponde a 7,28% do PIB.
Dívida pública
A dívida líquida do setor público (balanço entre o total de créditos e débitos dos governos federal, estaduais e municipais) chegou a R$ 3,440 trilhões em junho, o que corresponde 51,4% do PIB, com aumento em relação a maio (51,3% do PIB).
No ano, a dívida líquida em relação ao PIB recuou 0,2 ponto percentual. Segundo o BC, essa redução ocorreu principalmente por conta da alta do dólar, acumulada em 16,6%.
A dívida pública cai quando há alta do dólar, porque as reservas internacionais, o principal ativo do país, são feitas de moeda estrangeira.
Em junho, a dívida bruta - que contabiliza apenas os passivos dos governos federal, estaduais e municipais - chegou a R$ 5,165 trilhões ou 77,2% do PIB, com crescimento de 0,1 ponto percentual em relação a maio.
Fonte: Agência Brasil
Edição: Kleber Sampaio
Por: Kelly Oliveira

segunda-feira, 30 de julho de 2018

Promotor instaura inquérito contra o prefeito Mão Santa



Mão Santa

De acordo com a denúncia, a prefeitura de Parnaíba estaria deixando de reabastecer os estoques de medicamentos obrigatórios para a atenção básica e no Pronto Socorro municipal.


O promotor Maurício Gomes, do Ministério Público do Estado do Piauí, instaurou um inquérito civil contra o prefeito Mão Santa após receber denúncia de que a prefeitura de Parnaíba estaria deixando de reabastecer os estoques de medicamentos obrigatórios para a atenção básica no Pronto Socorro municipal.

Na portaria do dia 19 de julho, o promotor afirmou que a “falta de abastecimento é indício de potencial ineficiência administrativa municipal no controle de seus estoques públicos de medicamentos de dispensamento obrigatório, expondo os usuários do sistema único de saúde a situações vexatórias e a risco de agravamento da saúde, por falta de medicamentos básicos”.

Ele então solicitou que a secretaria de Saúde de Parnaíba informe sobre seu sistema de controle de estoques e distribuição de medicamentos obrigatórios para a atenção básica. O promotor ainda pediu ao Ministério da Saúde informações sobre a utilização pelo município de Parnaíba do sistema “Horus” ou de outro similar, de controle de estoques de medicamentos.
Maurício Gomes também solicitou que seja realizada uma inspeção no Pronto Socorro municipal de Parnaíba, para saber a regularidade e disponibilidade de medicamentos obrigatórios para o serviço de saúde prestado e pediu que o prefeito Mão Santa seja notificado para se manifestar sobre o assunto.
“O estoque, logística e distribuição de medicamentos compõem ações indispensáveis ao regular e perene dever público municipal de garantir a sua população e usuários do SUS, medicamentos da atenção básica”, pontuou o promotor.

Outro lado
Mão Santa não foi localizado pelo GP1.

GP1

O boicote à pré-candidatura de Cassandra Moraes Sousa


Resultado de imagem para cassandra moraes souzaBoicote? Aliados do prefeito Mão Santa preparam uma espécie de boicote à pré-candidatura de Cassandra Moraes Souza, filha de Mão Santa, na chapa de Luciano Nunes. A pré-candidatura de Cassandra vem sendo minada pelo grupo liderado por Zé Filho, que tem um grande interesse em emplacar o nome da deputada Juliana Moraes Souza como candidata a vice-governadora na chapa do tucano.

Cassandra tem sido alvo de  matérias publicadas nas redes sociais e blogs ligados a Zé Filho, principalmente no Blog do Pessoa, que é de propriedade do vereador Carlson Pessoa, defensor ferrenho da pré-candidatura de Juliana ao cargo de vice. Recentemente, uma das filhas de Mão Santa fez um comentário nada amistoso em uma postagem de Carlson Pessoa.

Analistas políticos acreditam que o racha dentro da Familia Moraes Souza  não está muito longe de acontecer.



Partidos finalizam convenções neste final de semana

Encerra neste domingo (05) a data das convenções 2018. No Piauí, a maior parte dos  pré-candidatos  deixou a realização do evento, que homologa as candidaturas, para os últimos dias do prazo. As legendas do governo e oposição irão se  dividir entre os dias 03, 04 e 05.
A convenção do PT irá ocorrer na sexta-feira (03). O evento terá início às 14 horas e irá ocorrer concomitante às convenções de siglas aliadas como o Progressistas, MDB, PR, PSD entre outras.
No evento, o nome do governador Wellington Dias será homologado e a chapa majoritária será apresentada. A senadora Regina Sousa (PT) será a vice, o senador Ciro Nogueira (PP) irá concorrer à reeleição e o deputado Marcelo Castro (MDB) irá concorrer à segunda vaga de senador.
No dia seguinte, sábado (04), será a vez da oposição. O deputado Dr. Pessoa será confirmado como candidato a governador pelo Solidariedade. A composição da chapa do parlamentar ainda não está definida. Nesta semana, ele tem conversas com os partidos aliados para fechar a questão.
Dr. Pessoa tem a expectativa que PRB e PTC saiam da base governista e indiquem os nomes dos dois senadores. O nome do vice deve sair de uma aliança de partidos emergentes como PV, PRP e Podemos.
No domingo (05), a oposição fecha a temporada das convenções. O tucano Luciano Nunes realiza a convenção ao lado de partidos aliados como o DEM e o PSB. Na chapa do deputado falta apenas fechar o nome do vice. A expectativa é que a delegada Cassandra Moraes Sousa, filha do prefeito Mão Santa, assuma o posto.
Confira as datas e local das convenções:
PT  e aliados 
Dia: 03
Local: Atlantic City 
Horário: tarde 14 horas
PSDB, DEM e PSB
Dia: 05
Local: Atlantic City 
Horário: 8 horas
Grupo dos emergentes
Dia: 03
Local: Câmara 
Horário: 9 horas
PLS/PROS
Dia: 04
Local: Plenarinho Câmara de Vereadores
Horário: 9 horas
PRB
Dia: 04
Local: Diferencial  Buffet
Horário: 14 horas
Solidariedade
Dia: 04
Local: Atlantic City
Horário: 8 horas
Lídia Brito/cidadeverde

"Ninguém é obrigado a ficar na coligação", diz Regina Sousa aos insatisfeitos

A senadora Regina Sousa (PT), que foi anunciada como pré-candidata a vice-governadora, avisa que não será coadjuvante. Em entrevista ao Notícia da Manhã, a petista reagiu a críticas da base aliada e disse que "ninguém é obrigado a ficar na coligação". 
"Claro que me preparei para ser senadora, mas faço aquilo que o partido decide coletivamente. Agora é oficial. Não serei coadjuvante, irei pra cima, pra luta como sempre fui. O governador fez a proposta ao PT e teve algumas resistências, mas a ampla maioria aprovou a chapa pura", disse a senadora. 
Questionada sobre o empenho do MDB e do PP na campanha eleitoral, uma vez que perderam a vaga de vice na chapa governista, a senadora disparou: "A gente tem que esperar pra ver. Acredito que ninguém é obrigado a ficar numa coligação. Se ficaram, acredito que tenham compromisso com o governador. Não acredito que façam corpo mole, que vão boicotar a eleição do governador. Começou a campanha, todo mundo vai para a campanha".
Regina Sousa também comentou sobre os ataques pessoais e postagens preconceituosas nas redes sociais após o anúncio da chapa pura do PT. 
"Algumas pessoas ficam falando bobagens por puro preconceito. A reação foi terrível pela chapa pura [...] mas agressão era a mim. Tem um vereador que disse que sou uma pessoa animalizada e depois retirou, mas tenho prints. Essa mesma pessoa eu vejo na igreja comungando. Daí fico me perguntando, que tipo de cristão é esse que escolhe agredir a pessoa? Se ele escolher agredir a política não tem problema", desabafa a pré-candidata que rebateu as críticas.
"Sofro preconceito por tudo: por ser mulher, ser negra, meu jeito de vestir, meu cabelo. Quem acompanha as redes sociais vê o desastre que foi a reação, não em relação a minha pessoa, enquanto cidadã política, porque isso eu desafio. Não me cobre elegância, me cobre conteúdo", disse a senadora.
A convenção que vai homologar a candidatura do governador Wellington Dias e da vice Regina Sousa acontece na sexta-feira (03), às 14h, no Atlantic City Club. 

Graciane Sousa

quarta-feira, 25 de julho de 2018

Wellington Dias afirma que se for reeleito vai concluir mandato



Governador Wellington Dias
Durante entrevista ao GP1, na noite desta terça-feira (24), o governador Wellington Dias (PT-PI) garantiu que se reeleito for, não vai deixar o cargo para concorrer ao Senado em 2022. O petista concedeu a declaração quando questionado sobre o conselho dado pelo aliado, o senador Ciro Nogueira Filho (Progressistas) que, durante exclusiva ontem para o GP1, disse que havia aconselhado o chefe do executivo a dizer que iria concluir o mandato para debelar os impasses acerca da disputa pela vaga de vice.

Partidos como MDB e PTB estavam no páreo para ser o vice da chapa governista, mas, entretanto, Wellington optou por conceder o espaço a senadora Regina Sousa, que também é filiada ao PT.

"Eu já acatei o conselho, o meu compromisso com a população é realmente de trabalhar num mandato aí de 2019 até o ano de 2022 e me dedicar. Não pensa que é uma decisão simples de alguém se apresentar para ser candidato. Não tenho nenhuma ambição a essa altura da vida, meu desejo mesmo é de contribuir com meu Estado", declarou o governador.

Wellington disse ainda que a intenção é trabalhar mais pelo Estado: "Eu acredito nos efeitos para o desenvolvimento do que estamos fazendo e é isso que me move a colocar mais uma vez o meu nome. Quero trabalhar com o mandato, reeleito para quatro anos, trabalhar quatro anos", frisou o petista.

GP1

MDB acerta o passo com o governador Wellington Dias

O governador Wellington Dias (PT) se reuniu ontem à noite com deputados estaduais do MDB e contou com a presença de Themístocles Filho, presidente da Assembleia Legislativa. 
O grupo aceitou a decisão do governador de lançar a senadora Regina Sousa como vice e o deputado federal, Marcelo Castro, como representante do MDB. 
A vice ficou à critério do governador e não será empecilho para o partido. 
Outro acerto com apoio de Wellington Dias é que o MDB lançará Marcos Aurélio, filho de Themístocles Filho, a deputado federal.
Informações obtidas pelo Cidadeverde.com é que o encontro foi proveitoso e aparou arestas com o grupo liderado pelo deputado Themístocles Filho.
cidadeverde

terça-feira, 24 de julho de 2018

TUTÓIA: Pescador denuncia fiscais do ICMBIO


Imagem relacionadaO pescador José de Ribamar Oliveira Almeida, registrou Boletim de Ocorrência na Delegacia de Tutóia, estado do Maranhão, denunciando dois fiscais do ICMBIO.

Segundo o Boletim registrado, os fiscais do Instituto Chico Mendes de Biodiversidade  realizavam uma operação de fiscalização . Na ocorrência, os fiscais apreenderam as redes de vários pescadores,  juntamente com uma quantidade razoável de pescados, aproximadamente 90 kg. No entanto, o pecador José de Ribamar alega que  os fiscais  se recusaram  a informar  nos autos da ocorrência a quantidade de peixes apreendidos. José de Ribamar denunciou que supostamente os pescados apreendidos tomaram um rumo ignorado.

O delegado de Tutóia deverá instaurar inquérito policial para investigar a conduta dos fiscais.


COM INFORMAÇÕES DO BLOG DO HUMBERTO RUY

Inscrições para o Fies terminam nesta terça-feira em todo o país


Resultado de imagem para FIES
As inscrições para a edição do segundo semestre de 2018 do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) podem ser feitas até 23h59 desta terça-feira (24). Até o início dessa segunda-feira (23), o sistema já havia contabilizado 170.190 interessados.

O Ministério da Educação (MEC) destacou que o resultado da seleção, que seria disponibilizado nesta sexta (27), passou para a próxima segunda-feira (30), em chamada única. E os candidatos pré-selecionados na modalidade I, que precisam comprovar renda mensal familiar de até três salários mínimos, terão agora de 30 de julho a 3 de agosto para complementar as informações dadas quando se inscreveram. Só então, podem efetivar a contratação do financiamento - antes, o período era de 27 a 31 de julho.

Sobre o Fies

Nesta edição do Fies, foram ofertadas 155 mil vagas, destinadas aos estudantes com renda per capita da família de até três salários mínimos por mês. Para se inscrever na página do Fies, é preciso ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010, tirado nota acima de zero na redação e média igual ou superior a 450 pontos.
O modelo de financiamento estudantil divide o programa em diferentes modalidades, oferecendo uma escala variável, de acordo com a renda familiar do candidato. Tanto o Fies quanto o P-Fies financiam cursos superiores não gratuitos e com avaliação positiva no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes).
No caso do Fies, primeira modalidade, 50 mil vagas são destinadas a juro zero para os estudantes que tiverem uma renda per capita mensal familiar de até três salários mínimos. Já no P-Fies, criado no ano passado, são atendidos alunos com renda familiar de até cinco salários mínimos e a instituição financeira responsável depende da região do país em que o financiamento será concedido.

GP1

segunda-feira, 23 de julho de 2018

MDB fará anuncio na terça: “Não podemos sair divididos”


O deputado João Madison (MDB) afirma que a resposta final do MDB sobre o apoio à reeleição do governador Wellington Dias (PT) será dado nesta terça-feira (23). Segundo o deputado, as lideranças do partido buscam um caminho para que o MDB não saia dividido.
“O MDB ainda está conversando, dialogando com toda a sua base. Estamos também esperando o nosso presidente da Assembleia, o deputado Themístocles Filho, a quem nós devemos muita consideração. Precisamos que ele possa fazer sua análise, conversar com suas lideranças, como nós estamos conversando. Todos nós viajamos para o interior.  Chegamos no domingo e vamos esperar até terça-feira (24) para que a gente possa tá tomando uma decisão em conjunto amadurecida e, principalmente, para preservar o partido”, afirmou.
O partido está dividido depois que o governador comunicou que o presidente da Assembleia Legislativa do Estado, deputado Themístocles Filho, nãos era o vice. A vaga deve ficar com a senadora Regina Sousa (PT). O grupo ligado a Themsístocles chegou a ameaçar romper com o governo.
“ Então, essa posição, acredito eu, que deve ser toda unida. Não podemos sair dividido. Estamos nos esforçando para que a gente possa dialogar com todas as bases, com todos os pré-candidatos a deputados estaduais, com o presidente Marcelo Castro, com o nosso presidente Themístocles para que a gente possa amadurecer e colocar para a opinião pública qual a posição do partido”, afirmou.
Lídia Brito/Foto:WilsonFilho/CidadeVerde.com

Propostas para compra da Cepisa devem ser feitas na manhã desta segunda(23)


Esta segunda-feira (23) será um dia decisivo para o processo de privatização da Eletrobras Piauí, a Cepisa. É que os investidores interessados em comprar a distribuidora de energia deverão apresentar as propostas, entre 9h e 12h, na sede da Bolsa de Valores Paulista (B3). 
A convocação foi publicada no Diário Oficial da União e, juntamente com a proposta de compra, o investidor terá que apresentar os documentos de habilitação no leilão, marcado para o dia 26 de julho. 
Vale lembrar que somente a Cepisa será leiloada nessa data. A Companhia de Eletricidade do Acre (Eletroacre), Centrais Elétricas de Rondônia (Ceron), Boa Vista Energia, distribuidora de energia em Roraima e Amazonas Distribuidora de Energia (Amazonas Energia) passarão pelo leilão apenas no dia 30 de agosto, devido a pendências judiciais. O leilão da Companhia Energética de Alagoas (Ceal) é o único que continua suspenso.
Como será o leilão
Vence o certame quem pagar R$ 50 mil pela distribuidora e garantir menor desconto no adicional aditivo da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Ou seja, quem garantir a menor tarifa para o consumidor. 
Após o certame, no entanto, a empresa vencedora terá que fazer um aporte de R$ 740 milhões para que a Cepisa consiga funcionar normalmente. As dívidas das distribuidoras não serão assumidas pela vencedora, mas sim pela Eletrobras nacional.
Risco de liquidação
O governo federal tem feito todo o possível para assegurar o leilão da Cepisa, mas, de acordo com o secretário-executivo do Ministério de Minas e Energia (MME), Márcio Félix, ainda há "cenários desesperadores". “A gente trabalha com alguns cenários assim, desesperadores, é claro que a gente tem que pensar, considerar, mas a gente está trabalhando com um cenário de pacificação, de resolver da melhor forma possível”, disse Felix.
A Eletrobras convocou para 30 de julho uma assembleia de acionistas que irá deliberar sobre a prorrogação até o final do ano do prazo máximo para privatização das distribuidoras. O prazo aprovado originalmente vence no final de julho. Há ainda a possibilidade de os acionistas decidirem pela liquidação e dissolução das empresas.
O secretário confirmou ainda que o MME entrou em contato com a Agência Nacional e Energia Elétrica (Aneel) para tratar do cenário de liquidação das distribuidoras. “A Aneel tem que estar preparada para qualquer cenário. Não estamos preparados para esse cenário de liquidação, mas para leiloar as empresas”, disse.
De acordo com o diretor da agência reguladora, Tiago Correia, a Aneel tem um plano de contingência caso a hipótese de venda não corra. Atualmente, a Eletrobras opera em caráter precário a concessão das distribuidoras. Segundo o diretor, esse cenário seria uma “catástrofe” e o melhor é realizar o leilão das distribuidoras.
cidadeverde

sexta-feira, 20 de julho de 2018

TRE lança Disque Eleições e foca transparência no trâmite eleitoral no Piauí

1eda9899-8a63-41f2-820f-e8dda5d0cbb9.jpgFoi lançado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Piauí nesta sexta-feira (20), o serviço gratuito do Disque Eleições. O canal funcionará em regime de plantão, em dias úteis das 8h às 19h. Nas vésperas dos registros de candidaturas e das votações, funcionará também aos sábados e domingos nos mesmos horários. 
Qualquer cidadão que queira tirar dúvidas, obter informações sobre datas, legislação, ou vedações eleitorais, dentre outros esclerecimentos, pode ligar para o 0800 007 97 97. Por ser um meio informativo, a ferramenta também se configura como um canal que ajuda a manter a transparência do processo eleitoral.
O coordenador do Disque Eleições, José Filho, destaca que é um serviço para facilitar a vida do eleitor. “É um serviço que a justiça eleitoral do Piauí já vem disponibilizando há alguns anos e através dele qualquer pessoa pode conseguir todas as informações normativas sobre o processo eleitoral”.
O Disque Eleições também atua como um forte instrumento no combate à corrupção. 

Geraldo Mota, diretor geral do TRE-PI, complementou que o canal é “uma reposta imediata para a sociedade”. 
“Foi feito exclusivamente para atender prontamente o eleitor. A gente recebe ligação ou e-mail sem que o cidadão precise se deslocar ao TRE para tirar suas dúvidas. É um excelente e otimizado canal de comunicação".

Combate à corrupção 
Geraldo Mota lembrou que o Tribunal Superior Eleitoral disponibiliza outro canal específico somente para que as pessoas possam fazer as denúncias, que é a plataforma digital Pardal. 
“O pardal não foi lançado ainda e estamos aguardando para que seja efetivado esse outro canal. Este já é direcionado para o Ministério Público Eleitoral”, disse acrescentando que o Pardal é um mecanismo mais voltado para o combate à corrupção e as fake news.
O coordenador José Filho esclareceu que o canal de informações é diferente do de denúncias.

“É bom que a gente separe as questões de informações das de denúncia. As relativas ao processo eleitoral, especificamente estão consumadas ou resumidas nas resoluções do TSE. O Tribunal edita todos os anos as resoluções que disciplinarão as eleições. Já as denúncias deverão ser encaminhadas para o Ministério Público Eleitoral, seja na zona eleitoral respectiva, seja na Procuradoria Regional”.
Lyza Freitas

“Foi uma conversa civilizada”, diz Themístocles sobre encontro com Wellington Dias


O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Themístocles Filho (MDB), e o governador Wellington Dias (PT) se reuniram na noite desta quinta-feira (20). Ao Cidadeverde.com, o emedebista confirmou o encontro que ocorreu na casa do deputado estadual Pablo Santos (MDB).
Segundo apurou o Cidadeverde.com, Wellington teria dado explicações a Themístocles Filho dos motivos que  teriam  barrado o nome dele para a vaga de vice na chapa majoritária. Reservado, Themístocles disse que a conversa foi ”civilizada”.
“Eu estava na casa do Pablo Santos e o governador chegou lá. Foi uma conversa civilizada. Eu não falo sobre o que foi conversado”, disse.
O encontro ocorreu depois de reunião do MDB em que o presidente do MDB no Piauí, deputado Marcelo Castro, anunciou que não há mais possibilidade do partido indicar Themístocles para vice. “O MDB não discute mais essa questão de vice. A vaga do partido na chapa majoritária é de senador. Agora é saber se o MDB aceita ou não aceita”, disse. 
Filho candidato
O deputado também confirmou a pré-candidatura do filho, Marcos Aurélio Sampaio, a deputado federal. “Meu filho será candidato independente de qualquer coisa. Isso já é algo definido”, declarou.
Com a definição da pré-candidatura de Marcos Aurélio reduz a possibilidade do presidente da Assembleia romper com o grupo governista. O MDB já desistiu de indicar a vaga de vice e aprovou a pré-candidatura de Marcelo Castro ao Senado Federal. Com a saída de Marcelo da disputa à Câmara Federal, a discussão dentro do partido é quais os candidatos a deputados federal serão incluídos no "chapão" (aliança proporcional com todos os partidos).

Lídia Brito/ 
Foto: WilsonFilho/Cidadeverde.com

quinta-feira, 19 de julho de 2018

Decisão de Wellington Dias será acatada

Um bar de Teresina, conhecido por reunir políticos e empresários, foi palco, agora a noite, de uma das conversas mais esperadas no dia de hoje.
Os personagens do encontro foram Júlio Arcoverde, Assis Carvalho e Marcelo Castro. Bastidor aponta que todas as arestas foram cortadas e tudo acertado em torno de manter a vontade do governador Wellington Dias: Regina Sousa vice e Marcelo Castro ao Senado na chapa governista.
De lá, o grupo trocou WhatsApp com Dias e disse que estava tudo certo. Governador respondeu com emoji de agradecimento.
Por Samantha Cavalca

quarta-feira, 18 de julho de 2018

Wellington Dias comunica a Themístocles que Regina vai ocupar a vice


Encontro ocorreu no Palácio de Karnak
O governador Wellington Dias finalmente definiu sua chapa majoritária na noite desta terça-feira (17) e comunicou sua decisão à bancada do MDB durante reunião a portas fechadas no Palácio de Karnak. O GP1 apurou, em primeira mão, que Wellington Dias disse a Themístocles Filho que ele não será o seu vice e sim, Regina Sousa. Já Marcelo Castro vai concorrer ao Senado ao lado de Ciro Nogueira.
Wellington também definiu que o PT vai formar o “chapão” com os demais partidos aliados.
Além de Themístocles, ainda estiveram presentes na reunião Marcelo Castro, João Mádison, Pablo Santos, Liziê Coelho, Zé Santana, Ismar Marques e Mauro Tapety.


O comunicado não agradou o presidente da Assembleia, que saiu da reunião sem falar com a imprensa. A reportagem apurou, que o deputado só vai se pronunciar, após encontro com a bancada do MDB, que ocorrerá às 10h desta quarta-feira (18), na sede do partido.

Marcelo Castro disse que amanhã o partido dará sua palavra final. “Eu não quero antecipar antes da gente se reunir pra discutir, o MDB vai analisar e a gente vai assumir uma posição que possa anunciar pra todos, pra sociedade. O MDB vai se reunir, provavelmente, amanhã pela manhã, vai analisar o quadro e anunciar a posição que vai ser tomada”, declarou.

Wellington Dias deconversa

Wellington disse apenas que o encontro foi positivo e não deu maiores detalhes. Questionado se o MDB vai continuar na base, o governador respondeu: "É um diálogo que vamos fazer com todo nosso carinho e todo o nosso desejo é esse".

Assis Carvalho
Poucos minutos antes de se reunir com o presidente da Alepi, o governador esteve com o deputado Assis Carvalho. O presidente do PT saiu do gabinete do governador distribuindo sorrisos, e ao contrário do que vinha defendendo, não excluiu a possibilidade do chapão. “A posição do PT nós vamos discutir nos dias 27 e 28. A decisão dos delegados será a decisão que será mantida. Como presidente não tenho outro alternativa, vou defender a posição dos delegados”, declarou.

GP1

terça-feira, 17 de julho de 2018

PESQUISA OPINAR: Wellington Dias mantém a liderança com 47% dos votos ao Governo

A dois meses e 20 dias para as eleições, o governador Wellington Dias (PT) segue liderando a corrida eleitoral para o governo do Estado. 

A segunda pesquisa do Instituto Opinar - divulgada nesta terça-feira (17) pelo Jornal do Piauí - revela que o petista tem 47,69% das intenções de votos, com quarenta pontos à frente do segundo colocado.
O deputado estadual, Luciano Nunes, pré-candidato do PSDB, aparece com 7,21% das intenções de voto e o senador Elmano Férrer, pré-candidato pelo Podemos, aparece com 5,18%.
Comparando com a última pesquisa, o governador teve uma redução de cerca de três pontos percentuais nas intenções de votos que era de 50% e passou para 47,69%.

Luciano Nunes subiu um ponto percentual, mas manteve empatado tecnicamente com o senador Elmano Férrer.

O instituto entrevistou 1.082 eleitores no período de 12 a 14 de julho. A margem de erro é de 2,97% para mais ou para menos e ouviu eleitores em 51 municípios piauienses. 

Os números estão registrados no Tribunal Superior Eleitoral - BR 06707/2018 e no Tribunal Regional Eleitoral  - PI 04929/2018 

Veja os números:


Segundo turno

Wellington Dias consegue se reeleger em um possível segundo turno das eleições, de acordo com levantamento do Instituto Opinar. Foram feitas simulações com os pré-candidatos Luciano Nunes e Elmano Férrer.


Fonte: Cidade Verde

Lula aparece com 65% dos votos no Piauí; veja cenário sem o petista na eleição

Pesquisa Opinar mostra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) como favorito entre os eleitores do Piauí na corrida para o Palácio do Planalto.
A pesquisa do Instituto Opinar - divulgada nesta terça-feira (17) no Jornal do Piauí - revela que Lula tem 65,53% das intenções de voto para a Presidência da República. No levantamento anterior, o petista tinha 69% das intenções de voto.

A pesquisa mostra a expectativa do eleitor piauiense para as eleições deste ano. Foram ouvidos 1.082 eleitores em 51 municípios do estado. 

Os números estão registrados no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para Presidente e o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) para Governo e Senado. O levantamento ocorreu no período de 12 a 14 de julho.

Veja números com Lula:


Cenário sem Lula

Em pesquisa estimulada e em um cenário sem o Lula, os três candidatos Marina Silva (Rede), Ciro Gomes (PDT) e Jair Bolsonaro(PSL) aparecem empatados tecnicamente com percentual de 9%. 

A pesquisa tem margem de erro de 2,97% para mais ou para menos. O instituto entrevistou 1.082 eleitores em 51 cidades do estado no período de 12 a 14 de julho. 


Fonte: Cidade Verde