quarta-feira, 31 de outubro de 2018

Mão Santa dá posse a Pé de Pano como novo Superintendente Municipal da Pesca

Será publicado no Diário Oficial do Município - DOM desta quarta-feira (31), a nomeação do novo superintendente municipal da pesca, Alan Pereira de Sousa, conhecido pela alcunha de “Pé de Pano”. Mão Santa deu posse ao novo gestor nesta terça-feira (30), conforme o site oficial da Prefeitura de Parnaíba.


Confira a matéria no site da Prefeitura!

Pé de Pano já assumiu outros cargos na mesma gestão, como o de Coordenador Geral Municipal do Plano de Ação para as Cidades Históricas, Coordenador Geral de Projetos e Programas Turísticos, Coordenador Adjunto, lotado na Secretaria Municipal da Saúde – Sesa eSuperintendente de Turismo.


Por Tacyane Machado – Blog Extra Parnaíba

terça-feira, 30 de outubro de 2018

BOLSONARO: ''Arma de fogo garante a liberdade de um povo''



Jair Bolsonaro

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) defendeu a flexibilização da legislação relativa à posse de armas. Em entrevista à Rede Record, ele disse que a "arma de fogo garante a liberdade de um povo".

"Queremos dar o porte definitivo à população. Não podemos criar mais um encargo para quem quer ter arma dentro de casa para defender sua família", afirmou, argumentando que dois terços da população decidiu ter o direito de comprar armas e munições em referendo popular de 2005. "Então temos que respeitar a vontade popular", complementou.

Durante a entrevista, Bolsonaro ainda defendeu a venda de estatais "no que não for função do Estado" e disse que muitas empresas do governo não dão resultado positivo porque são ocupadas por indicados políticos.

GP1

segunda-feira, 29 de outubro de 2018

Mão Santa tem derrota esmagadora nas urnas de Parnaíba


O prefeito Mão Santa não tem muito que comemorar do resultado das urnas em Parnaíba. Tanto no 1°, quanto no 2° turno.
As lideranças da oposição apostavam que Mão Santa poderia   ter um poder de transferência de votos  na região norte do estado, mas as urnas de Parnaíba rejeitaram os candidatos do prefeito , que teve que amargar  a derrota da chapa na qual sua filha concorria como candidata a vice-governadora, além dos sobrinhos Zé Filho e Juliana Moraes Souza  que tiveram uma votação pífia na cidade e também não conseguiram se eleger.
No primeiro turno,  a chapa ao governo do estado  apoiada por Mão Santa foi derrotada com uma diferença de 6 mil votos pelo candidato do PT Wellington Dias.  Já no segundo turno, Mão Santa apoiou o candidato Bolsonaro, que foi derrotado nas urnas de Parnaíba por uma diferença de quase 20 mil votos.
Segundo analistas políticos, o resultado negativo aos candidatos de Mão Santa  são reflexos da péssima  avaliação da sua gestão .

RESULTADO DA ELEIÇÃO DO 1°TURNO EM PARNAÍBA




RESULTADO DA ELEIÇÃO DO 2°TURNO EM PARNAÍBA 


Haddad termina 2º turno com 76% dos votos no Piauí

O candidato do PT a presidente da República, Fernando Haddad, obteve 76% dos votos válidos no 2º turno no Piauí. Foi a maior votação para o petista no país proporcionalmente. O candidato eleito, Jair Bolsonaro, ficou com 23%.
No 1° turno, Haddad teve 63% contra 18,7%  de Jair Bolsonaro.
Eleição - O deputado federal Jair Bolsonaro, de 63 anos, capitão reformado do Exército, foi eleito presidente da República pelo PSL. Com 92% das urnas apuradas, ele tem 55,63% dos votos válidos, e não pode mais ser ultrapassado pelo candidato do PT, Fernando Haddad, que está no momento com 44,87%. Depois de quatro mandatos e 28 anos no Congresso Nacional, o parlamentar chega ao mais alto cargo do país depois de canalizar a frustração de parte do eleitorado brasileiro com a corrupção sistêmica.
cidadeverde

Governador agradece votos a Haddad e prega defesa da democracia


O governador Wellington Dias (PT) gravou mensagem de agradecimento pelos votos recebidos pelo candidato do PT à presidência da República, Fernando Haddad. O Piauí foi o Estado que deu maior votação para o petista, cerce de 76% dos votos.  Wellington destaca a necessidade de se manter a defesa da democracia. 
Wellington também agradeceu ao empenho dos aliados que  fizeram campanha para Haddad no Piauí. “Quero agradecer ao povo do Piauí pela importante vitória dada ao candidato Fernando Haddad (PT) no Estado. A maior votação do Brasil, cerca76% dos votos, 1 milhão de votos da maioria, a maior proporcional de todo o Brasil. De todo o coração meu agradecimento às pessoas que trabalharam em cada municípios, aos líderes, aos militantes, aos movimentos sociais, aos parlamentares, aos líderes partidários, aos líderes das mais diferentes entidades. Quero agradecer também as pessoas que muitas vezes não tinham a experiência de votar em um candidato do PT e deram esse voto de confiança. A você o meu muito obrigado e a certeza que vamos sempre honrar sua confiança e trabalhar pelo Piauí”, declarou.
Wellington parabenizou o candidato eleito Jair Bolsonaro e defendeu a união entre o Governo Federal, estados e municípios. O governaodr defendeu pontos como cuidado com a área social. 
“Nesse momento em que temos a definição da maioria dos votos do povo brasileiro pelo candidato Jair Bolsonaro, quero desejar que Deus possa abençoá-lo e que ele possa cumprir sua missão, da minha parte como governador, estarei trabalhando com nossa equipe para trabalharmos junto com o Brasil, integrados com os municípios, integrado setor público e privado, sempre com o objetivo maior, com muita maturidade de alcançar o desenvolvimento para o Piauí, geração de empregos, oportunidades e cuidados como o social e para que possamos ter um olhar especial para a saúde, segurança, educação e para todas as áreas. Ao mesmo tempo, trabalhar para que possamos ter um diálogo com os líderes dos mais diferentes setores da sociedade para termos um Brasil que possa reduzir a intolerância, assegurar a democracia como a razão de tudo. Foi isso que trabalhamos juntos na campanha de Haddad e assim pedir benções para o Brasil para trabalhar e olhar  em primeiro lugar para o interesse maior do nosso povo. Cuidar com todo selo e carinho pela nossa democracia que é fundamental para a vida”, afirmou.
Lídia Brito/foto: Wilson Filho

sábado, 27 de outubro de 2018

Haddad e Bolsonaro estão empatados com 50%

Nova pesquisa Vox Populi encomendada pelo Brasil 247 para a presidência divulgada neste sábado (27) aponta que, a um dia da votação, Fernando Haddad (PT) e Jair Bolsonaro (PSL) estão empatados em intenções de voto. De acordo com o levantamento, em votos válidos, Haddad e Bolsonaro somam exatamente 50%.
Nos votos totais, isto é, considerando brancos e nulos, o petista e o capitão da reserva também empatam: 43% cada. Brancos e nulos somam 9% e 5% dos eleitores não sabem ou não responderam.
Na pesquisa espontânea, isto é, quando os nomes dos candidatos não são revelados pelo entrevistador, Bolsonaro aparece com 51% contra 49% de Haddad – o que configura empate técnico.
Esta pesquisa foi registrada junto à Justiça Eleitoral no dia 21 de outubro, sob o número BR-09614/2018. Foram entrevistados 2.000 eleitores de 16 anos ou mais, em 121 municípios. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, estimada em um intervalo de confiança de 95%.

sexta-feira, 26 de outubro de 2018

MUTIRÃO DE CIRURGIAS: Hospitais do Estado realizarão 3.000 cirurgias até o fim do ano

Wellington Dias

Os procedimentos cirúrgicos ofertados abrangem oftalmologia, cirurgia pediátrica, cirurgia geral e ortopedia.

Nesta sexta-feira (26), o Governo do Estado lançou a segunda etapa do Mutirão de Cirurgias Eletivas, o plano de ação que visa ofertar cerca de três mil cirurgias será executado através da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) em várias cidades do Estado.
O chefe do executivo estadual, falou da importância do mutirão para ampliar o acesso aos procedimentos cirúrgicos e diminuir a demanda do interior do Estado. “Aqui nós temos uma integração que eu considero uma alternativa para garantir mais investimentos para saúde da população do Estado, uma integração entre Governo Federal, Estado, bancada federal, estadual e munícipios, e o resultado disso é a ampliação dos investimentos, nesse caso para a saúde", destacou.
"Entregamos aos municípios as academias da saúde que é uma ação preventiva, também entregamos mais equipamentos para a unidades de atendimento básico e o objetivo é que a população seja melhor atendida nos 224 municípios do Estado, com cirurgias nas mais diversas áreas, dentre elas cito ortopedia e cirurgia pediátrica. Estamos com uma meta de 3 mil cirurgias, e seguimos melhorando assim a saúde da nossa população”, acrescentou Dias.  
Entre os procedimentos cirúrgicos ofertados estão oftalmologia, cirurgia pediátrica, cirurgia geral e ortopedia, a primeira ação do projeto será no município de Esperantina, de 1 a 4 de novembro, contemplando 300 cirurgias oftalmológicas.
O secretário Estadual de Saúde do Estado, Florentino Neto, enfatizou que os mutirões são mais uma estratégia da Secretaria de Estado da Saúde para atender de forma rápida a demanda por procedimentos cirúrgicos, “Nós estamos aqui lançando mais uma vez o mutirão de cirurgias no Estado do Piauí. Serão realizadas diversas cirurgias nos hospitais regionais algo em torno de três mil cirurgias, o que, em curto prazo, irá diminuir a fila de espera por esse tipo de procedimento. Entregamos também aos municípios kits para os centros municipais de fisioterapia, consultórios odontológicos e academias da saúde, ao todo foram beneficiados 48 municípios em todo o Estado do Piauí", destacou.
Durante a solenidade foram entregues14 cadeiras odontológicas aos representantes dos municípios de Altos, Batalha, Aroazes, Itainópolis, Juazeiro do Piauí, Lagoa do São Francisco e Várzea Grande. Os munícipios de Cabeceiras, Marcolândia e a capital Teresina foram comtemplados com as academias da saúde que tem por objetivo a promoção e produção do cuidado com a saúde.
Foram entregues ainda os kits de fisioterapia que são compostos por escada de dois degraus, barra paralela, mesa auxiliar, divã estofado, barra de ling, óculos de segurança para laserterapia, bola borath terapêutica, par de tornozeleira de um quilo e espelho móvel.

As cirurgias serão realizadas em 17 unidades hospitalares da rede estadual:
• Hospital Estadual Dirceu Arcoverde – Heda (Parnaíba)
• Hospital Estadual Gerson Castelo Branco – HEGCB (Luzilândia)
• Hospital Estadual Júlio Hartman (Esperantina)
• Hospital Regional de Campo Maior – HECM
• Hospital Estadual Deolindo Couto – HEDC (Oeiras)
• Hospital Estadual Teresinha Nunes Barros – HETNB (São João do Piauí)
• Hospital Estadual Manoel de Sousa Santos – HEMSS (Bom Jesus)
• Hospital Estadual Dr. João Pacheco Cavalcante – HEDJPC (Corrente).
• Hospital Regional Leônidas Melo (Barras)
• Hospital estadual Tibério Nunes (Floriano)
• Hospital Estadual Domingos Chaves (Canto do Buriti)
• Hospital Regional Senador Dirceu Arcoverde (Uruçuí)
• Hospital Regional Senador Cândido Ferraz (Sao Raimundo Nonato)
• Hospital Regional Chagas Rodrigues (Piripiri)
• Hospital da Polícia Militar – HPM (Teresina)
• Hospital Infantil Lucídio Portela – HILP (Teresina)
• Hospital São Carlos Borromeu - (Teresina)
• Hospital Regional Eustáquio Portela – (Valença)
Autoria: Lorenna Costa e Marina Ribeiro

quinta-feira, 25 de outubro de 2018

COMUNICADO DA AGESPISA


Vox Populi: Diferença entre Bolsonaro e Haddad é de 5%

Pesquisa CUT/Vox Populi divulgada nesta quinta-feira (25) confirma as intenções de voto no candidato Fernando Haddad (PT) e Jair Bolsonaro (PSL) e mostra que a disputa presidencial segue indefinida. Na simulação estimulada, quando é apresentado os nomes dos candidatos, Bolsonaro aparece com 44% das intenções de votos contra 39% de Haddad.
A diferença entre os dois candidatos é de 5%. Se for considerada a margem de erro da pesquisa, que é de 2,2% para mais ou para menos, a diferença entre as intenções de voto em Haddad e Bolsonaro chega a 1 ponto percentual. “Uma diferença de 5 pontos deixa a eleição indefinida e entre os indecisos parece haver uma inclinação pela candidatura de Haddad”, disse à Fórum, Marcos Coimbra, diretor do Vox Populi.
O levantamento mostra também que 17% dos eleitores ainda estão indecisos. Desse total, 12% disseram que não vão votar em ninguém, vão votar em branco ou anular os votos. Outros 5% não sabem ou não quiseram responder. Os percentuais são exatamente iguais aos da pesquisa anterior.
Votos válidos
Em relação aos votos válidos – excluídos os brancos, nulos, ninguém ou não sabem ou não responderam -, Bolsonaro tem 53% e Haddad 47%.
A simulação espontânea, quando o entrevistador apenas pergunta em quem o eleitor vai votar, aponta Bolsonaro com 43% das intenções de votos contra 37% de Haddad.
Estratificação
No cenário estimulado, o Nordeste, Região onde o candidato petista apresentou os maiores percentuais de intenção de voto durante toda a corrida presidencial, aumentou o número de eleitores que pretendem votar em Haddad: de 57% para 60%.
Os percentuais de intenção de voto em Haddad também cresceram entre os homens (de 35% para 37%), entre os maduros (de 37% para 41%); entre os eleitores que têm até o ensino fundamental (de 44% para 47%) e entre os que ganham até 2 salários mínimos (45% para 50%).
Os percentuais de intenção de voto em Bolsonaro registraram queda de 27% para 25% na Região Nordeste, entre os homens – de 53% para 49% -; entre os maduros – de 48% para 43%.
A pesquisa CUT-Vox Populi foi realizada entre os dias 22 e 23 de outubro. Foram feitas 2.000 entrevistas pessoais e domiciliares com eleitores de 16 anos ou mais, residentes em áreas urbanas e rurais, de todos os estados e do Distrito Federal, em capitais, regiões metropolitanas e no interior de todos os estratos socioeconômicos. Os entrevistadores foram em 121 municípios. O nível de confiança é de 95%.
meio norte

Mais um secretário pede demissão da gestão do prefeito Mão Santa


Imagem relacionadaO secretário de Educação de Parnaiba, Carlos Eduardo Araripe, pediu demissão do cargo. Segundo informações, Carlos Eduardo vinha sendo “fritado”   por não estar obedecendo as ordens  da filha do prefeito Mão Santa, Gracinha Moraes Souza. Atualmente, Gracinha Moraes, além de acumular o poder de três secretarias, dá as ordens em todas as pastas da gestão municipal.
Carlos Eduardo é o terceiro secretário de educação a pedir demissão em menos  de dois anos de gestão do prefeito Mão Santa.

Secretário diz que desafio para 2019 é tornar gestão mais eficiente

O secretário de Planejamento, Antônio Neto, disse que o grande desafio da gestão para 2019 é torná-la mais eficiente. O gestor fez referência ao orçamento geral do Estado que aguarda votação na Assembléia Legislativa. A receita prevista para o próximo ano é de R$ 10 bilhões. 
"O desafio é fazer gestão mais eficiente [...] usá-lo de maneira muito mais eficiente para atender o conjunto de demandas. Fazer o orçamento é um desafio muito grande. O estado é muito carente, pobre, que depende muito do governo do estado. Então temos que pensar em todas as áreas, não deixar nenhuma área sem recurso assegurado, mesmo que seja um pouco menor, mas tem tem que ter pra gente manter as estruturas funcionando", disse o secretário em entrevista ao Notícia da Manhã, desta quinta-feira (25).
Antônio Neto diz que o orçamento  2019 foi elaborado com base em uma "nova fórmula" de forma equitativo, democrático, participativo com o intuito de contemplar os 12 territórios de desenvolvimento do Piauí. 
"O orçamento de 2019 foi muito bem estruturado. A gente pode considerar que o ano de 2019 terá uma mudança de paradigma na forma de elaboração do orçamento. Tínhamos uma cultura de fazer um orçamento, pensando de uma maneira isolada cada órgão. Agora nós o estruturamos com uma visão efetivamente territorial", explica Neto. 
Do ponto de vista financeiro, o secretário frisa que o orçamento ainda se "ressente das dificuldades econômicas".
"A previsão de receita para esse ano foi em torno de R$ 13 bilhões. Quando se retira o repasse para os municípios, Fundeb, o fundo de Previdência e outros, o que fica como receita corrente líquida é em torno de 8.4 bilhões. É com esse volume de recursos que a gente faz a repactuação, distribuição para os poderes e a distribuição das cotas de cada um dos órgãos das secretarias. Isso significa um crescimento um pouco acima da inflação de 7% é relação ao ano passado. É muito pequeno, mas já é alguma coisa", disse o gestor.

Bloqueio de R$ 48 milhões
Antônio Neto também comentou sobre o bloqueio R$ 48 milhões das contas do governo. Ele acredita que até a próxima semana haja uma solução. Ontem (24), o governador Wellington Dias (PT) afirmou que o estado não tem condições de arcar com o valor milionário bloqueado para o pagamento dos precatórios. 
"Isso impactou no repasse para aos municípios que não têm nada a ver e não podem ser penalizados. Essa semana vai haver uma reunião na nossa área jurídica para se tentar um entendimento, um acordo. Acredito que vai haver um acordo [...] acho que no máximo até a próxima semana será encontrado uma solução para esse problema", disse o secretário.

Graciane Sousa

quarta-feira, 24 de outubro de 2018

Haddad promete dobrar contingente da Polícia Federal e diminuir preço do gás

Resultado de imagem para haddadO candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad, prometeu nesta quarta-feira, 24, ao participar de sabatina na rádio CBN, dobrar o contingente da Polícia Federal. "A PF é uma das coisas mais baratas do País frente ao resultado que dá. É uma polícia que dá lucro para o País", disse, citando a atuação da corporação nas fronteiras - mas sem fazer nenhuma referência à operação Lava Jato. 
Para Haddad, o candidato do PSL, Jair Bolsonaro, não entende de segurança, embora seja identificado com o tema. O petista criticou a proposta de redução da maioridade penal do adversário e afirmou que ela pode aumentar o problema, pois fará com que o crime organizado passe a recrutar integrantes cada vez mais jovens. "Ele (Bolsonaro) nunca aprovou um projeto de segurança em 28 anos de mandato", disse Haddad. 
Na sabatina, o ex-prefeito de São Paulo afirmou que o PT fez ajustes em seu programa no segundo turno para contemplar pontos levantados pelos partidos que passaram a apoiar sua candidatura, como o PSOL. Também alterou temas que, segundo ele, estavam sendo explorados por Bolsonaro nas redes sociais. "Adversário pinça frase do programa, distorce, põe na internet e não vem para o debate para me deixar responder", acusou. 
Ao responder as perguntas dos ouvintes, Haddad prometeu, entre outras coisas, cortar o auxílio moradia dos juízes.
Gás mais barato
O candidato do PT prometeu controlar o preço do gás de cozinha, como já havia feito em outras ocasiões, mas garantiu que não interferirá nos preços dos outros derivados da Petrobras. Segundo ele, é possível fixar o preço do botijão, que é item da cesta básica, em R$ 49, valor cerca de 35% menor que os atuais R$ 75. 
Para o candidato do PT, o governo de Michel Temer já interferiu na política de preços da Petrobras ao criar o subsídio para o diesel, após a greve dos caminhoneiros. Atuar no segmento de gás é uma medida de cunho social, já que o botijão é item da cesta básica. 
"Os caminhoneiros têm poder de fogo muito grande. Pararam o País e quase derrubaram o governo Temer. A dona de casa não tem. Vou cuidar da dona de casa. Vou controlar o preço do gás. No que não é item da cesta básica, não (vou interferir)", afirmou Haddad.
Fonte: Esdatão Conteúdo 

terça-feira, 23 de outubro de 2018

CALOTE: Mão Santa atrasa em dois meses, salários de prestadores de serviços do Pronto Socorro Municipal

Servidores prestadores de serviços no Pronto Socorro Municipal, que fica localizado na Rua Teresina, Bairro Nova Parnaíba, denunciaram que, há dois meses não recebem seus salários, o que tem ocasionado problemas financeiros para os profissionais que dependem do recurso para sobreviver.
De acordo com os trabalhadores, não há nenhuma resposta da Prefeitura de Parnaíba sobre quando a situação será regularizada.

Por Tacyane Machado – Blog Extra Parnaíba

segunda-feira, 22 de outubro de 2018

Ministros do STF consideram declaração de filho de Bolsonaro extremamente grave

Três ministros do STF preferiram comentar sobre o caso sem serem citados Foto: Ailton de Freitas / Agência O Globo
BRASÍLIA — Três ministros do Supremo consideraram extremamente grave a declaração do deputado Eduardo Bolsonaro . Um deles lembrou que, para fechar o Supremo Tribunal Federal, “o que nem a ditadura tentou”, será preciso “antes disso revogar a Constituição”. Eles preferiram falar sem serem citados porque a decisão tomada é a de que o STF fale por uma única voz - do presidente Dias Toffoli, que estava em um congresso em Veneza, ou do decano Celso de Mello.
Dias Toffoli ainda não se pronunciou, mais de 24 horas depois de o vídeo do deputado irromper nas redes sociais. O presidente da Corte " não quis botar mais lenha na fogueira", disse um assessor direto ao colunista do GLOBO Lauro Jardim.
O decano Celso de Mello classificou a afirmação como"inconsequente e golpista" em nota enviada por escrito ao jornal "Folha de S. Paulo". O ministro ressaltou na mensagem que a votação recorde do deputado - o mais votado da História do país - não legitima "investidas contra a ordem político-jurídica".
"Essa declaração, além de inconsequente e golpista, mostra bem o tipo (irresponsável) de parlamentar cuja atuação no Congresso Nacional, mantida essa inaceitável visão autoritária, só comprometerá a integridade da ordem democrática e o respeito indeclinável que se deve ter pela supremacia da Constituição da República!!!! Votações expressivas do eleitorado não legitimam investidas contra a ordem político-jurídica fundada no texto da Constituição! Sem que se respeitem a Constituição e as leis da República, a liberdade e os direitos básicos do cidadão restarão atingidos em sua essência pela opressão do arbítrio daqueles que insistem em transgredir os signos que consagram, em nosso sistema político, os princípios inerentes ao Estado democrático de Direitos", destacou o decano Celso de Mello.
Um dos ministros que não se identificar avaliou ao GLOBO a manifestação de Eduardo Bolsonaro como "uma mistura de autoritarismo com despreparo".
É uma declaração despropositada, sequer a matéria envolveo Supremo, a matéria é de competência do TSE. É uma mistura de autoritarismo com despreparo. Já é o segundo pronunciamento de gente das hostes dele nesse sentido em poucos dias — disse um dos ministros.
Ele se referia ao general Eliéser Girão, eleito deputado pelo PSL do Rio Grande do Norte, que propôs a prisão de ministros do Supremo que soltassem condenados por corrupção.
— O que ele falou, e ele já é deputado, é golpista. Nem a ditadura fez o que ele disse que é fácil fizer. Em 1969, foram cassados três ministros, mas o STF nunca foi fechado.
Outro ministro disse que tem ficado cada vez mais claro o risco da eleição de um populista de direita, mas que o STF não faltará à nacionalidade. Um terceiro ministro disse que o país está muito tumultuado eque, por isso, todos preferem que o pronunciamento seja de uma só voz. O momento é grave demais para que várias vozes falem pelo STF. Contudo, a avaliação que fazem é que o assunto deve ser levado a sério porque Eduardo Bolsonaro chega a dizer que “nós estamos conversando isso lá”.— É de baixíssimo nível, impressionante. Sequer a matéria envolve o Supremo. Depois de tantos meses discutindo a chapa Dilma-Temer, eles ainda não entenderam que esse assunto é do TSE?
Um ministro ouvido acha que as Forças Armadas, apesar da ambiguidade de algumas declarações, são ainda “um elemento de contenção” do grupo, porque não querem “ser confundidos”.
A visão geral no STF é que é grave o que o deputado Eduardo Bolsonaro falou e que não pode ficar sem uma resposta.

OGLOBO

Governador critica ação anti-PT no WhatsApp e manda recado a eleitores

O governador Wellington Dias (PT) condenou os ataques que o Partido dos Trabalhadores e Fernando Haddad, candidato à Presidência da República, vêm sofrendo no WhatsApp no segundo turno das eleições. Wellington Dias pediu providências das autoridades e mandou recados aos eleitores.
O WhatsApp já anunciou que baniu 100 mil usuários no Brasil para conter desinformação, spam e notícias falsas. A PF e o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) abriram investigação para apurar disparos em massas de mensagens contra o candidato Fernando Haddad. 
"O Brasil não vai votar em uma farsa. O Brasil quer um presidente real, um presidente que a gente tenha a certeza, segurança que vai cuidar do nosso povo...Peço aos piauienses que liguem para as pessoas, os que moram em São Paulo, em Brasília, em várias cidades, que elejam Fernando Haddad, que é o melhor para o País e para o Piauí", disse Wellington Dias.
Segundo o governador ainda há chances para uma virada na reta final do segundo turno. Ele pediu combate as notícias falsas. 
"Temos o desafio de alcançar mais de 50% dos votos. Na velocidade que caminhamos isso é possível. A diferença é de seis a oito pontos e é perfeitamente possível. Estamos fazendo uma campanha pra cima, de proposta e contra mentiras".
O governador disse que trabalha para aumentar a vantagem de votação pró-Haddad no Nordeste e no Piauí.
"Estamos querendo não só consolidar os 65% de votação, mas ampliar essa vantagem e dar uma maioria histórica", disse o governador que integra a coordenação de campanha de Haddad no Nordeste.
O candidato a presidente esteve neste sábado(20) em Picos ao lado do governador,  da presidente nacional do PT, Gleici Hoffmann, do deputado federal Marcelo Castro, senador eleito pelo MDB e de sua esposa Ana Estela Haddad. 

Flash Yala Sena

Morre vítima de câncer a juíza Regina Freitas

Morreu, em Teresina, no início da tarde deste domingo (21), a juíza de Direito Regina de Mello Freitas. Ela é ex-mulher do presidente do PSD no Piauí, deputado federal Júlio César Lima.
Segundo informações da assessoria, ela estava internada em um hospital de Teresina para tratamento de um câncer. Diante do avanço da doença, a juíza não resistiu ao tratamento e faleceu. 
No casamento com o deputado Júlio César, Regina teve dois filhos. Ela é mãe de Juliana e de Júlio César Filho. O velório deve ser realizado na Pax União.   
A juíza atuou na Quinta Vara da Família e Sucessões de Teresina. Regina também trabalhou no Fórum de Parnaíba. 

Lídia Brito

quinta-feira, 18 de outubro de 2018

Por abuso de poder, Bolsonaro pode ter candidatura impugnada

Candidato do PSL à Presidência, deputado Jair Bolsonaro
 4/7/2018
 REUTERS/Adriano MachadoEspecialistas ouvidos pela Reuters avaliam que, confirmadas as informações reveladas pelo jornal Folha de S.Paulo, a campanha de Jair Bolsonaro pode ser acusada de abuso de poder econômico, abuso do uso de meios de comunicação e omissão de doações de campanha, o que poderia levar à impugnação da chapa, mesmo que Bolsonaro não soubesse da ação de empresários a seu favor."Se confirmada, a prática pode configurar abuso de poder econômico, levando à inelegibilidade nessa própria eleição. A jurisprudência diz que, mesmo que não tenha sido ele ou a campanha, a candidatura pode responder pelo ilícito", disse Daniel Falcão, coordenador do curso de pós-graduação em Direito Eleitoral do Instituto Brasiliense de Direito Público.

O advogado especialista em legislação eleitoral Francisco Emerencianoacrescenta que o caso pode ainda configurar omissão de despesas, o popular caixa 2, além do abuso de poder econômico, se as acusações forem verdadeiras.
"Em se configurando isso, no mínimo, se houver o conhecimento prévio da campanha --e não tem como o beneficiário não ficar sabendo em valores como esse-- eu poderia ter um questionamento de que houve omissão de despesa de campanha", disse Emerenciano.
Segundo reportagem publicada nesta quinta pela Folha, empresários têm bancado a compra de distribuição de mensagens contra o PT por WhatsApp, em uma prática que se chama pacote de disparos em massa de mensagens, e estariam preparando uma ação para a próxima semana, antes do segundo turno.
O jornal relata que cada pacote de disparos em massa custaria cerca de 12 milhões de reais, para o envio de centenas de milhões de mensagens. Ao menos quatro empresas podem ter usado essa prática, segundo a reportagem.
Quatro especialistas ouvidos pela Reuters concordam que, em tese, mesmo a campanha alegando que não tem relação com a decisão de empresários que agiram em prol de Bolsonaro, o candidato poderá ser responsabilizado por crime eleitoral, já que o resultado da eleição pode ser alterado por ações em seu benefício.
"A responsabilização é objetiva. Não está sendo avaliado a conduta pessoal de Bolsonaro. A responsabilidade do abuso de poder é objetiva, não importa se a campanha agiu com culpa (sem intenção) ou dolo (propositalmente). Vai ser avaliado se conduta teve ou não influência na campanha", diz Guilherme Salles Gonçalves, especialista em Direito Eleitoral e membro fundador da Academia Brasileira de Direito Eleitoral e Político.
Os advogados explicam que a suposta ação de empresários a favor do candidato do PSL infringe diversos pontos da lei eleitoral. Se a ação foi feita pelas empresas, configura doação ilegal, já que uma decisão do Supremo Tribunal Federal proibiu empresas de doarem a partidos, campanhas ou candidatos a qualquer tempo, não apenas em período eleitoral.
Se tiverem sido feitas em nome dos empresários, as doações não apenas tem limites que podem ter sido ultrapassados, como teriam sido feitas por meio do pagamento de serviço de terceiros, o que também é proibido.
A ação ainda infringe outra norma, a de que o impulsionamento de propagandas em mídias sociais só pode ser feito pelo candidato, a campanha ou a coligação e deve ser identificado como propaganda. Apoiadores ou eleitores são proibidos de agir em benefício de seu candidato.
"É um caso clássico de caixa 2 duplamente qualificado. Primeiro é um caso de gasto a favor da candidatura vindo fora do orçamento da campanha. Depois, é feito por fonte vedada. A decisão do Supremo Tribunal Federal proibiu doação de empresa a partidos e candidatos em qualquer momento, sobretudo em campanha eleitoral", explicou Guilherme Salles Gonçalves. "A punição não tem gradação. Ou caça ou não pune."
No início da tarde, sem mencionar a reportagem da Folha, Bolsonaro afirmou no Twitter que "apoio voluntário é algo que o PT desconhece e não aceita".

Terra.com

Governo do Estado entrega veículos para atenção básica de 16 municípios


O governador do Estado do Piauí, Wellington Dias e o secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto, entregam nesta quinta-feira (18) veículos para os municípios. A solenidade acontece às 11h no Palácio de Karnak.
Nesta primeira etapa, serão entregues 17 veículos do tipo van que comportam até 17 passageiros. Os automóveis foram adquiridos por emenda parlamentar do deputado federal Júlio César e serão destinados para o transporte dos profissionais e pacientes da atenção básica dos municípios. Ao todo, serão entregues 39 unidades com valor investido de R$ 7,4 milhões.


“Esses veículos são de extrema importância para a Estratégia de Saúde da Família, uma vez que as localidades que ficam distantes das Unidades Básicas de Saúde precisam ser visitadas. As estratégias de prevenção e promoção em saúde, além de visitas domiciliares precisam ser realizadas, então com esses veículos o deslocamento será bem mais acolhedor e prático para essas equipes e pacientes que necessitam de um acompanhamento mais próximo ou que têm dificuldade de locomoção”, diz Florentino Neto.
A primeira etapa contempla os municípios de Acauã, Eliseu Martins, Caridade do Piauí, Simões, Piracuruca, São José do Piauí, Água Branca, Jaicós, Assunção do Piauí, Cocal, União, Alto Longá, Caldeirão Grande do Piauí, Santo Antônio dos Milagres, Francisco Santos, Rio Grande do Piauí e Conceição do Canindé.

GP1

Personalidades receberão Ordem Estadual do Mérito Renascença do Piauí em Parnaíba e Teresina

As comemorações do dia do Piauí, celebrado no dia 19 de outubro, em decorrência da adesão do Estado à Independência do Brasil, é também oportunidade para condecorar personalidades piauienses dignas de admiração e reconhecimento por parte do povo e do Governo do Piauí.
Nesta quinta-feira (18), no Teatro Saraiva, em Parnaíba, o governador Wellington Dias reconhece notáveis do nosso estado com a outorga da Ordem Estadual do Mérito Renascença do Piauí, a mais alta comenda piauiense. A medalha é oferecida nos graus Grande Colar, Grã-Cruz, Grande Oficial, Comendador, Oficial e Cavaleiro.
No litoral, personalidades como o parnaibano Raul Wagner dos Reis Veloso, economista, mestre pela Fundação Getúlio Vargas e pela Yale University, ex-secretário para Assuntos Econômicos do Ministério do Planejamento, serão congratuladas com o grau de comendador Oficial e Cavaleiro. Ao todo 30 pessoas receberão a honraria durante a solenidade.
Da mesma forma, na sexta-feira (19), No Theatro 4 de Setembro, em Teresina, outros 42 piauienses serão condecorados com o Mérito Renascença. Entre eles, o general Ubiratan Poty, oriundo do Colégio Militar de Fortaleza e chefe do Centro de Inteligência do Exército, em Brasília, que recebe o título de Grande Oficial. Nesta oportunidade, Othelino Nova Alves Neto, jornalista, deputado estadual com forte atuação no combate às desigualdades sociais e atual presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão, receberá a ordem Gran-Cruz.
A Ordem Estadual do Mérito Renascença do Piauí foi instituída em 31 de Março de 1973, através do decreto nº 1588 e regulamentada pelo decreto nº 1962, de 17 de fevereiro de 1975. A programação do Aniversário do Piauí inicia nesta quarta-feira (17) com a realização de um Culto em Ação de Graças, na Igreja Batista Nacional Bereana, no Bairro Mocambinho, em Teresina, às 19h.
 Confira a lista completa dos homenageados com o Mérito Renascença:
Programação do aniversário do Piauí
Dia 17 de outubro (quarta-feira)
19h – Culto em Ação de Graças. Igreja Batista Nacional Bereana, Avenida Principal do bairro Mocambinho – Teresina.
Dia 18 de outubro (quinta-feira)
19 – Cerimônia de outorga da Ordem Estadual do Mérito Renascença do Piauí. Teatro Saraiva, Avenida Nossa Senhora de Fátima, Bairro de Fátima – Parnaíba.
Dia 19 de outubro (sexta-feira)
7h30 – Solenidade Cívico Militar em homenagem aos heróis do 19 de outubro de 1822. Praça da Graça, Centro – Parnaíba.
17h – Missa em Ação de Graças. Catedral Nossa Senhora das Dores, Praça Saraiva, Centro – Teresina.
18h30 – Cerimônia de outorga da Ordem Estadual do Mérito Renascença do Piauí.  Complexo Cultural Theatro 4 de Setembro, Centro – Teresina.

quarta-feira, 17 de outubro de 2018

Wellington Dias receberá Haddad em Picos para caminhada neste sábado (20)

O governador Wellington Dias receberá no Piauí, no próximo sábado (20), o candidato do Partido dos Trabalhadores (PT) à presidência da república, Fernando Haddad. O presidenciável realizará uma caminhada no município de Picos, junto à população. Sua chegada ao aeroporto da cidade está prevista para às 15h, onde ele seguirá em carreata até a igrejinha Coração de Jesus, local em que terá início a caminhada. A trajetória será finalizada com um ato público na praça Getúlio Vargas, em frente ao Banco do Brasil, ocasião em que Haddad falará sobre as suas propostas de governo.


Na oportunidade, Haddad priorizará o tema Emprego e Renda. O seu plano de governo prevê uma série de medidas rápidas para retomar o crescimento econômico e garantir emprego e dinheiro no bolso dos trabalhadores. Aumentar a renda da população, em especial dos mais pobres, será fundamental para que o país volte a crescer rapidamente. O projeto tem como uma de suas prioridades garantir a isenção no imposto de renda para quem ganha até 5 salários mínimos, uma maneira simples de desafogar o orçamento das famílias. Fazer a roda da economia girar passa também por oferecer crédito mais fácil e barato à população e também às pequenas empresas, que movimentam a economia e geram empregos.

Segundo Wellington Dias, Fernando Haddad mostrará como aquecer a economia no Piauí, priorizando programas como o Minha Casa Minha Vida e a retomada de mais de 20.000 projetos e obras. "São obras que não iniciaram ou que estão paralisadas por falta de medidas para recursos prioritários, tais como creches, escolas e sistemas de água como a adutora do Sudeste em Padre Marcos, Francisco Macedo e Marcolândia. Trata-se também de obras para fortalecer a economia reduzindo o custo Brasil, como a Ferrovia Transnordestina e programas como o PRONAF - Programa da Agricultura Familiar, Crédito Fundiário e outros. Todos gerando emprego e ampliando a renda em áreas como apicultura, cajucultura, fruticultura irrigada, piscicultura, caprino e ovino", disse o governador.

Fonte; Assessoria 

Homem que se passou por médico no litoral do Piauí é indiciado por estelionato

Carlos Roberto Faleiro da Silva, que se passava por médico, coronel da Polícia Militar, jornalista, entre outras funções, foi indiciado pelo crime de estelionato.
Ele atuava no litoral do estado, especialmente em Parnaíba, e sua esposa dizia que era juíza federal.
Ele foi denunciado pelo Ministério Público do Piauí e o inquérito foi recebido pela juíza Maria de Vasconcelos.
A prisão dele ocorreu em junho deste ano após ele realizar um procedimento médico ilegal para um idoso.
Carlos Alberto também se passava por radialista e chegou a fazer participações em rádios da cidade, atendia como massoterapeuta e se apresentava como coronel da Polícia Militar do Piauí.
Ele também responder por um assalto à Caixa Econômica Federal em outro estado e uma série de outros delitos.
O homem pode ser encaminhado para a penitenciária de São Raimundo Nonato, por ser considerado de alta periculosidade.
180graus

CRO fecha 4 consultórios odontológicos de UBS e notifica outros 7 em Luís Correia

 
O Conselho Regional de Odontologia interditou quatro consultórios odontológicos durante fiscalização em Luís Correia, município a 338 km de Teresina. Durante as vistorias foram suspensas as atividades nas UBS Campestre, Curral Velho, Baixa do Carpino e Cearazinho. 
Os atendimentos só podem ser retomados após uma nova vistoria conforme orientações do conselho. Nos locais foram flagradas lixeiras inapropriadas, falta de limpeza, móveis enferrujados e esterilização incorreta de equipamentos usados nos atendimentos.
Foram encontradas irregularidades em consultórios odontológicos de 11 Unidades Básicas de Saúde e no Centro Especializado de Odontologia (CEO).
As demais unidades de saúde com irregularidades foram notificadas e receberam um prazo de 30 dias para realizar as adequações. Os municípios que não cumprirem estas adequações poderão responder processo ético perante o CRO/PI, de acordo com as normas do Código de Ética Odontológico.
Rayldo Pereira
Com informações CRO

terça-feira, 16 de outubro de 2018

Ministério Público obtém decisão liminar que suspende processo seletivo da Prefeitura de Parnaiba

O Ministério Público do Piauí, por meio do promotor de justiça Cristiano Farias Peixoto, responsável pela 1ª Promotoria de Justiça de Parnaíba, ingressou com uma Ação Civil Pública contra o município de Parnaíba, por conta de irregularidades em dois editais, um para concurso e outro destinado a teste seletivo, lançados pela administração pública do município para o cargo de cirurgião dentista.
O Sindicato dos Odontologistas do Piauí (SOEPI) encaminhou representação ao Ministério Público sobre a existência de irregularidades nos editais.  
O membro do Ministério Público do Piauí, após analisar os editais lançados pela gestão municipal, verificou que há anos a Prefeitura de Parnaíba procede com a contratação de profissionais da área de odontologia, em regime de seleção pública temporária, com duração de um ano, conforme os últimos editais de testes seletivos.
Em setembro, o representante do MP-PI expediu recomendação ao prefeito de Parnaíba, Mão Santa, com a finalidade de orientar a correção do Edital nº 01/2018-SESA, que regulamentava o concurso público para cirurgião dentista. No teor da recomendação, o promotor de Justiça explicava que a Prefeitura de Parnaíba lançou outro edital para realização do Processo Seletivo Nº 01/2018-SESA, no qual ofereceu 19 vagas; enquanto no edital do concurso, a administração municipal ofertou apenas uma vaga.
Diante dos fatos narrados na Ação Civil Pública, a juíza da 4ª Vara da Comarca de Parnaíba deferiu a liminar suspendendo a realização do Teste Seletivo, até o final da apuração sobre eventuais irregularidades no certame e requisitou um levantamento sobre a existência de profissionais com vínculos precários na área da saúde municipal, especialmente cirurgiões dentistas.
MP-PI